Graça Machel fica com metade da herança de Mandela

Enviado por / FonteDo O Pais

Testamento de Mandela lido ontem pelo Tribunal Constitucional sul-africano

A última vontade do histórico líder da África do Sul, Nelson Mandela, foi publicada, ontem, pelo Tribunal Constitucional daquele país, numa cerimónia que é descrita pela imprensa local como tendo sido emocionante. No testamento, Nelson Mandela deixou clara a sua vontade, fazendo uma descrição pormenorizada de cada beneficiário da sua herança.

Graça Machel, última esposa de Madiba, por lei, fica com metade dos bens declarados, tendo em conta que casou em regime de comunhão geral dos  bens. Assim, de acordo com a lei sul-africana, a moçambicana tem 90 dias para contestar ou aceitar a fortuna.

Mandela tratou ainda de distribuir dinheiro por todos os filhos de Samora Machel. Malengane Machel e Josina Machel, filhos de Graça, ficam com três milhões de rands cada, equivalentes a nove milhões de meticais. Os restantes seis filhos de Samora, fora do casamento com Graça, ficam com 100 mil rands cada, cerca de 150 mil meticais.

Graça poderá abdicar da metade dos bens. Aliás, a imprensa internacional já avança essa possibilidade. O público cita os advogados dela a referir que Graça poderá ficar apenas com os bens descritos no testamento: três imóveis e uma quinta em Moçambique; todos os veículos automóveis que são usados pela viúva; todas as jóias por ela usadas; todo o dinheiro nas contas bancárias registadas em nome de Graça.

Das suas propriedades na África do Sul, três foram legadas à fundação familiar “Nelson Rohlilala Mandela Family Trust”, entre elas, a casa na qual está enterrado, em Qunu, a de Joanesburgo, onde recebeu cuidados médicos em Houghton.

Além dos familiares directos, Mandela decidiu oferecer dinheiros aos seus nove empregados com os quais passou os últimos dias. Cada um vai receber 50 mil rands, equivalentes a cerca de 150 mil meticais.

Graça Machel

 

 

+ sobre o tema

para lembrar

‘Cultura negra é o pilar da nossa formação cultural’ diz Ícaro Silva

Em cartaz com a peça-show 'Ícaro and The Black...

Afro-uruguaios

Afro-uruguaios notáveis: Rubén Rada Afro-uruguaios refere-se a uruguaios de ancestralidade negra africana. Eles...
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=