quinta-feira, fevereiro 25, 2021

Tag: supremacistas

Como São Francisco fechou as portas ao fascismo

Dias depois de projetarem-se em Charlostesville, supremacistas brancos tentaram provocar o berço da cultura hippie. Veja a reação, praticamente ignorada pela mídia Por Maurício Ayer Do Outras Palavras Milhares de pessoas foram às ruas de São Francisco no sábado, 26 de agosto, dizer não ao ódio, ao racismo e ao ultranacionalismo. Após uma semana tensa, sob a ameaça de que um comício convocado por grupos de extrema direita terminasse em confrontos violentos, à imagem do ocorrido dias antes em Charlottesville, a população e as instituições da cidade californiana conseguiram derrotar os “supremacistas brancos”, a ponto de fazê-los cancelar o ato. A chamada ao comício, cujo mote seria a defesa da “liberdade de expressão”, inspirou-se por um macabro oportunismo. O grupo de extrema direita Patriot Prayer, sediado no estado de Oregon, pareceu ver na “publicidade” que tiveram os acontecimentos de Virginia uma chance de alavancar sua plataforma política, ignorando o saldo da ...

Leia mais

Chefe de Estado Maior dos EUA condena “racismo e intolerância”

O chefe de Estado Maior norte-americano, Joseph Dunford, condenou hoje o "racismo e a intolerância", em linha com outros altos oficiais do exército dos Estados Unidos da América, depois da violência em Charlottesville. Por Lusa Do Noticias ao Minuto Posso dizer com firmeza e de forma inequívoca que não há lugar para o racismo e intolerância no Exército dos EUA e nos EUA como um todo", disse o general Joe Dunford. Vários funcionários militares dos EUA condenaram prontamente os confrontos que fizeram, no sábado, um morto no Estado de Virgínia, onde alguns manifestantes de extrema direita envergavam uniformes ou usavam insígnias do exército. "A marinha dos EUA sempre se opôs ao ódio e à intolerância", disse no sábado o almirante John Richardson, chefe da Marinha dos EUA. Os líderes da Força Aérea e do Pentágono também condenaram fortemente a violência. Uma postura enaltecida por Dunford, que se encontra numa visita oficial ...

Leia mais

Charlottesville: Mídia brasileira evita palavra “nazistas” e escolhe “supremacistas”

Por Ivan Longo Do Revista Fórum Não é à toa. No protesto absurdo de Charlottesville (EUA), manifestantes gritavam contra negros, judeus, LGBTs, imigrantes e exaltavam a “superioridade” branca. No Brasil, todos esses valores são disfarçados pelo antipetismo que essa mesma mídia ajuda a alimentar. Se chamarem, então, os “supremacistas” americanos de nazistas, teriam que chamar muito cidadão de bem de verde e amarelo de nazista também. Aí já é demais O protesto, no entanto, tinha uma voz uníssona: contra negros, judeus, LGBTs, pela “pátria” e exaltando a superioridade branca – elementos que fazem parte da base fundadora da ideologia nazista. Neste sentido, a manifestação de Charlottesville tinha caráter, sim, neonazista. Em artigo, o deputado federal Rogério Correia fez o alerta: “Reivindicavam a ‘supremacia branca’, daí serem chamados de ‘supremacistas’ pela mídia. São mais do que isso: são racistas. Fascistas. Neonazistas. Charlottesville merece mais do que o repúdio. De nós, brasileiros, serve ...

Leia mais

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist