Unicamp abre inscrições para Vestibular Indígena e na modalidade com 639 vagas diretas pelo Enem

Enviado por / FonteDo G1

Interessados podem se inscrever a partir desta terça-feira (1) e até o dia 30 de novembro. A taxa é de R$ 30 para quem tentar uma cadeira via Enem. Vestibular Indígena ocorre em conjunto com a UFSCar.

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) abriu nesta terça-feira (1) as inscrições para o Vestibular Indígena 2023 e também para a modalidade com 639 vagas diretas pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados têm até 30 de novembro para fazer a inscrição.

No caso do processo seletivo para indígenas, a Unicamp realiza o vestibular em parceria com a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Cada universidade oferta 130 vagas, destinadas a estudantes indígenas brasileiros que cursaram escolas públicas.

“Os candidatos ao Vestibular Indígena 2023 deverão comprovar que pertencem a uma das etnias indígenas do território brasileiro, por meio da documentação especificada no edital, a ser entregue no dia da prova”, informou a Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest).

Vagas via Enem

  • Candidatos que tenham cursado integralmente o ensino médio em escola pública: 50% das vagas.
  • Candidatos que tenham cursado integralmente o ensino médio em escola pública e sejam autodeclarados pretos, pardos ou indígenas: 50% das vagas.

O pagamento da taxa de R$ 30 poderá ser realizado até o dia 5 de dezembro. Candidatos que receberam a isenção em maio também precisam fazer a inscrição.

Candidato pode escolher 2 cursos

De acordo com a Comvest, os candidatos podem fazer até duas opções de curso no momento da inscrição para os dois tipos de processo seletivo.

“No Vestibular Indígena as opções não podem ser na mesma universidade, ou seja, é necessário escolher uma opção de curso na Unicamp e outra na UFSCar”, explicou.

Nas duas modalidades haverá até cinco chamadas para matrícula online.

Provas e notas do Enem

Vestibular Indígena

A prova será aplicada em sete cidades de quatro estados: Bauru (SP), Campinas (SP), Dourados (MS), Manaus (AM), Recife (PE), São Gabriel da Cachoeira (AM) e Tabatinga (AM).

O exame será no dia 22 de janeiro de 2023, em língua portuguesa, com questões de múltipla escolha e uma redação. A divisão das questões será da seguinte forma: linguagens e códigos (14 questões); ciências da natureza (12 questões); matemática (12 questões); ciências humanas (12 questões).

O programa de estudos para a prova já está disponível nos editais, nas páginas da Comvest e da UFSCar.

“Os candidatos ao curso de licenciatura em música da Unicamp e da UFSCar, além das provas acima, deverão realizar a prova de habilidades específicas em música, com o envio eletrônico de vídeos, pela internet”, esclareceu a Comissão.

Enem

Na modalidade Enem-Unicamp, as provas são de responsabilidade do Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação.

Os candidatos poderão utilizar somente as notas do Enem 2022. Os pesos e notas mínimas exigidas em cada prova estão descritos no edital e na página da Comvest.

+ sobre o tema

Enem 2022: veja 15 fórmulas de física e seis temas para revisar antes da prova

A prova de ciências da natureza do Exame Nacional do...

Prouni 2023: inscrições começam nesta terça; saiba quem pode se inscrever

O Programa Universidade Para Todos (Prouni) do 1º semestre...

Vai prestar Fuvest? USP tem aulas abertas e gratuitas sobre as obras literárias

Se você vai prestar as provas da Fuvest, a fundação...

para lembrar

14 músicas de diferentes cantores indígenas brasileiros para conhecer

A música indígena reflete todo o espírito de um povo,...

Monólogo paciente

COM APENAS UMA FALANTE FLUENTE, O IDIOMA POIANAUA É...

ONU Brasil pede rigor nas investigações de ataque a indígenas no Maranhão

O Sistema das Nações Unidas no Brasil divulgou nota...

CNBB emite nota sobre situação dos povos indígenas Wajâpi, no Amapá

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) acompanha atentamente os...
spot_imgspot_img

Como vai funcionar o auxílio “Pé-de-Meia” para estudantes

Anunciado pelo governo federal como uma poupança para estudantes de baixa renda, o programa Pé-de-Meia foi detalhado em uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (26/01). Tendo como...

Cacique denuncia escalada da violência contra indígenas no Paraná após ameaça de policiais: ‘Posso matar vocês aqui e ninguém vai saber’

O cacique Izaias Benitter, da aldeia Taturi, localizada no município de Guaíra, no oeste do Paraná, denunciou a ameaça de policiais contra dois indígenas. O...

Comissão Arns e Conectas Direitos Humanos – Em repúdio ao ataque criminoso contra os Pataxó, no sul da Bahia

A Comissão Arns e a Conectas Direitos Humanos vêm manifestar seu repúdio aos trágicos acontecimentos ocorridos no dia de ontem, na cidade de Potiraguá,...
-+=