terça-feira, janeiro 26, 2021

Tag: Kaiowá

Comissão de Direitos Humanos: “Os tiros foram para matar; atingiram somente regiões vitais”

Parlamentares visitam indígenas atacados no MS da  Comissão de Direitos Humanos e Minorias — CDHM com fotos de Fabricio Carbonel No Viomundo  Com o objetivo de verificar de perto a situação dos indígenas do sul de Mato Grosso do Sul, atacados a balas por fazendeiros na terça-feira (14), uma comitiva de deputados viajou par ao local na quarta-feira (16) à noite. Durante o dia de ontem, o grupo de três parlamentares – o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputado Padre João (PT-MG), o vice-presidente, Paulo Pimenta (PT-RS) e Zeca do PT (PT-MS) – conversaram com pessoas que estiveram no local do ataque. Na noite de quarta, a comitiva visitou os feridos no hospital. Lá constataram que os tiros foram para matar, pois atingiram somente regiões vitais, como peito e abdômen. Segundo as vítimas, fazendeiros da região, com auxílio de pistoleiros, já chegaram ao acampamento atirando. O agente de ...

Leia mais
ONU Mulheres pede rigor na apuração da morte de líder kaiowá

ONU Mulheres pede rigor na apuração da morte de líder kaiowá

Luciano Nascimento A Organização das Nações Unidas (ONU) Mulheres Brasil pediu ontem (6) rigor e celeridade autoridades na apuração da morte da líder indígena kaiowá Marinavalva Manoel, assassinada na última sexta-feira (31) em Dourados, Mato Grosso do Sul. Nesta quinta-feira, a ONU Mulheres divulgou nota em que manifesta “extremo pesar pela violência e pela truculência” com que foi morta Marinalva, de 27 anos. O corpo da líder indígena foi encontrado na manhã de sábado (1º) à margem da rodovia BR-163. Marinalva recebeu 35 facadas – os golpes foram desferidos no tórax, pescoço, rosto e na mão esquerda da jovem. Marinalva era uma das defensoras da demarcação da Terra Indígena Ñu Verá e integrante do Grande Conselho Guarani-Kaiowá Aty Guassu. No último dia 15, ela participou, com outros líderes indígenas, de uma reunião em Brasília com ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Eles manifestaram, na ocasião, repúdio à decisão do STF que ...

Leia mais

Aty Guasu denuncia assassinato da liderança Kaiowá Marinalva Manoel e pede providências ao MPF

Por: Tania Pacheco O Conselho da Aty Guasu enviou carta (abaixo) a Deborah Duprat, coordenadora da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF, e ao Procurador da República em Dourados, Marco Antonio Delfino, sobre a morte da liderança Kaiowá Marinalva Manoel, de 28 anos. Uma das integrantes da comitiva que esteve em Brasília semana passada para exigir dos poderes públicos a demarcação das terras Guarani e Kaiowá, Marinalva foi encontrada na manhã de ontem (01/11) na margem da BR-163, despida e assassinada com diversas facadas. Reunido na Terra Indígena Nhuporã, o Conselho da Aty Guasu exige, na carta, “investigação justa” para a morte de Marinalva Manoel, “pois a mesma já vinha sofrendo várias ameaças de morte”. A carta continua: “Assim como todos nós povo Guarani e Kaiowá que estamos sofrendo ameaças de morte, ameaças de despejo, ameaças de invalidação dos laudos antropológicos de nossas Terras Indígenas Tradicionais decidimos que não vamos aceitar essa ...

Leia mais

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist