Alvo de racismo na Libertadores, Tinga critica: “trocaria um título pela igualdade entre raças”

O meio-campista do Cruzeiro foi alvo de insultos racistas na derrota para o Real Garcilaso. Presidente do rival critica o preconceito, via Twitter

O Cruzeiro estreou na fase de grupo da Libertadores da América com derrota por 2 a 1 para o Real Garcilaso, do Peru. No entanto, o placar ficou em um segundo plano graças a uma postura lamentável e criminosa da torcida do time da casa, que direcionou insultos racistas ao meio-campista Tinga, da equipe brasileira. 

Em todas as vezes que o jogador tocava na bola, os torcedores presentes ecoavam barulhos imitando macacos. Após o jogo, Tinga falou sobre o lamentável acontecimento: “Fico muito chateado. Joguei quatro anos na Alemanha e nunca passei por isso. Agora acontece em um país parecido com o nosso, cheio de mistura. Trocaria um título pela igualdade entre raças e classes e respeito”, disse para a Rádio Globo, após a partida.

“Ficamos muito muito triste por ter preconceito em pleno 2014. Aconteceu comigo uma vez há muito tempo, em Caxias”, voltou a lembrar o camisa 7 do Cruzeiro após o jogo, em entrevista para a FoxSports.

Dentre algumas pessoas ligadas ao esporte que se manifestaram sobre o acontecimento, o presidente do Atlético –MG, Alexandre Kalil, foi um deles. O mandatário do maior rival da Raposa deixou bem claro em seu Twitter que também reprova o que aconteceu com Tinga.

 

 

Fonte: Goal

+ sobre o tema

Comissão de Combate à Intolerância Religiosa em ato contra a eleição do pastor Marco Feliciano

O interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa...

Petrolina realizará 1° Festival Ana das Carrancas em celebração à cultura afrodescendente

  Culinária, vestimentas, rituais religiosos, penteados, arte, música e costumes...

Camélia da Liberdade chega à sétima edição premiando grandes nomes

Evento aconteceu no Vivo Rio e reuniu importantes personalidades...

para lembrar

ITÁLIA: Kadhafi pede 5 mil milhões de euros à UE para evitar “Europa negra”

O líder líbio, Moammar Kadhafi, deixou hoje Itália...

A rede sueca H&M é acusada de racismo após anúncio com menino negro

A rede de fast fashion sueca H&M se envolveu...

EUA: todos os jogadores de Futebol Americano admitem terem sofrido racismo

Uma pesquisa com os jogadores de Liga Nacional de...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=