sexta-feira, janeiro 14, 2022
InícioQuestões de GêneroLGBTQIA+Joseane Borges: 1ª mulher trans do Piauí com título de bacharel em...

Joseane Borges: 1ª mulher trans do Piauí com título de bacharel em Serviço Social

Joseane Gomes Santos Borges é a primeira mulher transexual a conquistar o título de bacharel em Serviço Social no Piauí. Em entrevista ao Cidadeverde.com, ela declarou que irá transformar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), intitulado “Travestis e Transexuais no Sistema Prisional: avanços e conquistas na política de acolhimento”, em ações de políticas públicas no Estado.

Por Carlienne Carpaso Do Cidade Verde

blank
Joseane Borges (foto: arquivo pessoal)

“Há uma grande dificuldade em chegar até hoje cheguei, pois muitas trans param de estudar ainda no ensino fundamental, devido à exclusão social desde a infância, sendo que muitas sofrem uma segunda exclusão dentro do sistema prisional como, por exemplo, o não reconhecimento do nome social”, contou Joseane.

Ela ressaltou que “hoje o Piauí possui outras trans cursando graduação, mas formada, com título de graduação em Serviço Social, sou a 1ª mulher trans assumida a conquistar”.

Sobre o TCC, Joseane ressaltou que a pesquisa para o seu TCC, iniciada em 2016, já rendeu bons frutos, pois ele já serviu como base para um projeto de orientação para os agentes penitenciários e demais funcionários atuantes na Segurança Pública do Estado para melhorar o tratamento com as mulheres trans dentro dos presídios.

Joseane cursou Serviço Social na Faculdade Adelmar Rosado, uma das primeiras a aceitar o nome social de pessoas trans, e apresentou o tcc  no dia 12 março deste ano. Atualmente, Joseane é coordenadora do Núcleo de Enfrentamento a LGBTFOBIA da Secretaria Estadual de Serviço Social e Cidadania do Piauí (Sasc).

blank
Joseane Borges durante apresentação do seu TCC no dia 12 de março de 2018 (foto: arquivo pessoal)

Alguns dos pontos abordados no TCC para fortalecer o combate a transfobia é a não obrigatoriedade do corte dos cabelos das mulheres trans quando entram no sistema penitenciário masculino, a não ser que seja uma opção pessoal; o respeito pelo nome social da presidiária e, além disso, as mulheres trans serem encaminhadas para a penitenciária feminina, e não a masculina como já ocorreu.

Joseane contou que chegou a visitar mulheres trans nas penitenciárias Major César e Irmão Guido. “O que eu pude constatar é que muitas mulheres trans possuem medo de ficar no sistema prisional masculino por receio de serem abusadas sexualmente, e de serem feitas de ‘empregada’. Eu quero que o meu TCC ajude a ampliar o número de projetos sociais, que combata a exclusão de mulheres travestis e transexuais”, ressaltou.

blank
oseane em visita às penitenciárias do Piauí (foto: arquivo pessoal)

O Conselho Regional de Serviço Social – Piauí (CRESS-PI) explica que o título de Assistente Social só é concedido após inscrição no conselho de Classe. Antes disso, as/os recém formadas/os no curso de Serviço Social possuem o grau de bacharelado. Joseane já deu entrada na documentação necessária para passar a atuar na área.

Em nota, o CRESS-PI parabenizou Joseane Borges. “A conquista de Joseane Borges é também uma vitória para todos aqueles que lutam por direitos e contra toda forma de LGBTfobia. Reafirma nossa luta diária em defesa dos direitos das pessoas trans, no que diz respeito ao acesso a educação e demais serviços públicos, mas também na luta por ampliação dos direitos e contra toda forma LGBTFOBIA/TRANSFOBIA”, afirma a nota.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
RELATED ARTICLES