terça-feira, agosto 4, 2020

    Tag: gaslighting

    Imagem: Carta Capital

    Entenda o gaslighting, estratégia de defesa de João de Deus

    A estratégia da defesa de João de Deus em desqualificar as mulheres que o acusam de abusos sexuais  e estupro faz parte de um escopo de violência institucional contra a mulher que aceita a culpabilização da mulher – sob diversos argumentos – como justificativa para o crime, afirma a advogada Mariana Serrano, co-fundadora da Rede Feminista de Juristas. no Carta Capital Imagem: Carta Capital Embora a defesa propriamente não tenha sido entregue ainda, Serrano afirma que a estratégia, desde o primeiro momento, é desqualificar a vítima, “como se elas não tivessem credibilidade para acusá-lo, usando argumentos comuns na sociedade para culpar a vítima pelo abuso, como dizer que ela é desequilibrada, prostituta ou que consumiu álcool e drogas.” Logo após o depoimento de João de Deus, no domingo 16, o advogado Alberto Toron afirmou que as denúncias deveriam passar por uma seleção, e que muita das mulheres ...

    Leia mais
    Uma mulher cobre seu rosto/Foto: GETTY

    “Como esse cara me convenceu de que eu era tonta?”: o abuso machista que ninguém parece ver

    Os especialistas atendem cada dia mais casos do abuso psicológico de gênero chamado gaslighting: muito sutil e difícil de compreender para amigos e familiares e para as autoridades por Nacho Carretero no El País Marina é o nome fictício —a seu pedido expresso— de uma mulher de 37 anos que durante dois anos sofreu maus-tratos psicológicos por parte de seu namorado. Concretamente, uma forma de abuso conhecida como gaslighting. Trata-se de um abuso sutil, manipulador, mediante o qual se desgasta a autoestima e a confiança da mulher em si mesma a ponto de anulá-la, de transformá-la em um punhado de dúvidas e medos. A vítima quase nunca tem consciência de estar sendo abusada. Ou, pelo menos, não como se entende geralmente o termo, já que não há uma agressão clara. Simplesmente, quanto tudo é colocado em dúvida, tudo se discute e seus pontos de vista são sempre menosprezados, a mulher vai se fechando em si mesma. Trata-se ...

    Leia mais
    Katie Edwards Getty Images

    14 sinais de que você é vitima de abuso psicológico – o Gaslighting

    VOCÊ SÓ PODE ESTAR LOUCA, ISSO NUNCA ACONTECEU CUIDADO, VOCÊ ESTÁ DESCONTROLADA ISSO É COISA DA SUA CABEÇA Se o seu companheiro fala com frequência uma dessas frases ou coisas semelhantes, se você duvida da sua percepção diante dos fatos e da sua sanidade mental, cuidado, você pode estar sendo vítima de abuso emocional, também conhecido como gaslighting. por Fernanda Vicente no Ondda Foto: Katie Edwards Getty Images Gaslighting é uma forma de abuso psicológico no qual informações são distorcidas, seletivamente omitidas para favorecer o abusador ou simplesmente inventadas com a intenção de fazer a vítima duvidar de sua própria memória, percepção e sanidade. O termo vem de 1938, da peça Gas Light, em que um marido tenta deixar sua mulher louca diminuindo todas as luzes (que funcionavam a gás) da sua casa e então negando que a luz tenha mudado quando a sua esposa aponta a diferença. É uma forma muito ...

    Leia mais
    blank

    Secretaria de Direitos Humanos explica o que é ‘gaslighting’ e ‘mansplaning’

    Você sabe o que é ou já ouviu falar em gaslighting? E mansplaning? A página da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República publicou em seu Facebook uma série de imagens para explicar o óbvio: não é só a violência física que agride as mulheres todos os dias. Tanto a violência psicológica, como a intelectual, subestimam, fragilizam e tiram a legitimidade das mulheres em seus cotidianos. E o que faz com que estas formas veladas de violência tenham tanta força é a falta de reconhecimento. Diferente da violência física, elas não deixam marcas na pele, mas sim, na autoestima e no amor próprio de cada mulher. Não é só a violência física que agride as mulheres todos os dias. Com o machismo como pano de fundo, muitas outras prá... A página do Think Olga fez um texto neste sábado (2), levantando a questão de como o gaslighting é reforçado ...

    Leia mais
    blank

    Por que as mulheres não estão loucas

    Você é tão sensível. Tão emocional. Tão defensiva. Você está exagerando. Calma. Relaxe. Pare de surtar! Você é louca! Eu estava só brincando, você não tem senso de humor? Você é tão dramática. Deixa pra lá de uma vez! Por Yashar Ali no Papo de Homem  Soa familiar? Se você é uma mulher, provavelmente sim. Você alguma vez escuta esse tipo de comentário de seu marido, parceiro, chefe, amigos, colegas ou parentes após expressar frustração, tristeza ou raiva sobre algo que eles disseram ou fizeram? Quando alguém diz essas coisas a você, não é um exemplo de comportamento sem consideração. Quando seu marido aparece meia hora atrasado para o jantar sem avisar – isso é desconsideração. Uma observação com o propósito de calar você – como, "Relaxa, está exagerando" – logo após você apontar o comportamento ruim de alguém é manipulação emocional, pura e simples. E é esse o tipo de manipulação ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist