Afro-latinos e Caribenhos

    Na comunidade La Vega, periferia de Caracas, a festa de São João Batista vara a madrugada ao som de tambores tradicionais / Foto: Michele de Mello

    Conheça a festa afro-venezuelana de São João, uma das mais populares no país

    Governo de Nicolás Maduro defenderá que evento seja reconhecido como patrimônio imaterial pela Unesco Por Michele de Mello, do  Brasil de Fato Na comunidade La Vega, periferia de Caracas, a festa de São João Batista vara a madrugada ao som de tambores tradicionais / Foto: Michele de Mello Na Venezuela, dia de São João não é uma data qualquer. Milhares de pessoas se mobilizam para celebrar o aniversário do pregador, que depois de Jesus Cristo, é o único santo que se comemora o nascimento, no 24 de junho. As festividades começam na véspera, dia 23, com um missa que termina à meia noite. Com tambores, cantos e muita dança, os fiéis festejam o aniversário do santo madrugada adentro. Já nas primeiras horas do dia 24, são organizadas procissões com oferendas como forma de pedido e agradecimento das promessas alcançadas. No litoral venezuelano, onde as festas são...

    Leia mais
    Ponte das Mulheres, em Buenos Aires. Foto- Geoff Livingston:Wikimedia Commons (CC)

    Argentina precisa combater discriminação estrutural contra negros, dizem especialistas

    A Argentina precisa responder à invisibilidade de longa data e à persistente discriminação estrutural enfrentada por afro-argentinos, africanos e pessoas de descendência africana, afirmou um grupo de especialistas das Nações Unidas em direitos humanos, em visita ao país. no Nações Unidas Ponte das Mulheres, em Buenos Aires. Foto- Geoff Livingston:Wikimedia Commons (CC) “Para garantir que a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável realmente não deixe ninguém para trás e a discriminação racial seja respondida, afro-argentinos e outras pessoas de descendência africana devem ser reconhecidos e programas específicos devem ser desenvolvidos para proteger seus direitos humanos”, disse Balcerzak. A Argentina precisa responder à invisibilidade de longa data e à persistente discriminação estrutural enfrentada por afro-argentinos, africanos e pessoas de descendência africana, afirmou um grupo de especialistas das Nações Unidas em direitos humanos, em visita ao país. “A Argentina deve perceber a realidade de que pessoas de descendência...

    Leia mais
    Red de Mujeres Afrolatinoamericanas, Afrocaribeñas y de la Diáspora / ARMAAD

    Red de Mujeres Afrolatinoamericanas, Afrocaribeñas y de la Diáspora – Regional Cono Sur

    Conmemoramos 26 años de encuentros, luchas y resistencias; sueños y miedos; alegrías y fortalezas, seguras en la utopía por un mundo más justo, más igualitario y solidario, que nos contenga a todas las personas sin distinción de origen étnico-racial, cultura, clase o género. por Vicenta Camusso Pintos no Mujeres Afro 26 años de luchas por nuestros derechos como mujeres afrodescendientes, mujeres negras, mujeres fuertes. 26 años es mucho tiempo y hoy es momento de hacer un tiempo para tomar un momento de descanso, disfrutar los logros y recordar a las mujeres que caminan junto a nosotras en el plano terrenal y espiritual. Recordar, reconocer y agradecer a las compañeras que nos guían en el camino; la sonrisa de Irene Ugeto, la alegría y fuerza de Ann Marie Coriolan, de Myriam Merlet, de Magalie Marceliny y Sonia Pie; la convicción de Sara Betervide, de Luiza Bairros y de muchas otras mujeres negras,...

    Leia mais
    En la foto. Yvette Modestin (ARAAC'USA), Chucho Garcia y Mireille Fanon, hija de Frantz Fanon.

    Aniversario de la muerte de Franz Fanon

    FRANTZ FANON: LOS CONDENADOS DE LA TIERRA…SIGUEN CONDENADOS Por Jesus Chucho Garcia para o Portal Geledés  En la foto. Yvette Modestin (ARAAC'USA), Chucho Garcia y Mireille Fanon, hija de Frantz Fanon. (Arquivo Pessoal) Hoy 6 de diciembre se cumplen cincuenta y seis años…de la  muerte del líder afromartiniqueño,   Frantz Fanon, habia nacido el 20 de julio de 1925 en Fort de FRance, Martinica. Pionero de la descolonización, que hoy lamentablemente, ese planteamiento teórico ha sido blanquedao por la izquierda blanca en America Latina y el Caribe, quitándole el sentido profundo como lo planteo este médico, psiquiatra y diplomático que combatió a los nazis y luego aporto para la liberación de Argelia.  En una reunión reciente realizada en la ciudad de New Orleans, organizada por la Comision Nacional de Reparaciones y el Instituto del Mundo Negro, dirigido pro el Dr. Ron Daniels, donde se abordo  el tema del...

    Leia mais
    blank

    Racismo em português: o lado esquecido do colonialismo

    Racismo em português: o lado esquecido do colonialismo Um livro acerca da memória e do legado colonial português, nas ex-colónias portuguesas em África. Baseado em cerca de cem entrevistas, Joana Gorjão cartografou ideias e imagens acerca do passado colonial e do presente pós-independência suficientemente diversas e múltiplas. Por DIOGO RAMADA CURTO, do Público Este livro é o resultado de cinco reportagens nas ex-colónias portuguesas em África: Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Moçambique. Foram entrevistadas cerca de cem pessoas, tendo por objectivo principal saber se o colonialismo português foi ou não um regime racista. Procurou-se, também, saber até que ponto se assistiu à sobrevivência e à instrumentalização política e social de gramáticas racistas em contextos pós-coloniais. Ao colonialismo, nas suas diferentes configurações, acrescentou-se, ainda, uma referência ao envolvimento dos portugueses no tráfico de escravos, com a sua lenta abolição ao longo do século XIX, mas que em muitos dos...

    Leia mais
    blank

    Curso Kilombagem – Fanon; Vida e Obra, dia 20 de julho em Campinas

    No dia 20 de julho Frantz Fanon completaria 90 anos. por Grupo KILOMBAGEM via Guest Post para o Portal Geledés Em reverência à sua trajetória, mas também, interessados/as em discutir a atualidade da sua obra para o entendimento do racismo na sociedade contemporânea, o Grupo Kilombagem oferecerá o Mini-curso Fanon: vida e obra. Objetivo O Mini Curso se propõe a apresentar e discutir o legado político e teórico do autor enfatizando suas contribuições para a compreensão das relações raciais na sociedade contemporânea. Provocador: Deivison Faustino (Nkosi) – Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCAR e integrante do Grupo KILOMBAGEM Fazer a Inscrição Por que estudar Fanon? Como psiquiatra, filósofo, cientista social e revolucionário, Frantz Fanon é sem dúvida um dos pensadores mais instigantes do século XX. Sua obra influenciou diversos movimentos políticos e teóricos na África e Diáspora Africana e segue reverberando em nossos dias como referência obrigatória nos os estudos...

    Leia mais
    blank

    Cuba offers free medical school to blacks and latinos

    In September 2000, on a visit to New York City for the Millennium Summit of the United Nations, Cuban president Fidel Castro announced in a speech that free medical education in Cuba would be granted to black and latino students from low-income communities in the US - with the condition that graduates return to the US to aid underprivileged areas. The pioneering programme saw its first US students enter Cuba's Latin American School of Medicine in 2001 and now American students continue to be admitted every August. no Afropunk , Ifconews, Urbanintellectuais Cuba Offers Free Medical School To Blacks And Latinos If your children had an opportunity to get a free medical school education, would you allow them to go? Of course you would. However, what if the school was in Cuba? Did your decision change? Well, maybe it is time to consider such a thing because Cuba is open its doors to black and Latino Americans...

    Leia mais
    blank

    Cuba precisa atualizar a luta contra novas formas de racismo

    Havana, Cuba, 24/2/2015 – O ativismo contra o racismo em Cuba se consolida e traça estratégias de trabalho diante do florescimento de desigualdades por gênero e cor da pele após as transformações sociais em razão da reforma econômica lançada em 2008 pelo presidente Raúl Castro. Por Ivet Gonzélez, no Envolverde Segundo a acadêmica Daysi Rubiera, líder dessa luta no país, a mobilização comunitária e a obtenção de políticas públicas para reduzir desvantagens de populações negras e mestiças deveriam representar o foco dos grupos da sociedade civil que lutam contra o racismo, durante a Década Internacional dos Afrodescendentes, que começou este ano. “As discriminações por gênero e raça estão se manifestando em todos os espaços da sociedade cubana, não apenas no acesso ao emprego e aos recursos ou no interior do lar, mas no comportamento social de homens e mulheres”, afirmou em entrevista à IPS a historiadora de 76 anos, fundadora do...

    Leia mais
    Piedad Córdoba

    Piedad Córdoba: “Se não se desmonta o paramilitarismo, não haverá paz”

    Ao completar dois anos a mesa de diálogo entre o governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Piedad Córdoba, ex-senadora e referência da Marcha Patriótica, analisa a fundo o processo de paz. Também argumenta seu apoio a Juan Manuel Santos, presidente colombiano, nas últimas eleições e avalia a etapa que atravessa o processo de integração regional. Por Gerardo Szalkowicz, no, Portal Vermelho  Piedad Córdoba é, a essa altura, um símbolo da busca pelos caminhos da paz na Colômbia. Advogada, ativista dos direitos humanos, ex-senadora, destituída e inabilitada em 2010, após uma obscura manobra da ultradireita colombiana, se transformou em uma peça chave para fazer pontes entre as guerrilhas e o governo. Depois de dois anos de iniciada a mesa de negociação em Havana, a "Negra” se mostra otimista sobre a possibilidade de que se consiga por fim ao conflito armado mais longo da região. Acabam-se de completar dois...

    Leia mais
    Frantz Fanon (Foto: Imagem retirada do site Brasil de Fato)

    20 de julho de 1925 nascia Frantz Fanon

    Autor de Pele Negra, Mascaras Brancas e Os Condenados da Terra, Frantz Fanon, nasceu em 20 de julho de 1925. O epistemicídio acadêmico não permite "ainda" que estudantes das ciências da saúde conheça as contribuições de Fanon na Saúde Mental e na Reforma Psiquiátrica    Aos 20 de julho de 1925 nascia Frantz Fanon, um dos pensadores pretos mais importantes do século XX.Nasceu em Forte de France, Martinica (território francês de Ultramar) em 1925 no seio de uma família de classe média. Em 1944 se alistou no exercito francês para lutar contra a invasão alemã ocorrida durante a II Guerra Mundial e posteriormente seguiu para Lyon para estudar medicina e psiquiatria.  Em 1950 Fanon escreveu uma tese doutorado em psiquiatria discutindo os efeitos psíquicos do racismo colonial. Entretanto, a tese foi rejeitada por confrontar as correntes positivistas então hegemônicas em sua área de estudos. Escreve então uma segunda tese de doutorado no ano seguinte nomeada: Troubles mentaux et...

    Leia mais
    jesus-Chucho-Garcia

    “La salida” en un callejón “sin salida” – Por Jesus Chucho García

    Enviado para o Portal Geledés    ¿Que es la salida? "Nuestra causa ha sido, sigue siendo, y hoy más que nunca tiene que ser, la salida de este Gobierno" 18-2-2014. Leopoldo López En octubre del año 2013, se realizaron una vez mas las elecciones, abiertas y democráticas que llevo al presidente Chávez al poder. Unas elecciones democráticas, participativas y ratificada su transparencia por nuestros organismos jurídicos nacionales e internacionales. Esa elecciones también ratificaron un proyecto de país plasmado en el plan socialista de la patria 2013-2019, donde se reafirmaron entre otras líneas estratégicas profundizar el Proceso Bolivariano hacia el socialismo del siglo XXI, la construcción de un mundo multipolar, reafirmación de nuestra soberanía, entre otros aspectos importantes. Estas elecciones llenaron de frustración a la derecha nacional e internacional quienes pensaron que con Chávez muy grave de salud seria la oportunidad para buscar UNA SALIDA y ellos ganar el poder con...

    Leia mais
    DE SIMPATIA POR EL DIABLO AL DIABLO SUELTO

    De simpatia por el Diablo ao Diablo suelto

        Por Jesús Chucho García Hace mas de cuatro décadas sus majestades satánicas LOS ROLLING STONE, grupo de rock ingles, impuso en el gusto del publico su conocido tema SIMPATIA POR EL DIABLO. Esta canción relata  cómo el diablo “robo muchas almas y fe de los hombres”, también devela  cómo el diablo dio Golpe de Estado en Saint Petersburgo disfrazo de General. Mas adelante dice al melómano…”lo que te esta intrigando es la naturaleza de mi juego”…y al final confiesa que quienes mataron  al expresidente Jhon F. Kennedy…fue él y el entorno del presidente…..así le hubiese podido suceder a Leopoldo López…pero el gobierno Bolivariano lo salvó.. LA SEDUCCION DEL DIABLO Hemos dicho reiteradamente que el Proceso Bolivariano no es perfecto expresado en fallas burocraticas, ineficacia institucional como el mismo presidente Maduro ha expresado ya tantas veces, pero que, pese a todo ello, a lo largo de su trayectoria histórica de quince años...

    Leia mais
    Brasil não vai restringir a entrada de haitianos

    Brasil não vai restringir a entrada de haitianos

          Por Diego Sartorato No começo do mês, o secretário de Justiça e Direitos Humanos do Acre, Nilson Mourão, chegou a falar em fechar as divisas para impedir que a superlotação causasse uma crise humanitária no abrigo, que é feito para receber 300 pessoas, mas está com população de 1,1 mil haitianos e sofre com falta de suprimentos. “Ficou decidido que não haverá fechamento de fronteira, em respeito à tradição acolhedora do Brasil, mas isso significa que as pessoas continuam entrando. Então, contamos com o projeto que será apresentado pelo governo federal até a próxima sexta-feira (31)”, afirma Mourão. Os registros do abrigo de Brasileia dão conta de que 1.465 haitianos entraram no país por aquela fronteira em dezembro; outros 1.057 haitianos chegaram até dia 22 de janeiro. De acordo com Damião Borges, coordenador do abrigo em Brasileia, o aumento do fluxo se deu por conta do aumento...

    Leia mais
    cuba-serra-leoa-2

    A memória africana bebe Cuba Libre

    O incrível regresso de cubanos à África Quem não se emocionaria? De algum modo eu mesmo vivo tendo experiências parecidas, mas nunca a ponto de realizá-las assim, tão cabalmente, assim de poder pegar com as mãos. Afinal, morando no Brasil estes encontros transatlânticos com a África deviam ser até bem mais comuns. É como virar uma curva da selva úmida e escura de um passado cheio de hiatos, sem referencias sobre nós mesmos e, de repente vislumbrar o Shangrilá ensolarado das memórias de nossos parentes, do nada se acendendo. É como ultrapassar um umbral de uma porta com o vão aceso, a frente de nós, brilhante, deixando para trás o sórdido apagão da memória, antes dissolvida no mar que nos trouxe os parentes. Também de se lamentar termos estes vínculos com nosso passado africano assim tão vivos, mas vivermos aferrados a esta vergonha estranha, este recalque cultural inexplicável que nos...

    Leia mais
    457px-The Barbadoes Mulatto Girl

    Consciências negras

    Mulatos – uma história haitiana por Leo Gonçalves "Haiti onde a negritude pôs-se de pé pelaprimeira vez e disse que acreditava na sua humanidade" Aimé CésaireDiário de um retorno ao país natal O surgimento da Ilha de Saint Domingue, assim como da maioria das antilhas, coincide com a história do cultivo da cana-de-açúcar no novo mundo. A ocupação europeia se deu a partir de 1492, quando Cristóvao Colombo, recém chegado, deu-lhe o nome de Hispaniola. Seus primeiros habitantes, o povo Arauaque, foi completamente dizimado e expulso pelos espanhóis que a colonizaram e que mais tarde tiveram que dividir aquele território com os franceses. O cultivo da cana-de-açúcar começa no século XVII e inaugura naquele país uma sociedade nova, cruel, abusiva. Fazendeiros brancos franceses que administram enormes plantations com mão de obra negra. Enormes contingentes de africanos trazidos continuamente ao longo daqueles dois séculos. Ao que parece, sua maioria era proveniente...

    Leia mais
    bachelet matthei

    Eleição presidencial no Chile opõe ex-amigas de infância

    Uma coincidência marca as eleições presidenciais do Chile neste domingo: as principais candidatas a ocupar o Palácio de La Moneda, sede do governo do país, são ex-amigas de infância. Segundo analistas, a disputa está entre a ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet, que concorre novamente ao posto, e sua rival, a candidata de direita Evelyn Matthei. Pesquisas de intenção de voto dão vantagem substancial a Bachelet sobre Matthei. Caso Bachelet não vença no primeiro turno, o segundo turno será realizado em dezembro. As duas candidatas, no entanto, têm mais em comum do que a vontade em ser a nova presidente do Chile.Elas foram amigas de infâncias antes de seguirem rumos diferentes por causa da ditadura de Pinochet.Bachelet, pediatra de formação, foi a primeira presidente mulher do Chile, governando o país entre 2006 e 2010. As pesquisas de intenção de voto a colocam com pouco menos de 50% dos votos – patamar...

    Leia mais
    victoria-santa-cruz1 esta49444

    Me gritaron negra! A poeta Victoria Santa Cruz

    A poeta Victoria Santa Cruz é uma expoente da arte peruana; é compositora, coreógrafa e desenhista, com destaque na arte afroperuano e no combate ao racismo. Ela participou, em 1958 (com seu irmão, o famoso poeta Nicomedes Santa Cruz), no grupo Cumanana.Por Victoria Santa Cruz     Victória Santa Cruz Estudou em Paris, na Universidade do Teatro das Nações (1961) e na Escola Superior de Estudos Coreográficos. Ao voltar a Lima fundou a companhia Teatro e Danças Negras do Peru, que se apresentou em inúmeros teatros e na televisão. Este grupo representou o Peru nas comemorações dos Jogos Olímpicos do México (1968), sendo premiada por seu trabalho. Em 1969 realizou turnês pelos EUA; quando voltou a Lima, foi nomeada diretora do Centro de Arte Folclórica, hoje Escola de Folclore. No primeiro Festival e Seminário Latino-americano de Televisão, organizado pela Universidade Católica do Chile em 1970, venceu como a melhor folclorista....

    Leia mais
    Piedad Córdoba: O que te assusta grupos mais poderosos é que as pessoas têm a capacidade de ser livre

    Piedad Córdoba: O que te assusta grupos mais poderosos é que as pessoas têm a capacidade de ser livre

    Tommy Morales O candidato ao Nobel da Paz Esneda Piedad Córdoba Ruiz visitou o IV Encontro de Mulheres e Feministas 2013 realizada em Ecosol, Siguatepeque, o departamento de Comayagua, na semana passada. Córdoba participaram do IV Encontro de Mulheres e Feminista de Economia Solidária 2013, realizada no Red Comal, Ecosol, no departamento de Comayagua, Siguatepeque Township. chegou há mais de 200 representantes de 30 organizações para o evento com o tema "o Rebel Perto esperança ", que começou no sábado, 17 de agosto, na manhã com um ritual de boas-vindas, para encontrar a harmonia interior com a natureza.  Cordoba comparar a situação na Colômbia e Honduras disse que há uma grave violação dos direitos humanos e do pobreza colombiano é semelhante ao que acontece no Haiti indicadores de exclusão, a pobreza, o analfabetismo, a fome e poucas oportunidades, especialmente com a extensão. indígenas e afro. Na Colômbia, "praticamente um genocídio", referindo-se...

    Leia mais
    Filho de Marcus Garvey visita Salvador para divulgar o Panafricanismo

    Filho de Marcus Garvey visita Salvador para divulgar o Panafricanismo

    O legado de um dos responsáveis pela criação do Panafricanismo, o líder jamaicano Marcus Garvey, será apresentado em Salvador, na próxima sexta-feira (30), pelo seu herdeiro. O Dr. Julius Garvey, filho de Marcus, estará no auditório da Biblioteca Pública do Estado, nos Barris, às 14h, para destacar as ações realizadas pelo pai e que tiveram repercussão mundial. Promovida pelo Instituto Mídia Étnica e a Instituição Rica Diáspora, dos Estados Unidos, a visita a Salvador tem como principal objetivo divulgar a memória do ativista por meio do seu filho que é presidente da Fundação Marcus Garvey. A atividade marca ainda os 50 anos da União Africana, organização política do continente africano inspirada pelo ativismo de Garvey. O encontro gratuito, em parceria com o Instituto Steve Biko, contará com a participação de militantes do movimento negro estudantes e o público em geral. Visita – O Dr. Julius Garvey chegará a Salvador na quinta-feira (29) e durante a...

    Leia mais
    thumb haitianos foto gleilson miranda 07

    Ajuda é insuficiente e haitianos enfrentam caos no Acre

    Surto de diarreia agrava situação em galpão de Brasileia onde 480 imigrantes dividem área na qual só cabem 200 Por: Itaan Arruda A "ajuda humanitária" do governo brasileiro aos haitianos beira o caos na pequena Brasileia, cidade acriana a 240 quilômetros de Rio Branco. O atendimento no único hospital da cidade, o Raimundo Chaar, "piorou um pouco mais", reconhece a gerente-geral da instituição, Leonice Maria Bronzeado, preocupada com a alta incidência de casos de diarreia - que atualmente representam 90% dos casos dos haitianos internados. O hospital, dedicado a urgência e emergências, só tem 46 leitos. "Mas, na medida do possível, eles (os haitianos) são todos atendidos", avisa a gerente-geral. Não se sabe ainda o que causa os surtos de diarreia, "Eles podem ser causados pela água ou pela comida temperada, à qual não são acostumados", especula a diretora. Cerca de 480 imigrantes dividem hoje um galpão improvisado onde cabem...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist