São Paulo terá 5ª Marcha do Orgulho Trans nesta sexta; humanidade e futuro do trabalho são os temas

Enviado por / FonteG1

Evento com protagonismo de Travestis, pessoas Transgêneros Binárias e Não Binárias acontece no Largo do Arouche, centro da capital. Entre as atrações estão Angelica Ross, atriz da série Pose, além de Majur e Danny Bond.

A 5ª Marcha do Orgulho Trans acontece nesta sexta-feira (17) no Largo do Arouche, na região central da capital paulista, a partir das 11h. O evento é considerado o maior da América Latina com protagonismo de travestis, pessoas transgêneros binárias e não Binárias, além de simpatizantes, da América Latina.

O encontro traz como tema a pauta da humanidade e do futuro do trabalho e como as pessoas trans podem ser inseridas com suas demandas respeitadas pelas pessoas cisgênero.

Segundo a organização, o evento é organizado por pessoas trans com o “objetivo de reunir vozes representativas” da comunidade trans para que seja possível uma “visibilidade mais justa e igualitária das demandas destes grupos tão invisibilizados e precarizados na atual sociedade”.

Neste ano, a programação conta com show e apresentações, entre elas da atriz Angelica Ross, que atua na série Pose. Também estarão presentes Majur, Danny Bond e da deputada estadual Erika Malunguinho, que nesta semana recebeu ameaças por sua participação na 26ª Parada do Orgulho LGBTQIA+, no domingo (19).

Confira a programação:

  • 11h30 – DJ Ben
  • 12h – Fanfarra Obcênicas
  • 13h – Symmy e Julian (mestres de cerimônias)
  • 13h – DJ Residente & Bailado
  • 14h – Julian e Symmy Larrat (mestres de cerimônias)
  • 14h30 – DJ Residente & Bailado
  • 15h – Julian e Symmy Larrat (mestres de cerimônias)
  • 15h30 – Julian
  • 15h45 – DJ Residente & Bailado
  • 16h – Saída do Trio com show do Nick Cruz
  • 16h15 – Irmãs de Pau
  • 16h45 – Bixarte
  • 17h15 – Mascucetas
  • 17h45 – Danny Bond
  • 18h45 – Joseph Rodriguez
  • 19h15 – DJ Residente & Bailado
  • 19h25 – Angelica Ross
  • 19h30 – Majur
  • 20h30 – Erika Malunguinho

+ sobre o tema

Jean Wyllys apresenta projeto para legalizar o aborto no País

Na contramão das propostas da bancada conservadora que ganharam...

Sexo é natural; gênero é cultural? Um diálogo entre Joan Scott e Judith Butler

É fato que estamos, os autores deste blog, beirando...

Laura Capriglione: é essa gente sem educação que quer assumir o poder?

‘Em pleno Dia Internacional da Mulher, os ricos resolveram...

Mbp + lançamento da marcha das mulheres negras no Rio

Na última Sexta-feira o Coletivo Meninas Black Power teve...

para lembrar

Caso Pâmela retrata a impunidade dos crimes contra as mulheres

Jovem, queimada pelo ex-namorado, morreu em junho vítima das...

Feminicídio é fenômeno político, não apenas de gênero, dizem palestrantes

Para senadora, falta de ação do Estado para evitar...

Malcomidas: página do Facebook prega ódio e desvalorização da mulher

Misoginia, gordofobia e machismo: a decadência das redes sociais...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=