MOVER e Fundo Baobá investem R$ 4 milhões em educação tecnológica visando ampliação de oportunidades para a população negra

Enviado por / FonteEnviado ao Portal Geledés

O MOVER (Movimento pela Equidade Racial) e o Fundo Baobá para Equidade Racial se uniram em prol da educação geradora de oportunidade para lançar o edital Educação em Tecnologia. O primeiro do Programa Presente e Futuro em Movimento, fruto da parceria entre os dois.  Com inscrições abertas de 29 de novembro a 12 de janeiro de 2023 às 17h, o edital destina-se, de forma exclusiva,  a empresas e organizações negras que tenham capacidade comprovada de elaboração e implementação de processos formativos na área de tecnologia. O objetivo é dar apoio a processos formativos do segmento da Tecnologia.

Serão destinados R$ 4 milhões para apoiar até 16 projetos de organizações sem fins lucrativos e cada um dos projetos selecionados irá receber aporte financeiro variável entre R$ 250 mil e R$ 500 mil.  

O critério de análise das propostas apresentadas levará em conta o fato de as empresas e organizações terem ou não capacidade para elaborar e implementar  programas de formação e/ou de qualificação profissional em: gestão e segurança da informação; tecnologia da informação; uso, monitoramento e controle de tecnologias; desenvolvimento, análise e avaliação de sistemas de informação; desenvolvimento de produtos analíticos, além de programação em suas diferentes linguagens. Os projetos terão que ser executados em um período de 17 meses. As empresas e organizações selecionadas terão mais 30 dias (1 mês) para fazer a prestação de contas.

A relação entre educação profissionalizante, qualificação e, por consequência, a ampliação do potencial de empregabilidade para pessoas negras vem sendo alvo de  discussões no país. As movimentações em torno de práticas de formação profissional estão sendo formatadas nos mais diversos espaços sociais por diferentes agentes. Desde educadores, passando por empresários e trabalhadores. O edital vai ser um importante item a se juntar a essas iniciativas, que contribuem para a formação, inserção e mobilidade de pessoas negras no mercado de trabalho, em todo o país.  

Os interessados poderão se inscrever no site: https://baoba.org.br/

Sobre o MOVER

O Movimento pela Equidade Racial (MOVER) é atualmente composto por 47 empresas: Alcoa, Aliansce Sonae, Ambev, Americanas S.A., Arcos Dorados-McDonald’s, Atento, Bain & Company, BRF, Cargill, Coca-Cola Brasil, Colgate-Palmolive, CSN, Danone, Descomplica, DHL Supply Chain, Diageo, Disney, EF, General Mills, Gerdau, GPA, Grupo Carrefour Brasil, Heineken, JBS, Kellogg, Klabin, Kraft Heinz, L’Oréal Brasil, Lojas Renner, Magalu, Manserv, Marfrig, MARS, Michelin, Mondelëz International, Moove, Nestlé, PepsiCo, Petz, RD – Raia Drogasil,  Sodexo, Tenda Atacado,UnitedHealth Group, Vale, Via e 3M e XP Inc. O Manifesto que originou o Movimento e informações detalhadas sobre as três frentes da iniciativa estão disponíveis no hotsite do MOVER (www.somosmover.org).  

Sobre o Fundo Baobá

O Fundo Baobá para Equidade Racial é o primeiro fundo dedicado, de forma exclusiva, à promoção da equidade racial para a população negra no Brasil. Criado em 2011, o Baobá é uma organização sem fins lucrativos cujo objetivo é  mobilizar pessoas e recursos, no Brasil e no exterior, para apoiar projetos e ações pró-equidade racial para a população negra.

+ sobre o tema

Matrículas das universidades federais caem pela primeira vez desde 1990

George Monteiro, de 20 anos, já tinha encaminhada sua...

Enem 2023 será aplicado em 5 e 12 de novembro; veja datas de inscrição

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023 será aplicado em...

MEC publica portaria que suspende cronograma do novo ensino médio por 60 dias

O MEC (Ministério da Educação) publicou na madrugada desta quarta-feira (5),...

para lembrar

Fuvest 2011 tem mais inscritos do que ano anterior

Ao todo, 132.969 pessoas se candidataram às 10.752 vagas...

ENEM: OAB orienta candidatos do Enem a procurar MP e não descarta pedir anulação

Os candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio...

Faltam professores qualificados no ensino médio

Por: Cinthia Rodrigues Docentes desta etapa lidam com várias...
spot_imgspot_img

Faculdade de Educação da UFRJ tem primeira mulher negra como diretora

Neste ano, a Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) tem a primeira mulher negra como diretora. A professora Ana...

O que a proibição de livros nos diz sobre o futuro que nos aguarda

Reportagem da Agência Pública mostrou que existe um movimento coordenado para barrar a entrada de determinados livros no sistema prisional de Minas Gerais. Apenas títulos...

Encontro anual do SETA definiu ações e estratégias para uma educação antirracistae emancipatória.

Geledés - Instituto da Mulher Negra participou do planejamento anual Projeto SETA  (Sistema de Educação Por Uma Transformação Antirracista) em Paraty, Rio de Janeiro....
-+=