Texto considerado racista será retirado de livro; APLB examinará todo conteúdo

O vereador de Salvador Léo Prates (DEM) comunicou no plenário na Câmara de Vereadores, no final da sessão desta quarta-feira (20), que a prefeitura de Salvador determinou a retirada do texto “As Bonecas da Fernanda” do material didático que será distribuído aos alunos da Rede Municipal de Ensino. Segundo o democrata, que faz parte da base do governo, o chefe da Agência de Comunicação (Agecom), Roberto Messias, informou ainda que todos os textos adotados nos materiais elaborados pelo Instituto Alfa e Beto, contratado por R$ 12 milhões por dispensa de licitação, serão submetidos à avaliação da associação dos professores (APLB-Sindicato). Nesta quarta-feira (20), o presidente da Comissão de Educação do Legislativo soteropolitano, vereador Sílvio Humberto (PSB), acusou o conteúdo, escrito pelo cronista mineiro Alexandre Azevedo em 1995, de possuir citações racistas. Em entrevista ao Bahia Notícias, logo após ser informado da decisão da prefeitura de Salvador, o socialista voltou a lamentar o episódio. “O estrago já foi feito. São mais de 10 anos de esforços dos movimentos para evitar que conteúdos como esse cheguem às carteiras dos alunos. Às vezes você melhora a infraestrutura, implanta escola integral, mas com um conteúdo desse não haverá avanço nenhum na educação”, condenou. Para o edil, faltou “eficiência” na condução do processo. “Em uma cidade como a nossa, com os principais indicadores lá em baixo, não pode haver essa falta de cuidado com a coisa pública, não só porque tudo isso envolve dinheiro público e, por isso, essa questão da eficiência na gestão, mas com as crianças também, porque interfere nos seus rendimentos e desenvolvimentos educacionais”, criticou. A Alfa e Beto, contratada pela Secretaria Municipal da Educação (Secult), fornecerá material didático para cerca de 90 mil alunos do 1° ao 5° ano da alfabetização.

Reprodução/ bahianoticias.com.br

 

 

Fonte: Bahia Noticia 

+ sobre o tema

para lembrar

África em Nós na Sala de Aula

O Projeto "África em Nós na Sala de Aula"...

Comunidade quilombola em Goiana recebe centro de ensino tecnológico

A inauguração aconteceu nesta sexta-feira; haverá aulas voltadas para...

Abertas inscrições para mestrado profissional no exterior pelo Ciência sem Fronteiras

O Programa Ciência sem Fronteiras começa a oferecer, a...

USP mostra desinteresse de alunos em seguir o magistério

  Uma pesquisa feita na Universidade de São Paulo (USP)...
spot_imgspot_img

Geledés publica boletins sobre a Primeira Infância nos estados brasileiros

Geledés Instituto da Mulher Negra está realizando as ações da segunda etapa do projeto “Primeira Infância no Centro: garantindo o pleno desenvolvimento infantil, uma...

PL do novo PNE apresenta avanços em equidade e dá primeiro passo em financiamento, mas precisa de melhorias estruturais e traz também retrocessos

O Projeto de Lei (PL) nº 2.614/2024, que prevê um Plano Nacional de Educação (PNE) para o período de 2024-2034, apresenta avanços relacionados à...

Jovens cientistas receberão apoio de mais de R$ 21 milhões para pesquisas   

O Instituto Serrapilheira anunciou, nesta quarta-feira (26), os 33 pesquisadores selecionados em dois editais que vão injetar mais de R$ 21 milhões em ciência no Brasil. Uma...
-+=