Alunos cotistas: médicos tão bons quanto os outros

Não posso encerrar o dia sem deixar de registrar a ótima matéria do Estadão sobre o desempenho da primeira turma de Medicina a se formar na Universidade do Estado do Rio de Janeiro – a UERJ – sob o regime de admissão por cotas.

Ao contrário do que alardeiam os que defendem posições discriminatórias, sociais ou raciais, não houve  diferença de rendimento entre alunos não-cotistas e cotistas.

Dos 43 cotistas admitidos – selecionados em faixas por origem na escola pública, etnia, deficiência e baixa renda – apenas quatro não concluíram o curso, mesmo número registrado entre os não-cotistas.

Dos 35 cotistas ouvidos pelo jornal, 25 passaram nas provas para residência, onde não há cotas ou qualquer handicap. E outros nove não a fizeram ainda, por não terem escolhido a especialidade a seguir ou precisarem ir trabalhar imediatamente, para ganhar mais que a bolsa de R$ 2.200 dos residentes. Entre 44 não-cotistas ouvidos,  oito não estão aprovados para a residência.

Parabéns a todos os novos médicos, cotistas e não cotistas. Que vocês, que são a prova viva de que, com oportunidades, todos podem chegar lá, pratiquem a Medicina com a dedicação e o espírito de solidariedade social que marca esta experiência.

 

 

Fonte: Tijolaço

+ sobre o tema

Marieta Severo fala de papel na novela, racismo e dos ataques que sua família recebe nas redes

Atriz cita retrocessos na sociedade, celebra ressurgimento do feminismo...

Marina diz em NY que não mudará a economia

Por: CRISTINA FIBE Candidata do PV pede fim de...

Às agressões humanas, a Terra responde com flores

Mais que no âmago de uma crise de proporções...

Lula chega a 47% na Vox Populi; maioria considera prisão injusta

“A prisão de Lula, da forma como ocorreu, parece...

para lembrar

Centenas de indígenas participam do primeiro dia dos ‘jogos tradicionais’

Os jogos tradicionais representam o momento de maior fascínio...

Juíza lança “O Negro no Século XXI”

Fonte: Portal Imbuí - "O Negro no Século XXI"....

África, não!

Namíbia, fica no sul da África e foi um...

Lançamento do marco regulatório do pré-sal

Brasília, 31 de agosto de 2009 ...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...

Em 20 anos, 1 milhão de pessoas intencionalmente mortas no Brasil

O assassinato de Mãe Bernadete, com 12 tiros no rosto, não pode ser considerado um caso isolado. O colapso da segurança pública em estados...
-+=