Guest Post »

Mães são quem mais agridem os filhos por serem gays

Os principais agressores dos gays são da própria família. Esse é o resultado de pesquisa pioneira da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos sobre a homofobia no Brasil.

O estudo analisou quase sete mil casos de violência física e psicológica, muitos deles registrados pelo Disque 100, serviço de denúncias contra violações dos direitos humanos.

De acordo com o relatório, a maior parte das agressões homofóbicas acontece dentro de casa. E mais: são as mães quem mais agridem os filhos por serem homossexuais.

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos Maria do Rosário afirma que a falta de punição nesses casos contribui para a homofobia.

“Nós identificamos que as circunstâncias de impunidade no caso dos crimes de caráter homofóbico contribuem para a continuidade dessa violência”, declarou.

 

 

Fonte: Athosgls

Related posts