terça-feira, outubro 26, 2021
InícioEducaçãoRelações Étnico-Raciais, Educação e Produção do conhecimento – 10 Anos do GT...

Relações Étnico-Raciais, Educação e Produção do conhecimento – 10 Anos do GT 21 da Anped

O GT 21 da Anped e a Nandyala Editora convidam para o lançamento do livro Relações étnico-raciais, Educação e Produção do Conhecimento: 10 anos do GT 21 da Anped.

blank
Divulgação

DATA: 23/10/2012, terça-feira

LOCAL: Centro de Convenções do Hotel Armação (Porto de Galinhas, Pernambuco)

HORÁRIO: 18h 

AS ORGANIZADORAS: Silvani dos Santos Valentim (CEFET-MG), Vilma Aparecida de Pinho (UFPA) e Nilma Lino Gomes (UFMG)

AUTORAS E AUTORES: Adlene Silva Arantes (UFPE), Arleandra Crisitina Talin do Amaral (UFPR), Carlos Roberto de Carvalho (UFRRJ), Claúdia Maria Costa Alves de Oliveira (UFF), Claúdia Miranda (UNIRIO), Eugênia Portela de Siqueira Marques (UFGD), Fanny Milena Quiñones Riascos (UPN/Colômbia), Giane Elisa Sales de Almeida (UFJF), Henrique Cunha Junior (UFC), Kátia Evangelista Regis (UFMA), Lygia de Oliveira Fernandes (UFRRJ), Mailsa Carla Pinto Passos (UERJ), Maria Aparecida Santos Corrêa Barreto (UFES), Michele Barcelos Doebber (UFRGS), Nilma Lino Gomes (UFMG), Paulo Vinicius Baptista da Silva (UFPR), Renato Lopes dos Santos (CEFET-MG), Rinaldo Pevidor Pereira (UFC), Silvani dos Santos Valentim (CEFET-MG), Sônia Filiú Albuquerque Lima (UEMS), Vilma Aparecida de Pinho (UFPA), Wellington Oliveira dos Santos (UFPR)

A CRÍTICA:

“Às autoras e autores da presente obra, jovens pesquisadoras e pesquisadores que optaram pela realização de estudos  e pesquisas sobre o negro na educação, deixamos uma herança que inclui não somente as conquistas alcançadas pela nossa geração, tal qual o GT21, mas também a tarefa de se tornarem nossos aliados, a fim de avançarmos para além do que foi conquistado nas lutas pela promoção do negro. O rigor científico evidenciado pelos textos publicados nesta obra comprova que tais tarefas estão  em curso.” Profa. Dra. Iolanda de Olivreira, Universidade Federal Fluminense (UFF)

“É na perspectiva de mudança que vejo a obra Relações Étnico-Raciais, Educação e Produção do conhecimento – 10 Anos do GT 21 da Anped, organizada por pesquisadoras conceituadas, Silvani dos Santos Valentim, Vilma Aparecida de Pinho e Nilma Lino Gomes, com as contribuições de diversas e diversos autoras e autores. Os temas abordados por todas e todos, dentro da temática geral do livro, não deixam dúvida quanto ao alargamento de horizontes e a produção de novas ferramentas teórico-conceituais apropriadas, que introduzem a questão étnico-racial por muito tempo deixada à margem da educação brasileira.” Prof. Dr.Kabengele Munanga, Universidade de São Paulo (USP)

“Por meio da discussão e crítica de resultados de pesquisas, de contribuições de diferentes abordagens teóricas, bem como da identificação de problemáticas e questões que precisam ser melhor estudadas, o GT 21 põe, à disposição dos pesquisadores na área da educação,  aportes teóricos, propostas metodológicas e informações valiosas para conhecimento da realidade educacional de negros e de povos indígenas, para compreensão da diversidade social, cultural, notadamente étnico-racial da população brasileira.” Profa. Dra. Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

“Contemporaneamente, as relações étnico-raciais brasileiras vêm passando por profundas transformações que se fazem sentir em diferentes espaços e que convivem com demandas históricas dos Afro-brasileiros, até agora não atendidas. Os pesquisadores do  GT 21 da ANPEd, ao longo de sua existência, ao desenvolverem estudos sobre temática tão importante certamente vem contribuindo para a democratização dessas relações em todas as suas dimensões, como se comprova nesta obra coletivamente produzida e de leitura recomendada a quem desenvolve pesquisas no campo da Educação das Relações Étnico-Raciais brasileiras.” Prof. Dr. Ahyas Siss, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

O GT 21 – Grupo de Trabalho “Educação e Relações Étnico-Raciaisgrupo com intensa atuação para além da própria Anped. Destaca-se a presença e participação dos seus integrantes em importantes espaços e fóruns acadêmicos, extensionistas e políticos nos quais a questão étnico-racial tem sido discutida, debatida, demandada e pesquisada tais como: Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros (NEABS) e grupos correlatos, Consórcio Nacional de Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros (CONNEAB), Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN), Conselho Nacional de Educação (CNE), Comissão Técnica Nacional de Diversidade para Assuntos Relacionados à Educação dos Afro-Brasileiros (CADARA), Conferência Nacional de Educação (CONAE, 2010). Vários integrantes do GT 21 atuam também em comissões acadêmicas responsáveis pela implementação de projetos que tratam da temática das relações étnico-raciais e africanidades, inclusão e ações afirmativas em Instituições de Ensino Superior. Nos últimos anos, alguns integrantes também passam a ocupar cargos na coordenação da pós-graduação, nas pró-reitorias e reitorias de universidades públicas e demais Instituições de Ensino Superior do País.

A OBRA: Coletânea organizada em quatro unidades, tem, como veio, questões étnicas e raciais no âmbito da Educação. São temas que expressam interesse nas práticas e fins da educação a partir de áreas específicas e envergaduras epistemológicas e teórico-metodológicas próprias destas áreas. Estes trabalhos, apresentados no Grupo de Trabalho Relações Étnico-Raciais e Educação – GT 21 – da 34ª Reunião Anual da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação (Anped), evocam o lugar/texto, as especificidades/contexto, assim como os desafios da educação na segunda década do século XXI.

Facebook Notice for EU!
You need to login to view and post FB Comments!
RELATED ARTICLES