Podcast 2082, apresenta história afrofuturista com viagem no tempo

Artigo produzido por Redação de Geledés

Conteúdo está disponível na página do Spotify de Geledés - Instituto da Mulher negra

Já imaginou como seria nossa sociedade se a constituinte de 1988 desaparecesse de todos os documentos oficiais? O podcast ‘’2082’’ conta como duas cientistas conseguem fazer a primeira viagem do tempo para garantir a preservação de um dos mais importantes documentos para a democracia brasileira.ível na página do Spotify de Geledés – Instituto da Mulher negra

Com três episódios, o podcast apresenta um enredo envolvente que busca estimular o imaginário do ouvinte com diálogos de diferentes acontecimentos na nossa recente história.

“Gab é a mente por trás da máquina do tempo e age como uma espécie de guia para Kora no decorrer da história. É uma mulher alegre e competente, mas obcecada pelo sucesso da missão”, descreve Maria Irmany, roteirista do podcast.

Outra personagem é a Kora, uma cientista e antropóloga que vai resgatar os dados históricos perdidos após uma pane na central de dados digitais, ocorrido 22 anos antes.

“Kora é uma militante com personalidade tranquila e centrada, que desempenha uma importante missão na história”, relata Tatiana Pereira, diretora do projeto.

2082 faz parte do projeto de conclusão no Curso de Multimídia, desenvolvido pelo programa de comunicação, de Geledés Instituto da Mulher Negra. O material pode ser acessado no Spotify e nas redes sociais da instituição.

Ficha Técnica 

Direção

Tatiana Pereira

Roteiro

Brisas Ribas e Maria Irmany

Produção

Éden

Montagem e Edição

Brisas Ribas e Jeniffer Estevam

Captação de áudio

Éden, Maria Irmany

Elenco

Brisas, Éden, Jeniffer, Maria e Tatiana

Direção de Arte

Jeniffer Estevam

Conceito e Arte

Éden e Jeniffer Estevam

Comunicação

Éden, Maria Irmany, Tatiana Pereira

Agradecimentos

AcervoCultne/Ras Adauto;/Vik Birkbeck/Enugbarijó

Distribuição

Geledés

+ sobre o tema

Documentário mostra como a contemporaneidade e a ancestralidade caminham juntas na luta antirracista

Com depoimentos de ativistas, o documentário perpassa vivências, particularidades...

para lembrar

Mvúka: Futuros Diversos através das vivências Negras

A ideia de uma realidade diversa de futuro para...

Aquilombamento: conexões de afeto e ancestralidade

“Existiu um eldorado negro no Brasil. Existiu como um...

Como as escolas de samba nos ensinam sobre ancestralidade

Desde que foram criadas, escolas de samba têm sido...

Programa de comunicação abre edital para Curso de Multimídia

Geledés - Instituto da Mulher Negra abre edital para...

Como as escolas de samba nos ensinam sobre ancestralidade

Desde que foram criadas, escolas de samba têm sido espaços de ensino e aprendizado. Carregam no nome a sua missão: ser escola. Ensinam sobre...

Aquilombamento: conexões de afeto e ancestralidade

“Existiu um eldorado negro no Brasil. Existiu como um clarão que o sol da liberdade produziu. Refletiu. A luz da divindade o fogo santo...

Mvúka: Futuros Diversos através das vivências Negras

A ideia de uma realidade diversa de futuro para o povo negro brasileiro, se constrói a partir da interpretação crítica do passado e das...
-+=