sexta-feira, abril 23, 2021

Tag: João Doria

Foto: Agência Senado

Em uma semana casos de Covid-19 aumentam 300% nas escolas em SP, aponta Apeoesp

O Sindicato dos Professores do Ensino oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) criou um monitor para acompanhar os casos de Covid-19 nas escolas públicas e privadas. Com duas semanas de retorno às aulas foram relatadas mais de 500 contaminações entre professores, estudantes e trabalhadores das escolas. A ferramenta é alimentada a partir de dados recebidos das próprias escolas. Até o dia 8 de fevereiro já tinham sido relatados 209 casos em 96 unidades. No espaço de uma semana esse número saltou para 551 casos em 334 escolas. À Rede Brasil Atual, a deputada estadual e presidenta da Apeoesp, Bebel (PT), declarou que “em que pese o esforço do governador (Doria) sobre a vacina”, ele tem agido como um “negacionista ao abrir as escolas no pior período de pandemia”. Além da disseminação do vírus, Bebel também atenta para o fato de que muitas escolas retomaram as atividades sem estrutura básicas para receber ...

Leia mais
Coronel Marcelino Fernandes, ex-corregedor da Polícia Militar de São Paulo 17.mai.2018 (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

João Doria incentivou policiais militares ao confronto, diz ex-corregedor 

Em meio à série de denúncias de casos de violência policial nas últimas semanas, cresceu também nos últimos meses o número de pessoas mortas por policiais militares no estado. Para o coronel Marcelino Fernandes, que chefiou até fevereiro deste ano a Corregedoria da corporação — órgão responsável por investigar possíveis irregularidades de policiais militares —, a situação é fruto direto de ações e de discursos do governador João Doria (PSDB). Doria foi eleito governador de São Paulo nas eleições de 2018 afirmando que, durante sua gestão, a polícia iria "atirar para matar". No dia em que foi eleito, prometeu "os melhores advogados" aos policiais que matam no estado. Depois, elogiou ação da polícia com 11 suspeitos mortos e afirmou que a redução da letalidade policial seria algo que poderia acontecer, mas sem obrigatoriedade. A política de segurança do governador causou alta na letalidade policial. "Três fatores foram preponderantes para o ...

Leia mais
Escritora Cidinha da Silva (Foto: Elaine Campos)

Sturm e Richthofen – Por Cidinha da Silva

As personagens dessa crônica são Sturm (André), ainda secretário da cultura da gestão Dória, em São Paulo e Richthofen (Andreas), um jovem doutorado em Química, surtado sob efeito do crack. Homens cuja ascendência européia pode ser notada pela sonoridade consonantal dos sobrenomes. Por Cidinha da Silva para o Portal Geledés  Em comum o fato de serem dois homens brancos na cidade de São Paulo que gozam das benesses da branquitude. O primeiro, Sturm, para agredir, humilhar e manter-se impune no exercício de cargo público. O outro, Richtofen, beneficiário do direito de existir, explicar-se numa situação suspeita, manter-se vivo e livre, com direito à comoção humana que todos os seres humanos em situação de fragilidade e desequilíbrio deveriam merecer. Sturm é acusado por ativistas culturais de práticas coronelistas, tais como: interferência nos resultados finais do Programa de Valorização de Iniciativas Culturais (Vai); no carnaval da cidade e na revogação e alteração do ...

Leia mais

Coletivos da área da Saúde se mobilizam contra “projeto higienista” para Cracolândia

Diversas entidades, coletivos e pessoas autônomas aderem a carta que manifesta repúdio a ação do poder público no centro Do Brasil de Feto Com o título “Pelo cuidado em liberdade e contra políticas higienistas”, documento assinado por cerca de 60 entidades e pessoas físicas, denuncia ação na cidade de São Paulo, no território chamado Cracolândia. Para facilitar as adesões, o grupo propulsor da carta, a Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares e o Centro Brasileiro de Estudos da Saúde (Cebes) formataram uma petição online que pode ser assinada por todas as pessoas e entidades. Clique aqui para acessar e assinar. Leia o documento na íntegra a seguir: Pelo cuidado em liberdade e contra políticas higienistas O município de São Paulo é permanentemente marcado pela violência institucional dos detentores de poder político e econômico contra o povo. Enquanto mantemos a expectativa de que autoridades governamentais acolham e assistam a todas e a todos, ...

Leia mais

Sugestão para Joao Doria: pintar-se de preto para testar a violência policial

Depois que o prefeito João Doria se fantasiou de cadeirante para testar a acessibilidade das ruas de São Paulo, o perfil Mussum Alive, do Twitter, lhe deu uma nova sugestão: pintar-se de preto para testar a violência policial Do Brasil 247  (Reprodução/Brasil247)  Depois que o prefeito João Doria se fantasiou de cadeirante para testar a acessibilidade das ruas de São Paulo, o perfil Mussum Alive, do Twitter, lhe deu uma nova sugestão: pintar-se de preto para testar a violência policial. Nesta segunda-feira, Doria irá lançar um novo programa de privatização de espaços públicos: o Adote uma Praça, em que empresas privadas serão chamadas a cuidar das praças da cidade, em troca de exposição publicitária. Abaixo o tweet:

Leia mais

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist