Guest Post »
Este prefeito enfrentou a homofobia e se casou com seu companheiro após 13 anos juntos

Este prefeito enfrentou a homofobia e se casou com seu companheiro após 13 anos juntos

Edgar de Souza (PSDB) foi reeleito em Lins (SP) e celebrou a união com Alexsandro Trindade.

 

Por Ana Beatriz Rosa Do Huff post Brasil

Em 2012, Edgar de Souza (PSDB) foi o único candidato ao cargo de prefeito no Brasil a assumir durante campanha ser homossexual. Cinco anos depois, o prefeito reeleito de Lins, em São Paulo, se casou no último sábado (4) com o parceiro Alexsandro Luciano Trindade.

Eles estão juntos há 13 anos e a cerimônia foi uma forma de celebrar o relacionamento que começou ainda na adolescência. Edgar e Alex se conheceram na juventude, mas foi apenas em 2004 que começaram a namorar.

Durante a primeira campanha em que concorreu para a prefeitura de Lins, Souza viu sua vida pessoal ser alvo de ataques homofóbicos por parte dos outros políticos.

Em entrevista ao G1 na época, ele contou que cartazes com fotos dele junto com Alex foram espalhados na cidade com mensagens pejorativas, como o escrito “Se votar 45 sua cidade vai ser governada por esta família”.

No último comício da campanha, ele resolveu se posicionar para os eleitores.

“Eu não tenho que esconder com quem eu vivo, quem eu amo. Se eu esconder, não mereço ser prefeito de vocês. Deus me ama como homossexual”, argumentou de cima do palanque.

“Nunca usei a homossexualidade para levar uma bandeira e tudo o que eles tentaram fazer caiu por terra. Minha opção [orientação sexual] não define meu caráter e meus votos foram devido à minha história política.”

Em 2016, Edgar de Souza recebeu 47.99% dos votos e foi o único prefeito reeleito da região. Sóciologo de formação e ligado à vertente da teologia da libertação da Igreja Católica, o prefeito começou cedo a sua carreira pública. Aos 20 anos foi eleito vereador e depois de três mandatos consecutivos assumiu a prefeitura.

Ao Estado, o político afirmou que tornar pública a sua vida pessoal ajudou a diminuir o preconceito entre os 75,1 mil habitantes da cidade.

“Eu me propus a ter uma vida aberta para que as pessoas pudessem ver que os homossexuais não são diferentes dos heterossexuais”.

Nas redes sociais, o político recebeu mensagens de carinho por parte dos moradores que desejaram felicidades no casamento.

Related posts