Vídeo da PM mostra ligações reais de mulheres violentadas

Pedidos de socorro de mulheres que foram agredidas ou presenciaram agressões a outras parentes nos últimos três meses em Santa Catarina baseiam um vídeo da Polícia Militar (PM) divulgado na manhã desta quarta-feira. A gravação (veja abaixo), segundo a corporação, foi feita com a intenção de proporcionar reflexão e discussão sobre o tema neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher.

Do DC, por ÂNDERSON SILVA

Trecho do vídeo divulgado pela PM-SC

Foto: Reprodução / PM / PM

Segundo o subchefe da Comunicação Social da PM, tenente-coronel Alessandro Marques, os relatos vieram de quatro centrais do 190 do Estado. O vídeo divulgado nas redes sociais da corporação traz casos como a tia que encontrou a sobrinha morta pelo companheiro e a filha que viu a mãe ser agredida pelo pai.

No fim do vídeo, em contraponto à ação dos agressores, foi feita a simulação da resposta da PM a casos como esses. Dos 41.940 casos de mulheres que foram vítimas de alguma forma de agressão física no Estado no ano passado, 19.469 foram violentadas dentro de suas residências.

— A gente tem a crença de que esta não é uma data comercial. Usamos esses áudios reais para que outras mulheres se encorajem e busquem seus direitos — disse o tenente-coronel.

O subchefe destaca que o vídeo não é uma homenagem, mas sim para que o tema seja discutido a fim de evitar novas agressões:

— Hoje não é um dia de homenagem, e sim para propormos a reflexão e os diálogos de respeito à mulher. É incrível que as pessoas que trabalham no 190 ainda tenham que ouvir esses tipos de relatos.

+ sobre o tema

Pai e filha mudam de gênero juntos nos EUA

Caso ocorreu em Detroit e chamou atenção no mundo Do...

Mapa de direitos LGBT e dados sobre violência mostram divisões e contradições

Dados sobre legislação e violência relacionada à comunidade LGBT...

‘A sociedade está preparada para nos separar’: O amor entre dois homens que emocionou o mundo

'A sociedade está preparada para nos separar': O amor...

‘Eu era neonazista até ser presa e me apaixonar por uma negra’

Angela King lembra quando foi a um bar já...

para lembrar

Abusada por treinador, nadadora tem crise nervosa após entrevista de Xuxa

Joanna Maranhão sofreu e usou o Twitter para dar...

Dilma Rousseff enfatiza luta contra violência doméstica

A presidenta da República, Dilma Rousseff, afirmou que é preciso “reprimir...

Na época do Brasil colonial, lei permitia que marido assassinasse a própria mulher

Jorge Amado abre o clássico Gabriela, Cravo e Canela...
spot_imgspot_img

‘Não’ é ‘Não’, inclusive na igreja

No dia 29 de dezembro, o presidente Lula sancionou a lei do protocolo "Não é Não" (lei 14.786/2023), que combate violência e assédio sexual contra mulheres...

Lula sanciona lei que protege mulheres de violência em bares e shows

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que cria o protocolo Não é Não, mecanismo de combate ao constrangimento e à...

Menina de 15 anos é vítima de estupro coletivo na noite de Natal; amigos são suspeitos, diz polícia

Uma adolescente, de 15 anos, foi estuprada na madrugada de Natal, 25 de dezembro, em Campo Grande (MS). De acordo com a polícia, os suspeitos...
-+=