quinta-feira, janeiro 26, 2023
InícioÁreas de AtuaçãoDireitos HumanosA felicidade não é uma futilidade nem um luxo, diz secretário-geral da...

A felicidade não é uma futilidade nem um luxo, diz secretário-geral da ONU em Dia Internacional

 

 

Para comemorar o Dia Internacional da Felicidade, celebrado em todo o mundo no dia 20 de março, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou, em sua mensagem, que “a felicidade não é uma futilidade nem um luxo. É um anseio profundo compartilhado por todos os membros da família humana. Não deve ser negada a ninguém e deve estar acessível a todos”.

Apesar de a felicidade poder ter significados diferentes para pessoas diferentes, o secretário-geral afirma que “podemos concordar que significa trabalhar para acabar com os conflitos, a pobreza e com outras condições lamentáveis em que muitos seres humanos vivem”.

“Essa aspiração está implícita na promessa da Carta das Nações Unidas para promover a paz, a justiça, os direitos humanos, o progresso social e melhores padrões de vida”, disse, acrescentando que “agora é a hora de converter essa promessa em ações internacionais e nacionais concretas para erradicar a pobreza, promover a inclusão social e a harmonia intercultural, garantir meios de subsistência decentes, proteger o meio ambiente e construir instituições para uma boa governança. Estas são as bases para a felicidade e o bem-estar humanos”.

O atual presidente da Assembleia Geral da ONU, John Ashe, disse que o Dia celebra a unidade e pediu que a comunidade internacional apoie os três pilares do desenvolvimento sustentável — social, econômico e ambiental — acrescentando que “a felicidade é um objetivo humano fundamental, e melhorar políticas públicas em países que podem contribuir para este objetivo é essencial para promover sociedades equitativas para todos”

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench