Ano Internacional dos Afrodescendentes é comemorado, em Cuba, durante seminário sobre equidade racial nas Américas

De 13 a 17 de junho, evento vai reunir grandes nomes da diáspora africana nas Américas, como o ator-americano Danny Glover. ONU Mulheres vai apresentar iniciativas como produção e análise de dados desagregados de gênero e raça, incidência em políticas públicas e visibilidade positiva das mulheres negras

 

Brasília, 13 de junho de 2011 – Discutir a importância de mulheres e homens afrodescendentes para a cultura e a história de Cuba é a proposta do seminário “Cuba e os povos Afrodescendentes na América”, que acontece entre os dias 13 e 17 de junho, em La Havana, capital cubana. O evento é organizado pelo Instituto Cubano de Investigação Cultural Juan Marinello em comemoração ao Ano Internacional das e dos Afrodescendentes. A data foi instituída pelas Nações Unidas, em 2009, durante a Assembleia Geral da ONU.

A cerimônia de abertura acontece nesta manhã de segunda-feira (13/6), das 9h30 às 10h30, e contará com as presenças da coordenadora-residente do Sistema das Nações Unidas em Cuba, Barbara Pesce-Monteiro, e do diretor geral do Instituto Juan Marinello, Fernando Martinez Heredia. Em seguida, Ana Carolina Querino, coordenadora de Direitos Econômicos da ONU Mulheres Brasil e Cone Sul, participará do primeiro painel do dia. Na mesa serão apresentadas as ações das agências das Nações Unidas em relação ao enfrentamento do racismo e superação das desigualdades raciais.

Na ocasião, Ana Querino contará a experiência do Programa Regional de Incorporação das Dimensões de Gênero, Raça e Etnia nos Programas de Combate à Pobreza no Brasil, Bolívia, Guatemala e Paraguai para o enfrentamento das discriminações contra as mulheres negras e indígenas da região. Ela também vai distribuir os materiais produzidos pela ONU Mulheres para dar visibilidade à liderança das mulheres latino-americanas para a conquista de direitos, como registrado nos documentários “Mulheres no Cone Sul”, “As Américas têm cor: Afrodescendentes nos Censos do Século XXI” e “A situação das Mulheres Afrodescendentes”, e também a agenda Mulheres Afrodescendentes, produzida para celebrar o Ano Internacional das e dos Afrodescendentes.

Na terça-feira, 14/6, sob a moderação de Gisela Arandia, os especialistas James Early (Estados Unidos), Jesús Garcia (Venezuela), Romero Rodríguez (Uruguai), Roberto Zurbano (Cuba) e Mariela Castro (Cuba) vão avaliar os mecanismos regionais para o combate às desigualdades raciais no painel “Oportunidades, dificuldades e estratégias para consolidar um acordo regional para alcançar a equidade racial dos povos afrodescendentes”.

No dia 15/6, quarta-feira, Ana Carolina Querino, participará da mesa “Processos de criação de conhecimento na desconstrução do modelo pós-colonial para assumir a discriminação racial: educação e sociedade”. Ana Carolina vai utilizar as experiências das publicações Dossiê Mulheres Negras e Retratos das Desigualdades de Gênero e Raça para abordar a importância dos dados desagregados para o retrato fiel das realidades das populações negra e indígena na América Latina e Caribe. Também participarão das discussões Tomas Fernandez Robaina, Lídia Turner e Rodrigo Espina.

No dia 16/6, quinta-feira, o ator norte-americano Danny Glover e os especialistas em mídia Rafael Acosta de Arriba, Lizette Vila, Mário Mas Vidal, Isabel Moya, Rigoberto Lópés e Yolanda Wood participarão da mesa “O papel das identidades culturais nos meios massivos de comunicação e seu impacto na criação de um novo paradigma cultural de equidade racial”. As discussões se encerrarão na sexta-feira, 17/6, com o painel “Conceitos e reflexões sobre a epistemologia do racismo”.

Seminário “Cuba e os povos afrodescendentes na América”

Data: 13 a 17 de junho de 2011

Local: Instituto Cubano de Investigación Cultural Juan Marinello (Ave. Boyeros Nº 63 e/ Bruzón y Lugareño) – La Habana/Cuba

Mais informações: [email protected]

 

Fonte: Lista Racial

+ sobre o tema

IX Circuito de Teatro em Português

01 a 21 de Novembro de 2014 Em São Paulo...

Ciência negra uma proposta para a descolonização do conhecimento

Negro é inteligente? Se sim cite um nome de...

Estrangeiros no próprio país: a história dos afroargentinos

Ativistas negros se organizam para combater a discriminação e...

para lembrar

Mensagem de Hélio Santos para o 21 de Março

Neste 21 de março de 2015, quando se comemora...

Refugiados ensinam idiomas e compartilham experiências no Abraço Cultural

Refugiados estão ensinando idiomas e apresentando sua cultura a...

A fertilidade da pintura contemporânea de Gana Uma janela entre sociedade e arte

A arte tradicional africana influenciou e continua influenciando as...
spot_imgspot_img

Um Silva do Brasil e das Áfricas: Alberto da Costa e Silva

Durante muito tempo o continente africano foi visto como um vasto território sem história, aquela com H maiúsculo. Ninguém menos do que Hegel afirmou, ainda no...

Artista afro-cubana recria arte Renascentista com negros como figuras principais

Consideremos as famosas pinturas “A Criação de Adão” de Michelangelo, “O Nascimento de Vênus” de Sandro Botticelli ou “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci. Quando...

Com verba cortada, universidades federais não pagarão neste mês bolsas e auxílio que sustenta alunos pobres

Diferentes universidades federais têm anunciado nos últimos dias que, após os cortes realizados pelo governo federal na última sexta-feira, não terão dinheiro para pagar...
-+=