Juçara Marçal e Rei Lacoste lançam o Amapiano “Sem contrato”

O single é acompanhado de um visualizer rodado durante a festa de Yemanjá em Salvador/BA e reflete o interesse dos artistas em experimentar ritmos africanos e afrobrasileiros.

A dupla Juçara Marçal (Rio de Janeiro) e Rei Lacoste (Bahia) lançam nesta sexta-feira (26) o single “Sem Contrato” nas principais plataformas digitais e no YouTube como visualizer. A música tem a produção de Zepeto (Bagum) e composição assinada por Juçara Marçal, Rei Lacoste e Giovani Cidreira.

O trabalho é um “Amapiano” – ritmo que surgiu na África do Sul em meados da década de 2010, subgênero do kwaito e house music, um híbrido de deep house, jazz e lounge music. É caracterizado por sintetizadores e linhas de baixo amplas e percussivas beirando a psicodelia. Somado a isso, antropofagicamente, o produtor (Zepeto) trouxe elementos da música baiana como samba-reggae. 

O encontro musical dos artistas se deu através da proposição do LÁLÁ Casa de Arte (Ricardo Dantas), com a participação de ambos no Festival Oferendas (2024), na festa de Yemanjá de Salvador, preparando a música para estrear ao vivo neste dia. O visualizer, uma videoarte beirando o abstracionismo, traz o registro do show de lançamento e imagens da festa.  

Juçara Marçal e Rei Lacoste no Festival Oferendas – Foto: Alfamor/Divulgação

Para Rei Lacoste a música é uma espécie de presente: “acho que a música tenta sintetizar essa energia da festa de largo, do carnaval, dos processos de reafricanização mais recentes das nossas festas. Dialoga com esse ritmo (Amapiano), que é relativamente atual, e também com o samba-reggae, que cumpriu esse papel nos anos 80. Acho que a música foi uma espécie de presente para Yemanjá e para as pessoas da sua festa daquele dia: fala do povo, fala dela, mas de uma maneira contemporânea.”

“Quis brincar com a ideia da festa, dos flertes que rolam, dos encontros que acontecem e se desfazem na velocidade de um dia/noite de celebrações. tem algo de lúdico e intenso ao mesmo tempo”, acrescenta Juçara.

Juçara Marçal e Rei Lacoste no Festival Oferendas – Foto: Alfamor/Divulgação

Sobre os artistas: 

Juçara Marçal: É cantora e compositora. Faz parte do trio Metá Metá. Já integrou os grupos Vésper Vocal e A Barca. Lançou em 2014 o disco solo ENCARNADO. O álbum ganhou o Prêmio APCA – Melhor Álbum de 2014, Prêmio Governador do Estado – Melhor Álbum – Voto do Júri, e Prêmio Multishow de Música Compartilhada, entre outros. Em 2015, lançou ANGANGA, em parceria com Cadu Tenório, músico e experimentador carioca. Em 2017, com Rodrigo Campos e Gui Amabis, lançou o disco Sambas do Absurdo, inspirado no livro O Mito de Sísifo, de Albert Camus. Em fevereiro de 2019, Juçara Marçal estreou como atriz na peça Gota d’água {Preta}. Juçara Marçal lançou em setembro de 2021 seu novo álbum solo, Delta Estácio Blues, com apoio pela Natura Musical. A produção musical é de Kiko Dinucci. O disco foi lançado em parceria com os selos QTV, Mais Um Discos e Goma Gringa. Delta Estácio Blues ganhou o prêmio de Melhor Álbum de 2021 pelo Super Júri do Prêmio Multishow, a música “Crash” ganhou o de Melhor Canção. O disco também foi escolhido pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), como o melhor álbum de 2021. Em 2022, Juçara foi indicada ao Grammy Latino, na categoria Rock e Música Alternativa. Também em 2022, lançou o disco Sambas do Absurdo vol. 2. com Gui Amabis e Rodrigo Campos. Interpretou a personagem “Mãe” na montagem da ópera “Café” de Mário de Andrade, apresentada no Teatro Municipal, com partituras de Felipe Senna e regência do maestro Luís Gustavo Petri. Em abril de 2024, lançou o álbum de remixes: DEB RMX com 15 faixas remixadas por diferentes produtores da cena eletrônica, do Brasil e também do exterior.

Rei Lacoste é compositor, designer, produtor musical e audiovisual soteropolitano. Artista da música urbana que transita por ritmos contemporâneos como hiphop, afrobeats, reggaeton, MPB e música eletrônica por um viés intuitivo. Utiliza do pop ao experimentalismo para traduzir o diálogo direto entre cultura de massa, popular, erudita e experimental. Vem lançando mixtapes fundindo ritmos urbanos desde 2018 e em 2020 realizou sua primeira turnê internacional, viajando por três cidades do México. Também dirigiu cerca de 30 videoclipes neste período, contribuindo para o desenvolvimento da linguagem visual da cena na cidade, além de acumular seleções e premiações em sua carreira de cinema como: Melhor longa Baiano no Festival internacional Panorama de Cinema (2017); Melhor curta experimental e Melhor curta de Ficção no Festival Cidade Filmada (2010) . Fez parte do coletivo Balostrada Records e da Banda Velotroz, ao lado de Giovani Cidreira. Em 2023 lançou o filme musical “Dança de Bólides” contemplado no edital Arte Todo Dia – Ano VI, da Fundação Gregório de Mattos da Prefeitura de Salvador. Atualmente dedica-se a uma nova mixtape a ser lançada no próximo semestre (2024.2).

Acompanhe:


Serviço: 

O que: Lançamento do single “Sem Contrato”

Estreia: 26 de abril (sexta-feira)

Horário: 00h

Local: Principais Plataformas de Streaming
https://youtu.be/JuDPWUwKT0g?si=hyY3HVjG8V8Amyt8

Ficha técnica visualizer: 

Direção e Roteiro: Rei Lacoste

Edição: Rei Lacoste

Imagens: Rei Lacoste, Yerko Haupt, Vicente Puro

Drone: Arivaldo Publio

Produção Musical: Zepeto

Mix/Master:  Zepeto

Composição: Rei Lacoste, Juçara Marçal, Giovani Cidreira

+ sobre o tema

Morre o escritor Nêgo Bispo, referência da luta quilombola

A Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Quilombolas, Conaq,...

Rihanna participa de show de Eminem

Rihanna fez uma participação surpresa no show de...

Deus é Mulher: Elza Soares fala sobre seu aguardado novo disco

"O novo trabalho sugere o nascimento de uma nova...

para lembrar

Entretenimento: História e Músicas de África na RTP2

As músicas que só os africanos, especialmente os...

Homenagens a Paulo Moura

    Eduardo Nunomura Um instituto, um acervo...

Centenas fazem marcha da Consciência Negra em SP

Passeata percorre ruas da região central; confira eventos para...
spot_imgspot_img

Secretaria de Igualdade Racial e DH do Pará lamenta morte da coordenadora Darlah Farias

A Secretaria de Estado de Igualdade Racial e Direitos Humanos (Seirdh) do Pará divulgou, na manhã deste domingo (02/06), uma nota de pesar pelo falecimento da coordenadora...

Jornais da Europa repercutem título do Real Madrid e enaltecem Vini Jr.

Não poderia ser diferente. O Real Madrid estampa a capa dos principais jornais esportivos da Europa, após a conquista da 15ª Champions League do clube. E Vinicius Junior...

Nota de Pesar – Darlah Farias

É com profunda tristeza que Geledés - Instituto da Mulher Negra recebe a notícia da passagem de Darlah Farias, uma militante negra e advogada...
-+=