Amy Winehouse aparece em vídeo cantando música racista

Canção se refere aos diferentes imigrantes que moram no Reino Unido, mas em um tom depreciativo

Do Estadão 

John D. Shearer/BEI/BEI/Shutterstock

Mais uma vez a cantora Amy Winehouse estampa a primeira página de publicações britânicas sobre celebridades. O site News of the World publicou nesta segunda-feira, 9, um vídeo caseiro em que a artista da soul music aparece cantando uma música racista. A fita foi, aparentemente, feita antes do casamento de Amy com Blake Fielder-Civil, em 2007, segundo informou o jornal El País.

A música que Amy canta no vídeo é muito popular entre as crianças, e no Brasil chegou a ser gravada pela apresentadora Xuxa. A letra serve para aprender as partes do corpo: “cabeça, ombro, joelho e pé”. Na gravação, contudo, Amy troca as palavras originais por: “blacks, pakis, gooks and nips, gooks and nips. And deaf and dumb and blind and gay” (“Negros, paquistaneses, orientais e japoneses. Surdos, mudos, cegos e gays”).

Literalmente, a canção de Amy se refere aos diferentes imigrantes que moram no Reino Unido, mas em um tom depreciativo. A cantora, que no vídeo aparece fumando um cachimbo, foi abordada pelos jornalistas para comentar o caso no domingo, 8, na porta de sua casa, e pediu desculpas pela canção.

 

+ sobre o tema

Eu era menino quando os da caserna confundiram-me com um comunista

Eu tinha pouco mais de dois anos quando raiou...

UFRJ terá primeira mulher negra como diretora da Faculdade de Educação

Neste ano, a Faculdade de Educação da Universidade Federal do...

Ditadura invadiu terreiros e destruiu peças sagradas do candomblé

Desde criança, a iyalorixá Mãe Meninazinha d’Oxum ouvia a...

Morre Ykenga Mattos, que denunciou o racismo em seus cartuns, aos 71 anos

Morreu na manhã desta segunda-feira aos 71 anos o...

para lembrar

Xô Racismo !

Fonte: Revista Viracão Por Paloma Klisys* O desejo de domínio, controle...

Sete pessoas são presas por racismo contra filha de Bruno Gagliasso

Uma adolescente de 14 anos que usava perfil falso...

OAB/SP lança nota de repúdio

Fonte: Afropress S. Paulo - O presidente...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=