Depois de ser ofuscada pelo preconceito, Tracey Normam a primeira modelo negra e trans volta a brilhar

Tracey Normam foi a primeira modelo negra e trans a ganhar destaque na indústria da moda lá nos anos 1970. No entanto, em seus tempos de glória, o mundo ainda não sabia que ela tinha nascido com o sexo oposto ao qual se identifica. Depois da grande revelação, as portas foram se fechando e sua carreira pareceu ter chegado ao fim devido ao preconceito.

por Lucas Guarneri no M de Mulher

Uma recente matéria de capa do jornal The Cut sobre sua trajetória, entretanto, reacendeu o seu sucesso. Desde então, ela foi perfilada pelo jornal LondonTimes, compareceu ao prêmio GLAAD, foi homenageada na parada LGBT de Newark e até conheceu Laverne Cox e Andreja Pejic, duas fãs da ex-modelo. E não parou por aí! Norman foi escolhida para estrelar uma campanha da linha Nice ‘n Easy Color da Clairol, intitulada Real As You Are.

“Nossa nova campanha celebra a confiança que vem quando você abraça aquilo que te faz única e as cores naturais que te fazem se expressar livremente”, diz Heather Carruthers, diretora da marca de produtos capilares. “Estamos honrados em trazer de volta Tracey Norman como uma mulher que não tem mais que esconder a verdade. Sua força, espírito genuíno e autenticidade na vida fazem dela uma escolha natural para a gente”, completa.

Norman disse que a diferença de modelar agora é que ela está muito menos estressada. “Estar na indústria nesse momento é muito mais relaxante. Nos anos 1970, era um pouco tenso para mim porque eu estava fingindo ser outra pessoa e estava me traindo para conseguir empregos”, disse. “Agora, é muito mais confortável e eu não tenho que me esconder mais”.

Confira o vídeo abaixo em que Norman narra sua própria história:

+ sobre o tema

Margens moldam o rio da literatura brasileira na prosa de Cidinha da Silva

Cidinha da Silva não está resfriada. Mas a prosadora...

Mulheres em Série: nova série traz mulheres ‘fora dos padrões’ como protagonistas

Negras, lésbicas, gordas e transgêneros são personagens ainda raras...

A ditadura do corpo ideal e o preconceito velado – Por: Amanda Nunes

“Com a estética, o sujeito entra em uma relação...

para lembrar

Pesquisa inédita vai mapear perfil sócio-demográfico de lésbicas no Brasil

A população que se identifica como lésbica e sapatão...

Mulheres negras na política: Marielle e suas sementes

Neste mês de março em que nós mulheres celebramos...

O Boticário registra alta nas vendas após “boicote” de Silas Malafaia

Por essa Silas Malafaia e seus seguidores fundamentalistas não...

Lupita é a mais bonita, mas é negra

Quando publiquei meu texto sobre Nayara Justino, a nova...
spot_imgspot_img

Pesquisadora aponta falta de políticas para diminuir mortalidade materna de mulheres negras no DF

"O Brasil é um país muito difícil para uma mulher negra ser mãe, por diversos fatores, dentre eles as dificuldades de acesso a saúde pública,...

Documentário sobre Lélia Gonzales reverencia legado da ativista

Uma das vozes mais importantes do movimento negro e feminista no país, Lélia Gonzales é tema do Projeto Memória Lélia Gonzalez: Caminhos e Reflexões Antirracistas e Antissexistas,...

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...
-+=