RS: Pai adotivo gay ganha direito a licença-maternidade

Após cuidar do filho adotivo por dois anos, o bancário Lucimar Quadros da Silva finalmente conseguiu o direito de tirar os quatro meses de licença-maternidade. É a primeira vez na história previdenciária do Brasil que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pagará o benefício a um pai adotivo que vive em união estável homossexual. Decisões semelhantes anteriores só foram concedidas para pai solteiro e casal gay do sexo feminino. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Tudo começou quando ele e seu companheiro, o consultor Rafael Gerhardt, saíram do conselho tutelar de Gravataí, na Grande Porto Alegre, com João Vitor no colo. Ao entrar com o pedido no INSS, Lucimar pensou que não teria dificuldades para obtê-lo, já que um casal de amigas lésbicas, que também adotara um bebê, conseguiu a licença sem atrasos. Mas o órgão recusou o pedido, alegando que a lei é específica: o benefício seria somente para mulheres. Os pais então recorreram e venceram por unanimidade em uma junta do Conselho de Recursos, ligado ao Ministério da Previdência. O caso foi para Brasília, onde o casal ganhou novamente ao alegar que o benefício era para a criança e não para pai ou mãe.

 

Fonte: Terra 

+ sobre o tema

Sede do Neab homenageia Ya Mukumbi

Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros funcionará em casa de madeira...

A tortura contra Verônica foi física, moral e psicológica

Para Fábio Mariano, professor e pesquisador na área de...

Camila Pitanga fala sobre sua negritude: “Dava um nó na cabeça das pessoas”

"Por eu não ter o fenótipo negro retinto e...

para lembrar

Os jovens negros morrem e as mulheres negras também morrem

Já faz um tempo que o movimento negro vem...

2ª edição do Cine Resista! exibe documentário sobre Feminismo Negro

No próximo sábado, 15 de julho, às 18h, acontece...

Ministério Público abre inquérito sobre ‘sexualização’ de MC Melody

O Ministério Público de São Paulo abriu nesta quinta-feira...
spot_imgspot_img

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Novas pesquisas mostram que meninas nos EUA estão tendo sua primeira menstruação mais cedo. A exposição ao ar tóxico é parcialmente responsável. Há várias décadas, cientistas ao redor do...

Leci Brandão recebe justa homenagem

A deputada estadual pelo PC do B, cantora e compositora Leci Brandão recebe nesta quarta (5) o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do...
-+=