Saúde

Filhas de Expedito nasceram com 26 semanas, mas se recuperam bem na UTI neonatal (ISEA)

Brasil tem ‘legião de bebês prematuros’ com alta de covid em grávidas

O casal ficou surpreso, mas feliz quando soube que teria gêmeas. Aline tinha três filhos de um relacionamento anterior e Expedito seria pai pela primeira vez. O dinheiro para manter a família era pouco, mas eles contavam com a ajuda de parentes. "Minha irmã falou para eu morar na casa dela durante a gravidez, enquanto eu construía a nossa própria casa. Aqui é todo mundo vizinho, é uma vilinha", conta o servente de pedreiro. Mas os planos mudaram de repente, quando Aline, de 31 anos, começou a sentir dor de cabeça, febre e fraqueza. Fez o teste de covid, mas, antes mesmo de receber o resultado positivo, começou a sentir falta de ar e deu entrada no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA), em Campina Grande. Três dias depois, sofreu uma parada cardiorrespiratória e os médicos iniciaram uma cesárea de emergência. Foram seis horas tentando salvar mãe e bebês....

Leia mais
Foto: iStock

Endometriose atinge uma em cada dez mulheres no mundo, mas ainda é tabu

Diz respeito a quase 200 milhões de mulheres no mundo, mas é tabu há muito tempo. A endometriose, doença crônica relacionada à menstruação, está começando a ser levada a sério pelas autoridades, graças às vozes de muitas das afetadas. Deambulação médica, medo e desamparo. Foi o que sentiu por muito tempo Lorena García, uma espanhola de 30 anos com endometriose, doença que atinge uma em cada dez mulheres no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Tudo começou há mais de dez anos, quando, de repente, García sentiu fortes dores durante a menstruação. Aí começou a jornada que a levou a visitar uma dúzia de médicos, muitos dos quais disseram que era normal. "Os médicos olham para você de cima, tratam você como louca e às vezes até dizem que você está histérica... Foi um inferno. Eu me senti muito sozinha", explicou à AFP. Essa doença é causada pela...

Leia mais

Campanha marca Dia Mundial de Conscientização dos Transtornos Alimentares

Criadores de conteúdo e especialistas de saúde brasileiros unem-se à campanha mundial #Equity4EatingDisorders, ou #EquidadeParaTA, para levar informação relacionada a transtornos alimentares (TA) à população, com ênfase em minorias, como LGBTQIA+, negra e gorda no Instagram. Em uma campanha da ASTRAL (@astralbr - Associação Brasileira de Transtornos Alimentares) com apoio do Instagram, especialistas e criadores discutirão mitos e verdades comumente associados aos transtornos alimentares e diferentes grupos em uma série de vídeos, cards informativos e uma transmissão Ao Vivo. "Os grupos marginalizados costumam ter dificuldades de acesso tanto à informação quanto ao tratamento de transtornos alimentares. Por isso, este ano, além de falar sobre os tipos de TA e tratamento, a campanha tem como foco trazer informações sobre os transtornos nas minorias" diz o nutricionista Muriel H. Depin (@obarrigapositiva), especialista em transtornos alimentares e membro do Conselho Técnico da ASTRAL.  Nos episódios da série, ativistas como Ju Romano (@ju_romano) da comunidade Body Positive...

Leia mais
A laranja é um ótimo antioxidante para evitar a Anemia Falciforme (AF)
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Entenda a importância da nutrição na doença falciforme

A importância nutricional em pacientes com Anemia Falciforme (AF) tem sido o foco no tratamento, pois uma alimentação adequada pode ajudar no crescimento saudável e adequado de crianças, e reduz riscos de complicações em doentes de qualquer idade. Tradicionalmente as orientações alimentares disponíveis abordam associações com deficiências de micro e macro nutrientes, assim como minerais (zinco, magnésio, ferro, cobre cromo, manganês) e terapia antioxidante. A AF é uma das doenças nas quais o estresse oxidativo desempenha um papel significativo, afetando os glóbulos vermelhos e levando à inflamação e à dor. Entre os vários antioxidantes, os flavonoides (laranja, limão, tangerina, lima, repolho roxo, alface roxa, alho, batata de casca avermelhada e batata doce roxa) são muito importantes. As vitaminas A presentes na gema de ovo, cenoura, espinafre, manga, mamão e C (laranja, limão, tangerina e lima) e (salmão, ovo cozido, fígado de galinha, fígado de boi, abóbora, brócolis, espinafre, acelga, azeitona,...

Leia mais
A médica afirma que o descontrole da pandemia no país poderia ter sido evitado com políticas públicas adequadas
Foto: Adriana Medeiros

“Ainda há vidas para salvar”: diretora da Anistia falará na CPI da Covid

Médica e diretora-executiva da Anistia Internacional Brasil, Jurema Werneck, 59, foi chamada a falar à CPI da Covid no dia 24 de junho como representante do Movimento Alerta, grupo formado por 12 organizações médicas e de direitos humanos que compilou dados sobre o que chamam de mortes evitáveis. "Claro que a epidemia no país levaria algumas pessoas e que o vírus produziria mortes, mas, na nossa análise, vemos um excesso de vidas perdidas, resultado de negligência. Há medidas que poderiam ter sido tomadas e não foram, como testar o máximo de pessoas e aparelhar melhor o SUS (Sistema Único de Saúde)", diz ela a Universa. A análise feita pelo Movimento Alerta foi uma solicitação da própria comissão. Na entrevista a seguir, Werneck fala dos esforços que teve desde o início da pandemia, quando alertou o Ministério da Saúde, a Funai (Fundação Nacional do Índio) e a Fundação Palmares sobre a necessidade de se...

Leia mais
Image: ANURAKE SINGTO-ON/Shutterstock.com

Taxa de infecção por HIV nos EUA caiu 73% entre 1981 e 2019, aponta estudo

As novas infecções anuais pelo vírus HIV caíram 73% entre 1981 e 2019, de acordo com uma nova análise das autoridades de saúde dos EUA, divulgada nesta quinta-feira (3). No entanto, a proporção de negros e latinos infectados aumentou, de acordo com o Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), que divulgou seu primeiro relatório sobre o vírus há quase 40 anos. "Os declínios são devido a décadas de trabalho e colaboração com cientistas, pacientes, defensores dos pacientes e comunidades", disse a diretora do CDC, Rochelle Walensky. A funcionária lembrou sua experiência como jovem médica em Baltimore no auge da epidemia, quando "tudo que eu tinha para oferecer aos meus pacientes era minha mão estendida e minha presença ao lado do leito", antes de meados da década de 1990, época em que os primeiros tratamentos altamente eficazes foram aprovados. Estima-se que 1,2 milhão de pessoas vivam com HIV nos...

Leia mais
Foto: Getty Images

Pesquisa da UFMG identifica mais de 71 bebês com anticorpos para a Covid-19 em Minas Gerais

Uma pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) identificou 71 bebês que nasceram com anticorpos para a Covid-19. De acordo com a professora Cláudia Lindgren, do Departamento de Pediatria da instituição, o objetivo do estudo é acompanhar o impacto no desenvolvimento infantil. "A gente tem esperança de que os anticorpos possam proteger um pouco esses bebês, pelo menos por alguns meses. A presença dos anticorpos confirma que eles foram expostos à infecção durante a gestação. Por outro lado, a gente não sabe que tipo de repercussão a longo prazo isso pode ter no desenvolvimento deles", explicou a coordenadora do trabalho. No Brasil, também há outros casos de bebês que nasceram com anticorpos para a Covid-19 registrados em Santa Catarina, Bahia e Acre. Um caso em cada estado. A confirmação dos anticorpos não é uma garantia de que o bebê é imune ao coronavírus. A pesquisa está sendo realizada em...

Leia mais
© iStock

Câncer de mama: pandemia pode ter deixado 4 mil casos sem diagnóstico no Brasil, diz estudo

Entre as várias doenças cuja prevenção e tratamento foram afetadas pela pandemia de coronavírus, está o câncer mais numeroso em novos casos e mortes de mulheres no Brasil, depois do de pele não melanoma: o de mama. Uma das medidas mais importantes para a detecção precoce da doença, a mamografia para mulheres com idade entre 50 e 69 anos, foi diretamente afetada pela pandemia, conforme mostra um levantamento recente, publicado em abril na Revista de Saúde Pública. O número de mamografias realizadas na rede pública nesta faixa etária diminuiu 42% em 2020 na comparação com o ano anterior, caindo de 1.948.471 em 2019 para 1.126.688 no ano em que a pandemia começou. A diferença de 800 mil exames não realizados no ano passado deve significar algo em torno de 4 mil casos de câncer de mama não diagnosticados em 2020, considerando estimativas da taxa de detecção da doença nas mamografias...

Leia mais
Imagem: Bárbara Miranda/AzMina

Com Covid-19 e anorexia: pandemia agravou casos de transtornos alimentares

Instabilidade extrema, falta de controle sobre o que acontece, solidão, convivência extrema com si própria e o espelho, tempo demais nas redes sociais. Isso descreve a vida da maioria dos brasileiros há mais de um ano, mas para as pessoas que enfrentam transtornos alimentares esta é também a descrição de tudo aquilo que tira seu sono e pode disparar a doença - e tornar a pessoa ainda mais vulnerável ao coronavírus. A estudante baiana Maria Eduarda Rocha, Mia, de 21 anos, sentiu no corpo isso tudo: desde o começo da pandemia, passou de 70 kg para 41 kg, com seus 1,64 m de altura. Seu quadro de anorexia, que estava sob controle havia anos, voltou com tudo com o início da pandemia. E quando contraiu a Covid-19, a situação piorou. “Cheguei ao ponto de emagrecer religiosamente cerca de 2 kg por dia”, conta. Enfraquecida, ela teve dificuldade para se recuperar da...

Leia mais
Foto: Yuki Iwamura/Associated Press

Abolição inconclusa e a ausência de saúde da população negra no Brasil

Em mais um 13 de maio, lembramos a data da sanção da lei que, há 133 anos, determinou o fim da escravatura no Brasil. Ao contrário do que sugere o termo abolição, a data deve ser lembrada pelas desigualdades e violências a que segue submetida a população negra brasileira — 56% da população do país. A ideia de abolição inconclusa reflete um processo de construção de cidadania inacabado e que  continua operando a lógica da escravidão e seus efeitos perversos, visíveis na forma como negras e negros vêm sendo mantidos em condições de desumanidade até os dias atuais. A desumanização é central para pensarmos sobre as condições de saúde da população negra. Somente ocupa um lugar de proteção social aquele que partilha de humanidade e somente é um sujeito de direito aquele que é digno de vida. Portanto, pensar em um sistema de proteção à vida que seja equitativo passa, necessariamente, pela...

Leia mais
Censo demográfico informa, também, sobre a saúde e as necessidades dos brasileiros
REPRODUÇÃO/FREEPIK

Sem Censo 2021, Saúde Pública ficará às escuras, diz especialista

A cada 10 anos, o censo demográfico realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) não só conta quantos habitantes há no Brasil, como também mostra quem são e como vivem os brasileiros. Fundamental para a elaboração de políticas de Saúde Pública, o último censo foi feito em 2010 e, por causa da pandemia, precisou ser adiado em 2020. Este ano, quando deveria ser realizado, sofreu com os cortes orçamentários do governo federal e corre o risco de passar em branco. O STF (Supremo Tribunal Federal) determinou, no último dia 28, que o governo federal adote medidas para a realização do Censo 2021, mas ainda não há uma previsão para isso. Por enquanto, a preocupação é sobre como a falta dos dados censitários podem dificultar a contenção dos danos causados pela pandemia na vida dos brasileiros. Para Fernanda Lopes, doutora em Saúde Pública pela USP (Universidade de São Paulo), o cenário pode...

Leia mais
Anielle Franco (Foto: Bléia Campos)

Mães e gestantes negras na pandemia de covid-19: O desafio está ainda maior

As últimas semanas têm sido especialmente difíceis para conseguir dar conta de toda a demanda do trabalho e da maternidade. Além dos desafios que ficam restritos à minha casa e núcleo familiar, ainda tem os trazidos pela pandemia de covid-19, que se misturam intimamente com quem sou e como vivo minha vida. Na última semana li uma notícia sobre uma puérpera de Manaus que veio a óbito apenas 27 dias depois de ter dado à luz, em decorrência não da covid-19, mas da falta de ética e preparo de uma médica. Jucicleia, jovem mãe de 30 anos, morreu após sua médica considerar adequada a utilização de um tratamento experimental com hidroxicloroquina, - defendido pelo presidente Bolsonaro - sem o devido consentimento e nem a devida explicação dos riscos que ele representava. O resultado? Mais uma família destruída pela pandemia, mas principalmente, pelo negacionismo e negligência de quem deveria trabalhar para...

Leia mais
Sem tomar a segunda dose da vacina contra a covid-19, a proteção fica incompleta (Foto: GETTY IMAGES)

Vacinação contra Covid na cidade de SP entre quem tem 70 anos ou mais é menor na periferia

As pessoas com 70 anos ou mais nos distritos mais pobres foram, proporcionalmente, menos vacinados contra a Covid até o momento na cidade de São Paulo. É nessas áreas que a mortalidade pela doença é maior e, por isso, mais urgente a imunização. Levantamento feito pela Folha considerou a proporção de imunizados nessa faixa etária em relação a essa mesma população em cada distrito da capital até o último dia 29. Nos 10 distritos com mais mortes de idosos por Covid, todos com IDH (índice de desenvolvimento humano) dos mais baixos do município, foram vacinados com a primeira dose, em média, 58% dos residentes nessas faixa etária. São locais como São Miguel e Guaianases, no extremo leste da capital. A cada mil idosos que moram nesses distritos, 33 morreram de Covid. Já nos 10 distritos com menor mortalidade, dos quais 8 têm IDH muito alto (acima de 0,8), 75% dos...

Leia mais
Fachada da UPA Campo Limpo, zona Sul de São Paulo (Foto: Edson Hatakeyama)

102 mortos em março: o colapso de uma UPA administrada pelo Einstein em SP 

Foi ao lado de dez pacientes espremidos em uma sala pequena, sem ventilação e água, que dona Aureny de Almeida dos Santos, 57, viu um homem da sua idade morrer a seu lado. Era o primeiro de outros tantos óbitos que ela afirma ter visto ao longo daquele sábado enquanto suportava, sem leito, as dores e calafrios provocados pelos sintomas da covid-19. Aquela era a quarta vez que dona Aureny tentava ser atendida na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Campo Limpo, zona sul de São Paulo, administrada pela Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein, OS (organização social), e eleita pela prefeitura referência para tratar covid-19 na região. Na unidade, 102 pessoas morreram apenas em março esperando por um leito, segundo uma fonte que trabalha na UPA e que pediu para não ser identificada. A prefeitura e o Einstein não comentaram esse número. Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde...

Leia mais
Getty Images

A saúde mental de trabalhadoras após um ano de pandemia

Regina Candido, 47, sempre sonhou em ser enfermeira. Após anos trabalhando como atendente em supermercados, profissionalizou-se por meio de cursos técnicos e, aos 40 anos, realizou o sonho da graduação em enfermagem. Hoje, é pós-graduada em urgência de UTI e trauma. O primeiro cargo na profissão, no entanto, veio em meio à pandemia, para trabalhar diretamente com pacientes infectados pela COVID-19. “Apesar de toda a tristeza gerada pela doença, algumas portas foram abertas, porque a demanda é grande diante do número de pessoas com COVID-19 e superlotamento de hospitais”, diz. Linha de frente do combate à doença no país, ao lado de mais de 2 milhões de enfermeiros, sendo 85% composto por mulheres,  segundo o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Regina mora em Perus, extremo noroeste da capital paulista, e todos os dias gasta ao menos 3h atravessando a cidade de trem e metrô para cuidar de outras pessoas. “Minha maior...

Leia mais
Vacinação completou dois meses em São Paulo | Magno Borges/Agência Mural

São Paulo vacinou 3 vezes mais pessoas identificadas como brancas do que negras

A vacinação contra a Covid-19 na população começou há pouco mais de dois meses na cidade de São Paulo. Desde 5 de fevereiro, 1,5 milhão de moradores receberam, pelo menos, a primeira dose da vacina. A campanha, que é dividida por grupos prioritários, foi iniciada por profissionais da saúde e depois com pessoas de 90 anos ou mais, e reduzida gradativamente até chegar à população com 68 anos de idade – a partir do último dia 26 de março. Embora a cor/raça do vacinado nem sempre seja um critério anotado no momento da vacinação (57% dos que receberam a vacina não tinham informação a esse respeito), dados obtidos pela Lagom Data, a pedido da Agência Mural, mostram que, até o dia 10 de abril, a capital paulista tinha vacinado três vezes mais brancos do que negros. Entre 5 de fevereiro e 10 de abril, considerando aqueles que tiveram a cor/raça...

Leia mais
Sem tomar a segunda dose da vacina contra a covid-19, a proteção fica incompleta (Foto: GETTY IMAGES)

Covid-19: os riscos de não tomar a segunda dose da vacina

Num café da manhã com jornalistas realizado na última terça-feira (13/04) em Brasília, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que mais de 1,5 milhão de brasileiros não voltaram aos postos de saúde para receber a segunda dose da vacina contra a covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, São Paulo é o estado com o pior índice, com mais de 343 mil atrasados. Na sequência, aparecem Bahia (148 mil) e Rio de Janeiro (143 mil). Queiroga disse que pretende reforçar as campanhas para que todos completem o esquema vacinal. Para isso, vai contar com o apoio do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass). A informação do ministro foi complementada pela coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Francieli Fantinato. A especialista pediu que todos aqueles que tomaram a primeira dose e já esperaram o intervalo mínimo necessário retornem até o local de vacinação mais próximo para completar...

Leia mais
(Foto: Jordana Seneb)

Jornada de Saúde Africana faz um ano e promove bolsas à pessoas pretas e indígenas

Salvador, Abril de 2021 - O casal Candace Makini e Amani Kush, gestores da plataforma Kiumbe Ixi, desenvolveram a ‘Jornada Seneb Nbw’ (se lê ‘nebú) que completa um ano de atividades em abril de 2021. A ideia foi desenvolvida como uma adaptação aos eventos de promoção da saúde holística africana realizados presencialmente em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Rio Grande do Sul, Brasília e Santa Catarina. Nesta edição especial de um ano, serão selecionadas cinco pessoas pretas ou indígenas que estejam passando por questões emocionais e/ou psicólogicas decorrentes da pandemia e do isolamento social. Os interessados devem demonstrar interesse via mensagem no instagram da plataforma. O evento contempla seis encontros online, entre os dias 10 e 18 de abril, que ocorrerão via plataforma Zoom, além de trocas de informações e materiais de estudo pelo Whatsapp. Durante a pandemia, o álcool e a cafeína têm sido as drogas psicoativas mais...

Leia mais
Foto: Maurian Soares Salvador/Getty Images

Especialista aponta recorte racial como prioridade de vacinação

Estudo mostrou que as desigualdades raciais e sociais foram intensificadas pela pandemia de covid-19, levando a um número maior de mortes entre a população negra do Brasil no ano passado. Mortes por doenças - incluindo doenças respiratórias como a covid-19 - aumentaram 18% entre os brasileiros brancos no último ano, enquanto entre pessoas negras o crescimento chegou a 28%. De acordo com especialista, políticas públicas devem considerar a desigualdade racial para o combate à pandemia. Realizado pela Vital Strategies e pelo núcleo de pesquisa Afro-Cebrap - do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento -, o estudo utilizou o excesso de mortalidade como indicador. O método é usado por epidemiologistas e especialistas em saúde pública para calcular a diferença entre o número de mortes esperadas e o número de mortes observadas em um determinado período e local. Na análise, foi comparada a quantidade de óbitos por causas naturais esperada em 2020...

Leia mais

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

No Content Available

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist