Coletivo Negro estreia Revolver – Um Experimento Cênico – Entrada Franca

O Coletivo Negro, grupo de pesquisa cênico-poético-racial que se debruça sobre a investigação artística desde 2007, formado por artistas da Escola Livre de Teatro de Santo André e da EAD-ECA-USP, em parceria com a Associação Cultural Cachuera!, realiza curta temporada de Revolver – Um Experimento Cênico. A concepção do espetáculo ocorreu ao longo de um período de residência artística do grupo dentro da Cachuera!, iniciada em junho deste ano.

no Cachuera

A estreia faz parte da série de quatro experimentos que compõem o projeto A Concretude Imaterial do que Somos: Símbolos, Mitologias e Identidades, contemplado pela XXV edição do Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo.

A cultura popular, em suas diversas manifestações – Bumba Meu Boi, Coco, Jongo, Maracatu, entre outras -, é o mote deste trabalho que busca ampliar o olhar sobre a presença negra no teatro brasileiro.

Sinopse: À volta da última árvore que restou, dois andejos, Kizúa e Izô, se encontram. Esquecidos nos estirões, eles re-inventam e re-voltam às memórias d’ um mundo.

 

Ficha técnica

Atores-criadores: Flávio Rodrigues e Raphael Garcia
Direção: Aysha Nascimento
Dramaturgia em processo colaborativo com Coletivo Negro: Rudinei Borges
Direção Musical: Rubi
Coordenação Musical: Fernando Alabê
Musicista: Dani Nêga
Treinamentos de máscara, danças populares, figurino e adereços: Cleydson Catarina
Cenário: Júlio Dojcsar
Colaborador de registro: Jhow Carvalho
Workshops de cultura popular: Renato Ihu, Paulo Dias
Parceria: Associação Cultural Cachuera!
Debatedores da roda de conversa O Popular Negro e Suas Dramaturgias: Allan da Rosa, André Bueno e Paulo Dias

 

Estreia de Revolver – Um Experimento Cênico

Onde: Espaço Cachuera! – Rua Monte Alegre, 1.094 . Perdizes . São Paulo
Quando: 3 a 6 de setembro de 2015 (quinta a sábado, às 21h; domingo, às 19h)
Capacidade: 40 lugares
Informações: 11 3872 8113 . 3801 1708

Entrada franca

Imagens do processo de criação do espetáculo Revolver. Na imagem de baixo: Flávio Rodrigues (esq.) e Raphael Garcia . Fotos: Patrícia Miranda

volver 1 volver2

+ sobre o tema

Biblioteca Municipal receberá escolas para o lançamento do livro Karu nesta tarde

A Biblioteca Municipal Bernardo Guimarães receberá nesta segunda-feira (16),...

Museu Afro Brasil lança aplicativo para dispositivos móveis

Tudo sobre o Museu Afro Brasil na palma de...

Yannick Hara, Asaph e BIG THE KIID criticam uso compulsivo de tecnologia em novo single

O uso compulsivo de tecnologia pode aflorar males como...

Café para três

“Sem sombra de dúvidas, ele é muito bonito”, foi...

para lembrar

Afrolaje comemora 11 anos com Feira Afro Literária, Roda de Jongo e Capoeira 

São 11 anos dedicados á pesquisa e difusão da...

MinC seleciona projetos de hip-hop inscritos no Prêmio Cultura Viva

A Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério...

Edital Ideias Criativas 20 de Novembro:Veja aqui a lista dos vencedores!

Após dias de muita expectativa, saiu o resultado...
spot_imgspot_img

Mel Duarte celebra cinco anos do álbum “Mormaço – entre outras formas de calor” com apresentações gratuitas em São Paulo

A cantora, escritora, poeta, compositora e produtora cultural Mel Duarte, conhecida por sua brilhante performance de "spoken word", celebra o quinto aniversário do seu...

NICHO 54 lança publicação inédita que investiga a história do Cinema Negro no Brasil 

Pesquisa que mapeou e consolidou dados sobre filmes produzidos por pessoas negras no Brasil de 1949 a 2022 encontrou 1.104 obras; 83% de toda...

Instituto Tebas celebra 194 anos de nascimento de Luiz Gama com caminhada e exibição de vídeo em São Paulo

 Liberdade ou Morte: histórias que a História não conta é o título da web série composta por sete narrativas (fotográficas, textuais e audiovisuais) que destacam a agência...
-+=