quarta-feira, fevereiro 1, 2023
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-brasileirosCinzas do líder negro Abdias Nascimento são depositadas na Serra da Barriga...

Cinzas do líder negro Abdias Nascimento são depositadas na Serra da Barriga em União dos Palmares

Uma cerimônia ocorrida neste domingo, 13 de Novembro de 2011, homenageou o ativista negro, e ex-senador Abdias Nascimento, onde suas cinzas foram depositadas na Serra da Barriga, município de União dos Palmares, um local simbólico, que reflete a luta dos negros pela liberdade, por quase um século.

Diversas autoridades se fizeram presentes ao evento, como também caravanas de vários estados brasileiros, religiosos de matriz africana e personalidades dos Estados Unidos e Nigéria. Como também o secretário de Estado da Cultura, Osvaldo Viegas, o secretário de Cultura de União dos Palmares, Elson Davi, a ministra da Igualdade Racial, Luíza Bairros, a secretária de Estado da Mulher, Kátia Born, a ex- esposa de Abdias e atriz da Rede Globo, Léa Garcia, além de outras autoridades.

O início das homenagens foi marcada pelos discursos das autoridades e familiares, que lembaram a importância da vida e obra do ativista negro, no Brasil e no mundo. Abdias foi jornalista, professor, deputado federal, senador e assumiu outros cargos de relevante importância, e teve sua vida marcada pela luta no combate ao racismo e a implantação de políticas públicas para inclusão dos afro-descentendes brasileiros.

Nigerianos homenageam ativista

O Poema Escalando a Serra da Barriga, de autoria de Abdias, foi ressitado pelo ator Chico de Assis, num momento emocionante, que lembrava a saga de um povo que ainda hoje sofre por causa da cor.

A viúva e última esposa de Abdias, Elisa Larkin, esteve junto de seus familiares na cerimônia, onde prestou várias homenagens ao seu ex-esposo.

Religiosos de matriz africana realizaram diversas homenagens, sob a percussão dos tambores que cultuavam os antepassados de sua cultura. O momento célebre do evento foi a deposição das cinzas de Abdias Nascimento, no local onde foi plantada uma muda de baobá, árvore sagrada na cultura negra. O local próximo a lagoa dos negros, será transformado num espaço, que lembrará a importância do ativista.

Também foi plantada próximo ao baobá, uma muda de gameleira branca, árvore também considerada sagrada pelos negros.

Elói Ferreira, presidente da FCP

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Elói Ferreira, destacou a importância de Abdias como marco no combate ao racismo e na luta pela igualdade dos povos. Elói frisa o momento histórico, onde o desejo do ativista de ter suas cinzas depositadas num local sagrado, “As cinzas de Abdias irão se encontrar com os espíritos de todos os quilombolas, que derramaram o seu sangue aqui na Serra da Barriga”, disse.

O presidente da Palmares acrescenta ainda, que o escritório da Fundação em União dos Palmares, que abrange os estados de Alagoas e Pernambuco, será transformado num centro referencial na divulgação da cultura negra. Elói destaca que o acesso ao Parque Memorial não está esquecido, “Estamos empenhado na construção da estrada de acesso a Serra, temos muito trabalho que renderá bons frutos”, concluiu.

Para Genisete Lucena, chefe da Representação da Palmares em Alagoas e Pernambuco, a celebração da Vida e Obra de Abdias Nascimento, vem a mostrar o quão importante é esse evento num local considerado sagrado. Questionada sobre as festividades do mês da consciência negra, que culmina em 20 de novembro, Genisete destaca que as comemorações não devem ficar só nó mês de novembro, “A partir de 2012, pretendemos iniciar as atividades a partir de 06 de fevereiro, onde se celebra a última batalha dos quilombolas, aqui na Serra”, afirmou.

 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench