4 suspeitos de torturar e matar Dandara são presos no Ceará

“Todo atentado contra a vida é um crime hediondo, mas pior ainda quando é motivado pelo ódio e preconceito.”

por Ana Beatriz Rosa no HuffPost Brasil

Dandara do Santos foi brutalmente espancada até a morte. Depois, teve imagens da sua dor compartilhadas em um vídeo de 1 minuto na internet.

Foi por meio deste mesmo vídeo que a polícia do Ceará conseguiu identificar e prender os quatro suspeitos de executar o crime.

De acordo com o secretário de segurança do estado André Costa, a operação ocorreu no bairro de Bom Jardim, na periferia de Fortaleza, na manhã desta terça-feira (7).

Entre os presos estão os 3 homens que agrediram fisicamente a travesti até a morte. O quarto é o suspeito de ter gravado e compartilhado as imagens.

Em depoimento, o secretário afirmou que é preciso “orientar as pessoas” e argumentou que “a intolerância só gera consequências ruins”.

“Todo atentado contra a vida é um crime hediondo, mas pior ainda quando é motivado pelo ódio e preconceito, por conta de orientação sexual, raça, cor, idade ou sexo, declarou Costa.

O caso de Dandara não é exceção. Com 600 mortes em seis anos — de acordo com dados divulgados em 2015 —, o Brasil é o país que mais mata travestis e transexuais.

+ sobre o tema

A professora das crianças perdidas

Conhecida após a chacina da Candelária, Yvonne Bezzerra de...

Como grupos do Facebook contribuem para o feminismo

Nossa repórter, Nathalia Levy, participou de grupos feministas do...

Mulheres devem ser o quiserem: uma resposta a Camille Paglia

Recentemente, no dia 24 de abril , a escritora...

Tecnologia prioriza atendimento a mulheres em situação de violência – PLP 2.0

A luta pela redução da violência contra a mulher...

para lembrar

Senzala em extinção?

No ano dos protestos, um episódio simbólico ficou esquecido....

3 mitos sobre mulheres que não querem ter filhos

É uma escolha da mulher querer ter filhos ou...

Michelle Obama critica Trump por ‘bullying’ e pede união a democratas

Quão popular é Michelle Obama? por Anna Virginia Balloussier no...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=