Amamentação é a forma ‘mais simples, inteligente e barata’ de alimentar o bebê, afirma UNICEF

O melhor gesto que uma mãe pode fazer para seu recém-nascido é amamentar – um ato que ajuda muito mais do que a própria sobrevivência das crianças, mas também ajuda os bebês crescerem com benefícios que duraram por toda a vida, disse a mensagem inicial da ONU para a Semana Mundial de Amamentação, comemorada entre os dias 1 a 7 de agosto em mais de 170 países e que destaca o papel vital que a amamentação desempenha na vida das crianças.

“A amamentação imediata na primeira hora de nascimento poderia evitar a morte desnecessária de uma em cada cinco crianças. Esse número significa mais do que 500 mil crianças a cada ano. Mais de 1.500 crianças todos os dias”, disse o diretor-executivo do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Anthony Lake.

Porém, apesar de ser a maneira mais simples, mais inteligente e mais barata de criar crianças mais saudáveis, o UNICEF alerta que menos da metade dos recém-nascidos do mundo podem beneficiar-se desse tipo de dieta. Menos ainda são aqueles que conseguem ser amamentados exclusivamente com o leite materno durante os primeiros seis meses.

Para mudar essa tendência, o UNICEF ressalta a importância de mudar práticas sociais, trabalhando em primeiro lugar com comunidades e famílias para incentivar que mais mães possam amamentar aos seus filhos.

“O aleitamento materno é o fundamento de uma boa alimentação, reduzindo o risco de desnutrição na primeira infância e o risco de obesidade na vida adulta. Ao apoiar a nutrição e fortalecimento do vínculo entre mãe e filho, a amamentação também apoia o desenvolvimento saudável do cérebro”, acrescentou Lake.

 

 

Fonte: Onu

+ sobre o tema

Fundação Tide Setubal fomenta pesquisa com foco no coronavírus

Desigualdades socioeconômicas e territoriais devem pautar trabalhos científicos em...

Uma luta incansável

Desde que escrevi minha última coluna, muitas coisas aconteceram...

Campanha marca Dia Mundial de Conscientização dos Transtornos Alimentares

Criadores de conteúdo e especialistas de saúde brasileiros unem-se...

para lembrar

Estado dos EUA aprova lei que autoriza uso da maconha para tratamento de autismo

Depois de um longo processo de desenvolvimento, debates, estudos...

Como a mudança climática afeta as pessoas vivendo com HIV

Em meio à Cúpula de Ação Climática das Nações...

A população negra e o coronavírus

Recente reportagem no The New York Times, de 07...

Mortes por coronavírus crescem quase 150% em uma semana, na Paraíba

Casos confirmados aumentaram 120% no mesmo período. João Pessoa...
spot_imgspot_img

A indiferença e a picada do mosquito

Não é preciso ser especialista em saúde para saber que condições sanitárias inadequadas aumentam riscos de proliferação de doenças. A lista de enfermidades que se propagam...

Mulheres pretas e pardas são as mais afetadas pela dengue no Brasil

Mulheres pretas e pardas são o grupo populacional com maior registro de casos prováveis de dengue em 2024 no Brasil. Os dados são do painel de...

Saúde: 307 crianças ianomâmis desnutridas foram resgatadas em 2023

Ao longo do ano de 2023, 307 crianças ianomâmis diagnosticadas com desnutrição grave ou moderada foram resgatadas e recuperadas, segundo o Ministério da Saúde. Há quase...
-+=