Entretenimento

Foto: Duda Viana

Cia. do Despejo faz crítica à necropolítica brasileira na videoarte online ‘IRETI’, inspirada na mitologia Iorubá

Com a missão de dar voz às culturas afrodiaspóricas – que foram depreciadas ao longo da História -, a Cia. do Despejo estreia a videoarte online “IRETI”, inspirada no espetáculo de mesmo nome. A obra é uma crítica à necropolítica brasileira e às violências sofridas pelas mulheres negras em nosso país. O texto ficou em 4º lugar no edital de Dramaturgia em Pequenos Formatos Cênicos, realizado pelo CCSP – Centro Cultural São Paulo em 2019. As cenas foram gravadas sem plateia e seguindo todos os cuidados para garantir a segurança do elenco. O resultado será transmitido entre os dias 15 e 18 de abril, 13 a 16 de maio, 19 a 22 de junho e 17 a 19 de julho, sempre às 20h, pelo canal da Cia. Mungunzá de Teatro no YouTube. A montagem, que tem dramaturgia de Ingrid Alecrim e direção de Thaís Dias, é inspirada na mitologia Iorubá,...

Leia mais
Milton Nascimento é tema de longa-metragem que será realizado pela produtora Gullane — Foto: Instagram/Reprodução

Milton Nascimento anuncia que será produzido filme sobre trajetória dele

Milton Nascimento, 78, ganhará um filme contando a trajetória dele. A notícia foi dada pelo próprio cantor em sua página no Instagram na noite deste domingo (11). O longa ainda não teve nome e data de estreia divulgados. "Na última semana, meu filho e empresário, Augusto Nascimento, assinou com Fabiano Gullane o contrato de um filme sobre a minha trajetória. Logo traremos mais notícias sobre esse longa para vocês! Quem aí gostou da novidade?", escreveu Milton. Ao comentar que a foto que acompanhava a postagem não era das melhores, o artista contou que ela foi tirada enquanto ele ouvia as gravações do documentário "Milton e o Clube da Esquina". A série disponível no Globoplay conta com seis episódios, que têm, em média, meia hora de duração cada um. Uma das últimas postagens de Milton nas redes sociais foi feita no dia em que ele se vacinou contra a Covid, no...

Leia mais
Celeste (Foto: Sergione Infuso/Corbis/Getty)

7 canções para conhecer Celeste, indicada ao Oscar 2021 por “Hear My Voice,” [LISTA]

Celeste Epiphany Waite é o novo nome do R&B e soul music. A cantora e compositora britânica iniciou a carreira em 2017 com o EP The Milk & The Honey e, naquela época, atingiu grande reconhecimento na mídia e público. Em janeiro de 2021, lançou o disco de estreia Not Your Muse, alcançando o primeiro lugar no topo da parada do Reino Unido. Com o disco, Celeste recebeu três indicações para o Brit Awards 2021, como Álbum do Ano, Artista Solo Feminina e Artista Revelação. Além, de claro, a indicação ao Oscar 2021na categoria Melhor Canção Original com a faixa “Hear My Voice”, na produção de Aaron Sorkin, Os 7 de Chicago. Para conhecer mais do estilo da cantora, separamos sete músicas de Celeste, desde o primeiro EP até o novo disco; confira: "Love is Back" "Love is Back" é a oitava faixa do disco de estreia, Not Your Muse, e mistura...

Leia mais
Foto: Divulgação

Unity Warriors estreia espetáculo de dança “MANOfestAÇÃO” e celebra a cultura hip-hop

Unity Warriors apresenta “MANOfestAÇÃO” em parceria com a Ocupação Artística Canhoba e Ocupação Casa Hip-Hop Perus Nos dias 16 e 18 de abril de 2021 (sexta-feira e domingo), a Unity Warriors - grupo que tem como fundador o bailarino Igor Souza - inicia a temporada de estreia de “MANOfestAÇÃO”, espetáculo de dança inspirado nas festas de rua que deram origem à cultura hip-hop, onde jovens encontravam na dança um refúgio e um espaço de protesto. As apresentações fazem parte do projeto contemplado na 1ª Edição do Prêmio Aldir Blanc e serão transmitidas gratuitamente através do Facebook da Ocupação Artística Canhoba (www.facebook.com/ocupacaoartisticacanhoba) no dia 16, às 21h00, e da Ocupação Casa Hip-Hop Perus (https://www.facebook.com/casadohiphopperus) no dia 18, às 20h30. Em “MANOfestAÇÃO” que tem como base de pesquisa o breaking, propõe importantes reflexões sobre a desigualdade social e o racismo estrutural através da dança. A programação contará ainda com quatro cursos gratuitos...

Leia mais
Foto: Divulgação

“Das Mais Belas Tristezas às Mais Doces Levezas”, novo disco de André Dias tem doses de amor, desapego e protagonismo do homem negro

Com músicas que trazem um contraponto ao retratar o protagonismo de um homem negro, preso a estereótipos racistas e machistas, o cantor, compositor e guitarrista, André Dias, lança o disco “Das Mais Belas Tristezas às Mais Doces Levezas”, no dia 7 de abril, nas plataformas de streaming. A foto da capa é de Glauco Neves, a produção é assinada por André T e traz as participações de Antenor Cardoso, Cadinho Almeida, Morotó Slim, entre outros artistas. Em março, André deu um gostinho deste projeto com o lançamento do single “Remonta” e mostrou que DMBTAMDL é um disco bem pessoal. O período de gravações foi um processo de cura, descobertas e redescobertas. Suas canções são autobiográficas e tentam lançar luz à forma como a tristeza e seus diversos tons permeiam – positiva e negativamente – as relações amorosas. Após lidar com um término de relacionamento traumático, algumas das faixas do disco...

Leia mais
Foto: Divulgação

Festival serrote promove debates online com Isabel Wilkerson, Claudius Ceccon e Wlamyra Albuquerque, entre outros

Organizado pela revista de ensaios do Instituto Moreira Salles, o Festival serrote chega à quarta edição, em formato online. O evento gratuito acontece de 15 a 17 de abril (quinta a sábado) e será transmitido ao vivo nos canais de YouTube e Facebook do IMS, com interpretação em Libras. A programação traz debates sobre temas atuais, como o racismo estrutural, as políticas identitárias e a memória da ditadura civil-militar brasileira. Haverá ainda uma mesa sobre os impactos da pandemia de gripe espanhola no Brasil, no começo do século XX. Grande parte dos convidados assinam ensaios na serrote #37, edição mais recente da revista, disponível nas livrarias e na loja virtual do IMS. O festival inicia no dia 15 (quinta), às 19h, com a jornalista norte-americana Isabel Wilkerson, vencedora do Prêmio Pulitzer. A autora apresentará seu livro Casta: as origens de nosso mal-estar, que será lançado no Brasil pela editora Zahar....

Leia mais
Foto: Divulgação/Netflix

SAG Awards consagra Chadwick Boseman e Viola Davis em premiação histórica

O SAG Awards, premiação do Sindicato dos Atores dos EUA e principal prévia das categorias de interpretação do Oscar, realizou sua 27ª edição no domingo (4/4). Sem exibição para o Brasil, o evento foi o mais curto da história da premiação, com uma hora corrida de participações pré-gravadas e agradecimentos por vídeo. Mas seu saldo foi histórico. Para começar, o prêmio confirmou o favoritismo de Chadwick Boseman, vencedor do troféu póstumo de Melhor Ator pelo último papel de sua carreira, em "A Voz Suprema do Blues". O ator faleceu em agosto do ano passado, aos 43 anos, em decorrência de um câncer de cólon, após esconder a doença dos estúdios, colegas e fãs por quatro anos, e também venceu postumamente o Globo de Ouro e o Critics Choice. Além dele, Viola Davis foi premiada como Melhor Atriz pelo mesmo filme, lançado pela Netflix em dezembro. A última vez que intérpretes...

Leia mais

A Arte de Governar a Si Mesmo: uma caravana pelo interior

Com o apoio da Lei Aldir Blanc, através do Edital Retomada Cultural da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, estreia no dia 5.04 o projeto “A Arte de Governar a Si Mesmo – Caravana pelo Interior”, do qual faz parte a peça homônima vencedora do edital de Teatro Adulto para Espaços Alternativos da Fundação de Arte de Niterói, e do prêmio Cultura Presente Nas Redes da SECEC-RJ. A filósofa da educação, Bia Machado, abre os trabalhos dia 5.04, às 20h, no YouTube Daniella D´Andrea, da atriz e contadora de histórias que idealizou, atua e media todas atividades. A partir da expressão bambara - “as pessoas da pessoa são múltiplas na pessoa” - difundida pelo mestre da tradição oral malinês Amadou Ampaté Bá – Bia Machado conversa sobre “A pessoa da pessoa: concepções de ser humano em outras culturas”. Ela é formada em Psicologia, é Doutora e Pós-Doutora em Filosofia...

Leia mais
Foto: Divulgação

SescTV exibe e disponibiliza sob demanda curtas que destacam produções de mulheres negras

O SescTV disponibiliza sob demanda e exibe no canal curtas-metragens que vão ar a partir do dia 1º de abril, todas as quintas feiras, às 22h. As produções complementam o ciclo de curtas metragens "Mulheres Negras no Audiovisual", que começaram a ser exibidos durante o mês de março no canal. Os curtas-metragens "Barco de Papel", de Thais Scabio; "Corações Encouraçados", dirigido por Jamile Coelho e Cintia Maria; e "Cinzas", de Larissa Fulana de Tal serão exibidos na faixa +Curtas, composta por filmes de curta duração, documentais e ficcionais, produzidos no Brasil e no exterior. Sob a curadoria da cineasta Renata Martins, o ciclo Mulheres Negras no Audiovisual apresenta um recorte da produção recente em curtas-metragens feitos por mulheres negras, que dão visibilidade ao protagonismo negro e ao combate ao racismo. Todas as histórias podem ser assistidas em casa, na plataforma do SescTV, gratuitamente e sem necessidade de cadastro. Na animação...

Leia mais
Espetaculo Yèyé-Projeto MAMA ÁFRICA (Foto: Ismael Silva)

Yèyé: um espetáculo de contação de histórias para mulheres que vivenciam a maternidade em tempos de pandemia

A pandemia revelou algo que toda mãe já sabe, mas que agora está potencializado: a carga emocional e o acúmulo de trabalho. Nesse momento de confinamento e de distanciamento social quem acolhe, aconchega e as escuta? Pensando nas mães, afinal a idealizadora deste projeto também é uma, e foi diretamente afetada pela pandemia. Josy Acosta, atriz, produtora cultural e mestra em artes cênicas, gaúcha radicada em Salvador há 10 anos, estreia no início de abril, no youtube, o espetáculo Yèyé (em yorubá arcaico pode ser traduzido como mãe, mãezinha, uma forma carinhosa de definir as mães), a montagem é fruto do projeto MAMA ÁFRICA aprovado no prêmio das artes Jorge Portugal. O espetáculo foi construído a partir de uma pesquisa de campo na Fundação Pierre Verger, local onde a atriz e sua equipe escutaram a griote Vovó Cici contar histórias de orixás femininos. Josy revela: “pedi a Vovó que contasse...

Leia mais
Divulgação

II Festejo Raízes do Riso exalta comicidades negras em confluência aos saberes indígenas e bendiz a alegria como fundamento-ético

O espaço formativo Terreiros do Riso anuncia o festival “II FESTEJO: RAÍZES DO RISO”, entre os dias 5 e 11 de abril, que tem como fundamento a alegria das mais diversas produções culturais negras em confluência aos saberes indígenas. Reúne mais de 70 pessoas, entre artistas do riso, grupos tradicionais, palhaçes, mestris, professoris, pensadoris, pesquisadoris, músices, dançarines, referências e vozes que atuam na contramão da visão euroreferenciada sobre riso, alegria e comicidade e enaltecem expressões diaspóricas, originárias e contemporâneas, pouco reconhecidas nas academias, nos espaços formativos e mercado cultural.  Esses sete dias serão suleados pela oralidade, ferramenta de expressão e conexão de uma geração a outra, e pela estética criativa da comicidade ancestral. A memória e a força dos saberes tradicionais serão acionados para fortalecimento do riso e da alegria como orientadores da luta, resistência, denúncia e celebração negra no Brasil. Exu, o senhor das encruzilhadas, responsável por transportar o...

Leia mais
Seminário conta com participação de Lázaro Ramos, Rodrigo França e Bárbara Carine (Divulgação/Imagem enviada para o Portal Geledés)

Projeto Calu Brincante produz série de ações ligadas à tradição, ancestralidade e ludicidade para público infanto-juvenil

Trabalhar memória, tradição e representatividade em uma série de iniciativas lúdicas e criativas voltadas para o público infantil, pais e educadores, essa é a ideia do Projeto Calu Brincante, que entre os meses de março e abril promove o lançamento de um jogo virtual e de um cd com músicas autorais, uma série de apresentações online do espetáculo “Sarauzinho da Calu” e um seminário sobre a incorporação das brincadeiras antigas para o desenvolvimento cognitivo das crianças e melhor interação nas famílias. A história da menina negra que cria um universo alternativo carregado de símbolos afro-brasileiros nasceu no premiado livro “Calu, uma menina cheia de histórias” (2017), de autoria de Cássia Vale e Luciana Palmeira, com prefácio de Lázaro Ramos. Em seguida, virou o espetáculo “Sarauzinho da Calu” e foi vencedor do Prêmio Braskem de Teatro do 2020 como melhor espetáculo infantojuvenil. Agora a iniciativa expande também para canais digitais com...

Leia mais
Medida Provisória, filme de Lázaro Ramos (Foto: Mari Vianna)

Festival cita filme de Lázaro Ramos como “o melhor desde ‘Cidade de Deus'”

O Pan African Film Festival, evento de Cinema em Los Angeles, nos Estados Unidos, anunciou Medida Provisória, filme de Lázaro Ramos, como o "melhor filme brasileiro desde Cidade de Deus", lançado em 2002. Medida Provisória, filme de Lázaro Ramos (Foto: Mari Vianna) O longa, que traz no elenco nomes como Alfred Enoch (de How To Get Away With A Murder), Taís Araujo, Seu Jorge, Adriana Esteves e Renata Sorrah, já venceu o festival de cinema de Memphis - na categoria Melhor Roteiro - e agora chega em mais dois festivais americanos, SXSW (South By Southwest) e o PAFF (Pan African Film Festival). Medida Provisória, filme de Lázaro Ramos (Foto: Mari Vianna) Já no SXSW, em que também concorre, o filme terá sua aguardada apresentação na quarta-feira (17).  No Brasil, a previsão de estreia do longa-metragem é no segundo semestre. Medida Provisória, filme de Lázaro Ramos (Foto: Mari Vianna)   Fonte:...

Leia mais
Por seu trabalho em "A Voz Suprema do Blues", Chadwick Boseman foi indicado postumamente ao prêmio de melhor ator nesta edição do Oscar. Foto: Reprodução

Chadwick Boseman recebe indicação póstuma ao Oscar por ‘A Voz Suprema do Blues’

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou na manhã desta segunda-feira a lista de indicados a 93ª edição do Oscar. Entre os indicados na categoria de melhor ator está Chadwick Boseman, por sua performance como o trompetista Leeve em "A Voz Suprema do Blues", da Netflix. O ator morreu em agosto do ano passado, aos 43 anos, após 4 anos, vítima de um câncer de cólon que tratava há quatro anos. Boseman se consagrou mundialmente por ter protagonizado "Pantera Negra" em 2018, mas atuava em seriados desde 2003. A produção da Netflix foi o último filme gravado por ele, e o fez se tornar presença constante nas premiações, disparando como um favorito. Há algumas semanas foi premiado pelo Globo de Ouro. Boseman se tornou um símbolo de representatividade durante sua carreira, além de ter dado vida ao príncipe de Wakanda, o primeiro super-herói de ascedencia africana das histórias em...

Leia mais
Beyoncé (Foto: Getty Images)

Todos saúdam a rainha: Beyoncé reina após quebrar recordes do Grammy

Beyoncé chegou ao Grammy nesse domingo (14) com nove indicações, o maior número de qualquer artista da noite. E que noite foi para ela. No fim, a artista quebrou o recorde de mais Grammys ganhos por uma mulher e qualquer cantor, homem ou mulher, com 28 prêmios - também empatando com o empresário musical Quincy Jones como a pessoa viva com mais Grammys. Queen B ultrapassou a cantora de bluegrass country Alison Krauss, que anteriormente detinha o recorde feminino com 27 Grammys. A sequência de vitórias começou antes da cerimônia televisionada, quando Beyoncé e a filha de 9 anos, Blue Ivy Carter, ganharam o prêmio de melhor videoclipe pelo single "Brown Skin Girl". Beyoncé e Megan Thee Stallion também fizeram história como a primeira dupla de mulheres a ganhar o melhor desempenho de rap com o remix de "Savage" de Megan Thee Stallion. A dupla ganhou o prêmio de melhor...

Leia mais
Foto: Divulgação/ Mattel

Matel lançou 10 novas Barbies negras para trazer mais diversidade e representatividade

A Mattel lançou uma nova coleção de Barbies com diferentes tons de pele, tipos de cabelo e corpos em colaboração com a estilista afro-americana Shiona Turini, com o objetivo de promover a inclusão e para que todas as meninas se sintam representadas. A designer ficou muito animada quando a empresa a contatou para desenvolver o projeto. Em um post em sua conta do Instagram ela comentou sobre sua experiência no desenvolvimento de designs para cada uma das bonecas: “Minha visão era projetar bonecas Barbie diversificadas e realistas, em estilos fortes com temas que tenho visto ao longo do meu trabalho, como o contraste de pele, desafiando a uniformidade tradicional.” Além disso, Shiona comentou que desenhar as bonecas afro foi um sonho que se tornou realidade para ela: “Cresci obcecada pela Barbie e, embora ela tenha sido um dos meus primeiros ícones de moda, lembro-me claramente de procurar nas prateleiras por...

Leia mais
Foto: Carol Coelho

Abertas, neste domingo (14), as inscrições para oficinas gratuitas da Mostra Multiplataforma sobre subjetividades e experiências coletivas negras e femininas

Estão abertas, a partir deste domingo (14) e segue até o próximo domingo (21), as inscrições para as oficinas de Performance Negra Feminina e Vivência de Autocuidado Feminino da Mostra Multiplataforma “Corpos (In)visíveis: Entre a Dor e a Potência”, que começa no dia 20 de março. Gratuito, o evento, que acontece nos formatos presencial e online, visa discutir as subjetividades, individualidades e experiências coletivas negras e femininas através de exposições fotográficas e de colagens, videoperformances artísticas, videoartes, depoimentos em vídeo, oficinas, lives e mesas de debate. Pela quarta-feira do dia 24 de março, às 14h, acontece a oficina “Performance Negra feminina”. Para participar, basta se inscrever por meio do formulário disponível nas redes sociais Corpos Invisíveis: @invisiveis.corpos), entre os dias 14 e 21 de março. Online, a oficina, com 10 vagas, será pelo aplicativo Zoom. E, no dia 31 de março, às 14h, a oficina “Vivência de autocuidado feminino” encerra...

Leia mais
(Foto: Preto El)

Agô Performances Negras lança documentário para o espetáculo “BANZO” e faz exibição online no próximo dia 14 de março

Refletindo sobre a legitimação, valorização e conscientização da história preta brasileira, o Agô Performances Negras acaba de anunciar a exibição online e inédita do documentário “BANZO”. Programado para às 19h do próximo domingo, 14 de março, o projeto será transmitido pelo canal do YouTube Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros e, simultaneamente, no do próprio coletivo. “Escolhemos essa data porque no mesmo dia, no ano de 1914, nascia em Franca, cidade do interior de São Paulo, o ator, poeta, escritor, dramaturgo, artista plástico, professor universitário, político e ativista dos direitos civis e humanos das populações negras, o grande Abdias do Nascimento. Criador do TEN  - Teatro Experimental do Negro - em 1944, Abdias propôs a valorização social do negro e da cultura afro-brasileira por meio da educação e da arte, com a ambição de delinear um novo estilo dramatúrgico, guiado por uma estética própria.  Abdias Nascimento é sem dúvidas uma das nossas...

Leia mais
Calvin Ellis (Foto: Reprodução/DC Comics)

Conheça Calvin Ellis, personagem que pode ser 1° Superman negro dos cinemas

As produções da Warner Bros. com heróis da DC Comicsdevem apostar no multiverso da editora, de acordo com os últimos anúncios de filmes - The Batman, The Flash, Coringa, entre outros. No final de fevereiro de 2021, o estúdio anunciou longa com o primeiro Superman negro dos cinemas. Porém, Warner não disse ao certo quem seria esse Superman. Sabemos que não será o clássico Clark Kent, e rumores apontam para Calvin Ellis, personagem da Terra-23, uma das várias realidades do multiverso da DC dos quadrinhos. Há anos, especulações na mídia falam sobre a empresa querer Michael B. Jordan como próximo Homem de Aço. Afinal, quem é esse tal de Calvin Ellis? Veja abaixo: Origem Criado por Grant Morrison e Doug Mahnk em 2009, o personagem leva o mesmo nome kryptoniano do Superman original: Kal-El. Filho de Jor-El e Lara, nasceu na Ilha Vathlo, em Krypton. Ganhou o nome de Calvin...

Leia mais
Foto: Divulgação

Núcleo da Maré ao Luar apresenta espetáculo “Resiliência” em projeto aprovado na Lei Aldir Blanc

Temporada virtual de “Resiliência” terá parceria com a Rádio JHP (Jovens Haitianos Progressistas) De 12 a 21 de março de 2021, às sextas-feiras, sábados e domingos, sempre às 20h00, o Núcleo da Maré ao Luar, grupo de São Bernardo do Campo - SP, realiza apresentações virtuais do espetáculo “Resiliência” em seu canal do Youtube: bit.ly/nucleodamareaoluar “Resiliência” é um espetáculo criado a partir das memórias de vida de imigrantes haitianos, angolanos, congoleses e dominicanos, trazendo sua cultura e história para dar vida aos diálogos e narrativas, que mesclam o passado vivido por eles em suas terras natais e o presente, a esperança por uma vida melhor. O Núcleo da Maré ao Luar fará uma temporada virtual que contará com seis apresentações gratuitas e está programando uma ação especial com a Rádio JHP (Jovens Haitianos Progressistas) com sede no Bairro de Utinga, em Santo André, que atua fortalecendo laços com conterrâneos no...

Leia mais

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist