II CONGRESSO NACIONAL DE INCLUSÃO SOCIAL DO NEGRO SURDO

Fonte: ASSP –

Inclusão Social do Negro Surdo

Objetivo Geral:

Esclarecer, debater e promover futuras ações para a melhoria da qualidade de vida do negro surdo, em particular a garantia de igualdade de direitos e o acesso às informações para a sua integração social;

Estimular a troca de informações entre negros surdos e o apoio mútuo para fortalecer o senso de cidadania da comunidade;

Chamar a atenção para os demais membros da sociedade de que os negros surdos têm sido excluídos e esquecidos de uma participação social plena;

Promover uma percepção da etnia relacionada ao negro surdo.

Promover o desenvolvimento sócio-econômico por meio de políticas públicas para inserção no mercado de trabalho.

 

 

PROGRAMAS
Data 06 de novembro de 2009
8:00 às 8:50 Inscrição
8:50 às 9:00 Hino Nacional Surdo – Wilson Silvo dos Santos
9h às 9:30h Dra Linamara Rizzo Battistella “Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência Governo do Estado de São Paulo”
9:30h às 10h Prof. Sandro dos S. Pereira – “A realidade do sujeito negro e surdo no Brasil” (graduando em direito)
10 às 10:30h Intervalo – café
10:30 às 11h Dr. Tarcísio de A. Leite (UFSC) – “A comunidade negra surda nos Estados Unidos: Pesquisas sociolingüísticas”
11h às 11:30h Prof. Ricardo Q. Nakasato “A consciência coletiva”
11:30h às 12h Roger L. Prestes – “A educação do negro surdo e seu desenvolvimento” (graduando em Letras)
12h às 13:30h Intervalo
14h às 14:30h Joel Barbosa Júnior – “O Papel do TILS frente a seus clientes”
14:30 às 15h livre “Opinião as Política Negros dos Surdos”
15 às 15:30h Intervalo – café
15:30 às 16h Presid. Alvanir Costa Melo Lima – “A instituição CBS”
16 às 16:30h CEABRA – Presidente Dr.João Carlos B. Martins “Coletivo de Empresários e Empreendedores Afro-Brasileiros”
16:30 às 17h Priscila Souza, Luana Milani, Leonardo Castilho, Edvaldo Santos, Eduardo Tetamanti, Diego Sena, Lorran Velosa, Sandro Pereira. “Vibração: um espaço para diversidade humana e grupos étnias”

 

 

Data 07 de novembro de 2009
9h às 9:30hs Ms Regiane P. Agrella – Subjetividade, Identidade Negro Surdo e Opressão Social
9:30h às 10hs Prof. Sandro dos S. Pereira – “Proposta de Legislação para a Inclusão Social do Negro Surdo”
10h às 10:30hs Intervalo – café
10:30h às 11hs Dra. Lucinda Ferreira Brito “Inclusão e identidade do Surdo”
11h às 11:30hs Profa. Maria Inês V. da Silva – “O ensino da língua portuguesa como segunda língua para surdos”
11:30h às 12hs Juíza Dra. Renata Ferreira – “Constituição Federal Principio Igualdade”
12h às 13:30hs Intervalo
14h às 14:30hs Vereadora Mara Gabrilli – “Caminho traçado para chegar a um cargo político e orientações”
14:30h às 15hs Desembargador Dr. Antonio Malheiros – “O Preconceito Social”
15 às 15:30hs Intervalo – café
15:30 às 16hs Deputado Estadual. Vicente Cândido “Os direito do Negro Surdo em âmbito Estadual ou Nacional”
16 às 16:30hs Desembargador Dr. Marcelo Freire Gonçalves – “A Inclusão Social do negro surdo das pessoas com Deficiência de Trabalho”
16:30 às 17hs Advogado Dr. Paulo Feuz “Faculdade Integradas Rio Branco”: Negro do Surdos
17:00 às 18hs Encerramento: Regiane P. Agrella

 

REALIZAÇÃO:

  • CBS- Confederação Brasileira de Surdos

APOIO:

  • Secretaria do Estado dos Direitos da essoa com Deficiência Governo do Estado de São Paulo
  • Governo do Estado de São Paulo e Município de São Paulo
  • Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência
  • Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos

www.comasmaos.com.br/cisns/index.php

Faça sua inscrição. As vagas são limitadas. Evento Nacional em São Paulo/SP.
Leve um quilo de alimento não perecível.

Local:
Auditório do Memorial da América Latina – São Paulo/SP (próximo a estação Barra Funda do metrô)
Horário:
dia 6, das 8h às 17h – dia 7, das 9h às 17h

Entrada: Franca

Inscrições por email: [email protected]

Pelo site: faça ficha de inscrição aqui

Sandro Pereira

 

II Congresso Nacional de Inclusão Social do Negro Surdo

 

 

Descrição visual e roteiro do vídeo:

Edvaldo: Oi tudo bem?
Sandro: Tudo bem?
Edvaldo: Por que voce está preocupado?
Sandro: Estou preocupado. Quero que todo o Brasil vá ao Congresso do Surdo Negro. Luto e estou sozinho.
Edvaldo: Não se preocupa e ajudo a divulgar aos surdos para irem lá. Eu ajudo mesmo.
Sandro: Te mostro algo. Vamos.
Edvaldo: Ok
Sandro: Olha! Essa forma é redonda e preta. Será Congresso.
Edvaldo: É!! Dá para ajudar os surdos. Dá! Vamos!
Sandro: Quero que todo o Brasil vá ao Congresso do Surdo Negro. Preciso disso.
Edvaldo: Pergunto qual dia?
Sandro: Dia 6 e 7 de novembro. É Congresso lá.
Edvaldo: É…
Sandro: Quero mesmo.
Sandro: Vamos ver lá.
Edvaldo: Sim.
Sandro: Olha.
Edvaldo: É Congresso.
Edvaldo: Vai ter auditório.
Sandro: É.
Edvaldo: Quero ter uma dúvida. Quantas pessoas vai ter lá? Senão aceitará uma proposta da Lei. E como?
Sandro: No auditório tem capacidade de 500 pessoas. Se der certo, vai realizar uma Lei. Se fosse acima de 400 pessoas: surdo negro e qualquer pessoa, daria para criar uma Lei. E o que significa? Toda empresa discrimina o surdo negro que sofre. Não seria mais. O que é? Criaria vagas de emprego e desenvolveria um bom salário. Certo? Outra coisa. Se alguma faculdade fosse caro, não poderia pagar. Impossível. Quero que a faculdade tenha desconto para que consiga pagar. Preciso de cotas para surdo negro. É mais importante. Isto fortalece a inclusão de Surdo Negro. É assim.
Edvaldo: Fico surpreendido.
Sandro: Daria.
Edvaldo: Nossa. Concordo com você. Precisamos torcer para o surdo negro. Decidimos ajudar e incentivar a os surdos irem e lutarem lá. Vamos??
Sandro: Vamos!!
Sandro: Vamos.

Finalizando e aparecendo o fundo preto.

Matéria original

+ sobre o tema

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de...

Programa Erasmus oferece bolsas integrais na Europa

O Erasmus, programa promovido pela União Europeia para fomento a...

para lembrar

Olho, mas não me reconheço: A criança negra na literatura infantil

Por jahelina almeida   E foi a partir de um episódio...

Enem: A meritocracia e outras fábulas para ninar adultos

Passando perto de um local de realização do Enem,...

Os Estados e a universidade pública

Por: PAULO GABRIEL SOLEDADE NACIF   A rede de...

Sociedade brasileira comemora aprovação dos 10% do PIB para a educação pública

Centenas de ativistas, estudantes, professores, gestores e especialistas de...
spot_imgspot_img

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

No Brasil, das 163 milhões de pessoas com idade igual ou superior a 15 anos, 151,5 milhões sabem ler e escrever ao menos um...

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 foi divulgado nesta segunda-feira (13). As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de energia, manejo ecologicamente correto na agricultura e prevenção à violência entre jovens nativos digitais. Essas...
-+=