A vida de Mandela na tela dos cinemas

Passados 20 anos do início da produção, a cinebiografia estreia neste sábado no Festival Internacional de Cinema de Toronto

Estreia neste sábado, 7 de setembro, no Festival Internacional de Cinema de Toronto, a cinebiografia de Nelson Mandela. O festival não tem júri e o melhor filme é escolhido pelo público. Baseado no livro homônimo do ex-presidente sul-africano, publicado em 1994, Long Walk To Freedom conta a história da juventude de Mandela, passando por seus 27 anos de prisão, até sua ascensão política.

Assista ao trailer abaixo:

Com supervisão do próprio Mandela, a produção envolveu um trabalho minucioso de pesquisa e levou 20 anos desde os primeiros rascunhos até o lançamento. De acordo com o Nelson Mandela Institute é a interpretação mais forte e autêntica da vida do líder pelos direitos humanos.

O papel principal é vivido pelo ator inglês Idris Elba, que já interpretou outra figura histórica na série Luther, da emissora britânica BBC, onde viveu o ativista americano pela igualdade racial Martin Luther King. O ator é reconhecido do grande público pelos recém blockbusters Thor eCírculo de Fogo. A direção ficou por conta de Justin Chadwick, que tem no currículo séries de TV e o filme sobre Henrique VIII e suas amantes, A Outra.

O filme tem previsão de estreia para 29 de novembro nos Estados Unidos e na Europa, mas ainda não tem data definida para outras localidades.

Tratamento em casa

Após 84 dias internado em um hospital de Pretória, devido a uma infecção pulmonar,Mandela voltou para sua casa, em Joanesburgo, no dia 1o. de setembro. O líder ainda não recebeu alta e sua saúde permanece crítica, mas estável.

De acordo com documento divulgado pela Presidência da África do Sul, a casa foi reconfigurada para permitir que Mandela continue com assistência médica intensiva. “Sua equipe de médicos está convencida de que ele vai receber o mesmo cuidado intensivo em sua casa, no subúrbio de Houghton, que recebeu no hospital em Pretória”, diz a declaração.

A equipe médica acredita que a condição de saúde do ex-presidente sul-africano é consequência de uma tuberculose contraída em 1988, no período de 27 anos em que ele esteve preso. “Mandela ainda poderá ser readmitido no hospital caso sua condição não melhore”, reiterou o presidente da África do Sul, Jacob Zuma.

A luta incansável pela igualdade de direitos e pelo fim do Apartheid na África do Sul fez de Nelson Mandela um líder nacional e um herói em todo o mundo. Por isso, milhares de pessoas têm feito homenagens ao líder sul-africano, desde quando foi internado, em 8 de junho no Medi-Clinic Heart Hospital. Seu estado de saúde tem sido descrito como “crítico, mas estável”, com momentos de melhora. Esta foi a quarta e mais longa internação do líder desde dezembro de 2012, quando foi diagnosticado com infecção pulmonar.

 

 

+ sobre o tema

Dono do melhor disco do ano, Rincon Sapiência lança a sensacional “Afro Rep”; assista

O rapper lançou seu primeiro álbum de estúdio, Galanga...

Missão humanitária chega ao Brasil para iniciar resgate de reféns na Colômbia

A senadora colombiana Piedad Córdoba chegou hoje a São...

Heloisa Pires – O Pescador de histórias

As ilustrações de Élon Brasil O Pescador navega...

para lembrar

Atriz Lucy Ramos fala sobre estética e preconceito em rede social

“Mude os fatos não o Afro”, disse a atriz Da...

No mês da Consciência Negra, escolas de Sorocaba promovem ações sobre o tema

Apresentações de teatro e dança, confecção de instrumentos musicais...

Comunidade quilombola Onze Negras mais perto dos benefícios previdenciários

Fonte: jornal Irohin online - Extraído de: Ministério Público...

As qualidades de Michael Jordan continuam intactas aos 48 anos

Michael Jordan é um nome incontornável em qualquer história...
spot_imgspot_img

‘Bad Boys 5’ já está sendo discutido, afirma produtor

‘Bad Boys: Até o Fim‘ estreou há apenas uma semana, mas um 5ª filme para a franquia estrelada por Will Smith e Martin Lawrence já está sendo discutido. A...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...
-+=