Combate à homofobia é tema de audiência da Comissão da Igualdade

O dia 17 de maio foi instituído como Dia Nacional de Combate à Homofobia, a partir de decreto assinado pelo ex-presidente Lula em junho do ano passado. Para discutir ações concretas para diminuir o preconceito e a discriminação contra a comunidade LGBT, a Comissão Especial de Promoção da Igualdade (Cepi) do Legislativo baiano promove uma audiência pública, na próxima terça-feira (26/04), às 9h30, na sala Eliel Martins, na Assembléia Legislativa da Bahia (CAB).

Foram convidados para a audiência representantes do GGB (Grupo Gay da Bahia); Gapa Bahia (Grupo de Apoio a Prevencao a AIDS da Bahia); Núcleo de Gênero e Sexualidade (Nugsex Diadorim) da Uneb; LBL (Liga Brasileira de Lésbicas); Glich (Grupo Liberdade, Igualdade e Cidadania Homossexual); Atras (Associação de Travestis de Salvador); entre outras entidades.

Marco LGBT – A data virou marco para o movimento porque, há duas décadas, em 17 de maio de 1990, a Assembleia Mundial da Saúde, órgão da Organização Mundial de Saúde (OMS), retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças.

No âmbito nacional, a comunidade aponta avanços com a elaboração do Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBTT e o Programa Brasil sem Homofobia e, no Estado da Bahia, destaca a promoção e implementação de políticas públicas de combate à discriminação aliadas à edificação de uma cultura de paz, buscando erradicar todos os tipos de violência.

Fonte:Bira Coroa

+ sobre o tema

Relatório exige aumento de licença-paternidade na França para três meses

Um relatório, feito pela Inspeção Geral das Relações Sociais,...

A culpa calada

É preciso aprender a não ser bem-vindo. Mas há...

14 dados que mostram a persistência da violência contra a mulher no Brasil

A violência contra a mulher caso você ainda esteja...

Sem fronteiras

“A minha história ajuda a transformar a vida de...

para lembrar

Católicas pelo Direito de Decidir em Defesa da Vida

(em resposta ao texto "Apelo a todos os Brasileiros...

Mais de 12 mil crianças nascidas no último ano foram registradas sem o nome do pai na Bahia

A Bahia tem 12.282 mil recém-nascidos que foram registrados...

Programa de transferência de renda ajuda a combater violência doméstica no Quênia

Programas de transferência de renda possuem um significado muito maior...

Dia das mulheres? De quais mulheres – Por: Thayz Athayde

Judith Butler em seu livro Gender Trouble (Problemas de...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=