#Geledés30anos: Saudações a Geledés – por Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva

Artigo produzido por Redação de Geledés

Com alegria, junto-me às celebrações dos 30 anos de serviços do Geledés Instituto da Mulher Negra, ao povo negro brasileiro, notadamente às mulheres negras.  Com foco de pensamento e ação  persistente no combate ao racismo, às desigualdades raciais, às discriminações que têm impedido mulheres brasileiras, em particular as negras, de se realizarem enquanto cidadãs reconhecidas por suas contribuições para sociedade brasileira, tem o Geledés se mantido fiel à missão que assumiu. Em lutas, proposições, projetos, realizações vem, há 30 anos, denunciando racismo, desigualdades, discriminações contra à população negra,  e assim contribuindo para construção de uma sociedade brasileira humanizada e democrática. Sempre a partir de princípios herdados dos antepassados africanos, escravizados no Brasil, da história e sabedoria que deixaram, elas e eles, como herança para Povo Negro Brasileiro, tem o Geledés construído e cumprido sua missão. As integrantes do Geledés receberam e têm conduzido, com êxito, o compromisso que assumiram diante de Dandara, Acotirene, Tereza Benguela, Anastácia e tantas, tantas outras negras fortes e sábias. Vida longa ao Geledés! Vida longa às suas fundadoras e a cada uma que, no dia a dia, nas mais diversificadas funções, empreendem e fortalecem a missão que acolheram e vêm executando com sabedoria e sucesso.

Porto Alegre,  04 de abril de 2018.

Profª Drª Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva
Professora Emérita da Universidade Federal de São Carlos – UFSCAR

+ sobre o tema

Na pandemia, Viviani descobriu sua vocação de professora

Antes da pandemia, Viviani de Sousa Gomes, de 41...

Chef Aline Chermoula – Um tempero da diáspora

Conversamos com Chef Aline Chermoula, do Chermoula Gastronomia. Neste vídeo...

para lembrar

A escola brasileira como projeto de país

Pelos 8,5 milhões de quilômetros quadrados do Brasil cabem...

“Precisamos repensar a escravidão, porque o que aprendemos nos livros são mentiras” diz Sheila S Walker

Por Kátia Mello A antropóloga afro-americana e diretora executiva da...

“O que quero dizer a Lula é que ele foi o maior presidente do Brasil, queiram ou não seus opositores”, diz a deputada Leci...

Em 2010, a carioca Leci Brandão se filiou ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), para colocar em prática na política sua longa trajetória de...

“Apenas com mobilização social e mandatos será possível mudar o sistema eleitoral” diz Benedita da Silva

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ), ex-senadora e primeira vereadora negra do Rio de Janeiro, participa de um grupo de 16 parlamentares que apresentou...

Estado brasileiro é cobrado na ONU por Agenda de Durban e reparação entra na pauta 

O mês da Consciência Negra termina com um fato histórico: a Articulação de Resgate e Reforço da Agenda de Durban, formada pelas ONGs Geledés...
-+=