Primeiro casamento gay de SP é realizado em Itaquera

O primeiro casamento civil gay da cidade de São Paulo aconteceu às 11h45 desse sábado, 18, no Cartório de Itaquera, na zona leste da capital paulista. Os noivos, o professor, agora chamado Mário Perrone Grego, de 46 anos, e o técnico em enfermagem, Gledson Perrone Grego, de 32 anos, estão juntos desde 2002 e viviam em união estável. Com base em um acórdão publicado no Diário de Justiça de 6 de julho de 2012, que autoriza o casamento civil de pessoas do mesmo sexo na cidade de São Paulo, o casal decidiu oficializar a união.

Usando camisetas com fotos de ambos, Mário e Gledson se emocionaram durante o casamento. “É muito lindo você lutar e conseguir”, afirmou Mário, que chorou muito. “Foi uma emoção só, foi a conquista de um direito que estávamos tentando há anos”, completou. Gledson afirmou que a união o fazia se sentir “mais igual aos outros cidadãos”.

A cerimônia foi realizada pela juíza Janete Berto Pereira, que afirmou nunca ter casado pessoas de mesmo sexo durante 25 anos de profissão.

Cerca de 25 pessoas, entre familiares de Mário e amigos do casal, acompanharam a cerimônia em Itaquera. A família de Gledson não compareceu, porque ainda não apoia a união.

Fonte: Estadão

+ sobre o tema

99% das mulheres assassinadas em Alagoas em 2019 eram negras, revela o Atlas da Violência

99% das mulheres que foram assassinadas em Alagoas no...

Senado aprova plano para combate integrado à violência contra a mulher

O Senado Federal aprovou, nesta terça-feira (9), o Projeto...

Cármen Lúcia será primeira mulher a comandar eleições brasileiras

Ministra assume presidência do TSE em abril. Disputa municipal...

Precisamos parar de eleger qual opressão é mais importante – Djamila Ribeiro

Precisamos parar de eleger qual opressão é mais importante...

para lembrar

Professora lança livro sobre mulheres negras de sucesso

A trajetória escolar e profissional de docentes negras, da...

Você matou Jandira

No dia 26 de agosto, Jandira Magdalena dos Santos...

Anencefalia: com placar de 5 a 1, STF retoma hoje julgamento

Brasília – Com placar de 5 a 1 a...

Feministas comemoram escolha de nova ministra das Mulheres

Companheiras de cadeia. Dilma, Eleonora, Guiomar, Cida e Rose...
spot_imgspot_img

Brasil registra um crime de estupro a cada seis minutos em 2023

O Brasil registrou um crime de estupro a cada seis minutos em 2023. Com um total de 83.988 casos de estupros e estupros de...

Mortalidade materna de mulheres pretas é o dobro de brancas e pardas, diz estudo

Mulheres pretas têm quase duas vezes mais risco de morrer durante o parto ou no puerpério que mulheres pardas e brancas, segundo um estudo da Unicamp (Universidade Estadual...

Plataforma Mães Negras debate impactos do peso na vida profissional

A Plataforma Mães Negras do Brasil, startup (empresa emergente) de impacto social, cujo objetivo é a promoção do desenvolvimento socioeconômico de mães negras, promove nesta quarta-feira...
-+=