Snoop Dogg choca fãs após insulto homofóbico no Instagram

Post com insultos homofóbicos foram apagados meia hora depois de serem postados no Twitter e Instagram

 Snoop Dogg chocou seus fãs após um insulto homofóbico contra um usuário do Instagram que teria postado uma foto em sua conta. As informações são do site da revista NME.

De acordo com o Buzzfeed, uma imagem do usuário teria aparecido na conta do rapper na noite da última segunda-feira (15), mostrando dois homens se abraçando.

A foto, no entanto, foi acompanhada por uma legenda homofóbica. “Você e seu namorado gostam de aparecer na minha página para me desrespeitar. Vá chupar o seu homem e saia da minha frente”, dizia o texto, acompanhado de xingamentos.

O post, que também foi compartilhado no Twitter, foi apagado cerca de meia hora mais tarde. Não ficou claro se o próprio rapper postou a imagem, ou se a conta foi hackeada.

O representante de Snoop no Reino Unido ainda não comentou o caso.

Em uma entrevista ao The Guardian, no ano passado, o rapper disse que a homossexualidade nunca deve ser aceitável no rap, e comentou o fato de Frank Ocean ter aberto o tema, contando relações passadas com homens. “Frank Ocean não é rapper. Ele é um cantor. Isto é aceitável no mundo da música, mas no mundo do rap eu não sei porque o rap é muito masculino”, disse.

Ao final da entrevista, ele amenizou dizendo que não tem problemas com gays, e que até tem “alguns amigos gays”. “Nos anos 90 e 2000, ser gay é uma forma de vida. São pessoas normais, com seus empregos. Agora, eles são aceitos, não classificados. Eles apenas atravessaram as mesmas coisas que nós passamos como negros”, finalizou.

Fonte: Terra 

+ sobre o tema

Quero ser mulher!

Texto de Tamires Marinho. Não se nasce mulher, torna-se uma… Decidida,...

Aonde mora a violência contra a mulher?

No dia 23 de julho de 2019, a jornalista...

Projeto Memória Lélia Gonzalez tem lançamento no CCBB de São Paulo, dia 15, às 17h30

Em iniciativa da Fundação Banco do Brasil e parceiros, tributo, documentário...

Roda de conversa no Sesc debaterá racismo e papel da mulher negra em Brusque

Evento tem como ponto de partida a pergunta "O...

para lembrar

Funk e Feminismo

Ao lançar sua carreira solo, Valesca Popozuda disse numa entrevista: “A...

Documentário e livros revivem história de Chica da Silva

A atriz Zezé Motta lembra como se fosse hoje...

Os sentidos das desigualdades: o machismo e o racismo como experiências sensoriais

Acho sempre curioso quando escuto que as mulheres e...
spot_imgspot_img

1ª Parada Negra LGBT de BH acontece no próximo sábado (25/5)

No próximo sábado (25/5), data que marca o Dia da África, acontece em Belo Horizonte, a 1ª edição da Parada Negra LGBT. O evento acontece...

Em ano olímpico, Rebeca Andrade ganha homenagem da Barbie e quer inspirar outros sonhos

Rebeca Andrade, 25, possui uma longa lista de conquistas. A ginasta é medalhista olímpica, vencedora de ouro e prata, bicampeã mundial, medalhas nos jogos Pan-Americanos...

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...
-+=