Aos 95 anos, bisavô assume para a família que é gay: ‘Quero que o mundo saiba’

Roman Blank contou que descobriu ser homossexual aos 5 anos de idade, mas só agora decidiu revelar aos familiares

Do Correio24Horas

Sobrevivente do Holocausto, Roman Blank, de 95 anos, decidiu fazer uma revelação para a família. Depois de ser casado por mais de 60 anos, ter dois filhos, cinco netos e um bisneto, ele assumiu a sua homossexualidade. “Há certas coisas que eu quero que o mundo saiba”, disse Roman durante uma entrevista ao Youtuber Davey Wavey.

Na conversa, ele contou que soube que era gay aos cinco anos de idade e que está orgulhoso da sua decisão de contar ao mundo. A família recebeu bem a notícia e um dos netos decidiu registrar a história em um documentário, chamado de ‘On My Way Out’ (algo como ‘Saindo do Armário’). Na descrição do vídeo, o neto conta que a avó já sabia sobre a sexualidade do marido desde quando deu à luz pela segunda vez.

Roman Blank contou ainda que não se importa com as aparências, mas sim, com o coração. Meio envergonhado diante das câmeras, ele afirmou ainda que gostaria de ter um companheiro.

“Gostaria de alguém com quem pudesse contar. Vou ser bastante honesto. Eu realmente não preciso de qualquer conexão física ou mental. Mas eu quero. Eu quero ir dormir e ter alguém ao meu lado, não por qualquer outra razão além da certeza de que alguém se importa”, afirmou.

+ sobre o tema

Homofobia: Confundidos com casal gay, pai e filho são espancados em São Paulo

O caso aconteceu em uma feira agropecuária de São...

‘O amor une. A homofobia, não’: MEL lança primeiro comercial com beijo gay da TV brasileira

O Movimento do Espírito Lilás (MEL) em parceria com...

A fabulosa geração de gays que nasceu para ser tudo que ninguém quer

Apropriam-se de termos, criam linguagem própria e um andar...

Candidato homofóbico do PSDB causa revolta e vergonha alheia

Candidato homofóbico pretende 'ensinar meninos a gostarem somente de...

para lembrar

Sônia Nascimento – Vice Presidenta

[email protected] Sônia Nascimento é advogada, fundadora, de Geledés- Instituto da...

Suelaine Carneiro – Coordenadora de Educação e Pesquisa

Suelaine Carneiro [email protected] A área de Educação e Pesquisa de Geledés...

Sueli Carneiro – Coordenadora de Difusão e Gestão da Memória Institucional

Sueli Carneiro - Coordenação Executiva [email protected] Filósofa, doutora em Educação pela Universidade...
spot_imgspot_img

Posicionamento: pela divulgação do Relatório de Monitoramento de Violações na Baixada Santista

Geledés -Instituto da Mulher Negra apoia a Comissão Arns e as organizações da sociedade civil no repúdio às execuções sumárias e com exigência de...

‘Meu filho é órfão de mãe viva’: veja relatos de 5 mulheres acusadas de alienação parental após denunciar homens por violência ou abuso

Cristiane foi obrigada a ficar sem contato com a filha e entregá-la ao pai por 90 dias. Isabela* foi ameaçada pelo companheiro. Jéssica* e...

Brasil quer levar desigualdade e impostos para a mesa de discussão do G20

O governo brasileiro pretende levar para a mesa de discussão do G20 os efeitos da desigualdade e sua relação como a política econômica e...
-+=