A mãe do samba: a biografia de Tia Ciata ganhará nova edição

Enviado por / FonteO Globo, por Ancelmo Gois

Em setembro, chega às livrarias talvez a mais importante biografia de Tia Ciata (1854-1924), a mãe do samba. No quintal carioca da casa dessa baiana (filha de Santo Amaro, terra de Caetano Veloso) surgiu “Pelo telefone”, o primeiro samba gravado no Brasil.

É aquele dos versos que dizem — palavras que valem atualmente: “Ai ai ai, deixa as mágoas para trás ó rapaz”. A Todavia vai republicar nova edição de “Tia Ciata e a pequena África no Rio de Janeiro”, de Roberto Moura. O livro, que saiu nos anos 1980 pela Funarte, esgotou-se.

+ sobre o tema

Lançamento do livro/CD/DVD ‘O Jongo do Tamandaré’

    Saiba Mais:  Jongo Cacuriá AS DANÇAS...

Gal Martins: O movimento que faz a diferença

Como Gal Martins levou a linguagem da dança contemporânea...

Sessão solene pelo centenário do “Sambista Pé Rachado”

O sambista Pé Rachado se vivo completaria 100...

para lembrar

Paulinho da Viola: “O samba não acabou só porque o povo não deixou”

O músico de 74 anos, fala sobre o centenário...

A química musical de Martinho da Vila segue atual e sem fronteiras 26

Tudo tem que ser feito com amor, define o sambista...

O samba era visto como instrumento político, de aglutinação e controlo das massas

 Marta Lança entrevista Nei Lopes Em 1942 a Música Popular...
spot_imgspot_img

Samba, amor e Hip Hop

A quem nunca viu o samba amanhecer, Geraldo Filme aconselhava que fosse ao Bixiga para ver, ao quilombo da Saracura, à sede da Vai-vai....

Quilombo do Rio de Janeiro usou renda de roda de samba para lutar pelo território

No fim de uma pequena estrada cercada por mata atlântica, um galpão recebe dezenas de pessoas todos os finais de semana. Ali ocorrem as...

Leci Brandão: ‘Nada do que conquistei me faz ser uma mulher deslumbrada’

Leci Brandão sempre teve um lado: defender as minorias é algo intuitivo na sua vida. "A minha inspiração é toda calcada na minha observação enquanto...
-+=