terça-feira, julho 7, 2020

    Tag: África e sua diáspora

    © iStock

    África quer investigação ao “racismo sistémico” e violência policial

    O texto do projeto, consultado hoje pela agência AFP, está a ser distribuído entre diplomatas para consulta, antes de um debate urgente sobre o assunto no Conselho dos Direitos Humanos, que se realiza na quarta-feira em Genebra. O debate teve como pano de fundo os protestos que abalaram os Estados Unidos desde a morte em Minneapolis de George Floyd, um homem negro de quarenta anos que foi asfixiado por um polícia branco em 25 de maio. No projeto de resolução, o grupo de países africanos condena veementemente "as práticas raciais discriminatórias e violentas das agências de aplicação da lei contra africanos e pessoas de origem africana e o racismo estrutural endémico no sistema de justiça penal nos Estados Unidos e noutras partes do mundo". Exige a criação de uma comissão de inquérito internacional independente, uma estrutura de alto nível normalmente reservada para crises graves, como o conflito sírio. O objetivo ...

    Leia mais
    Foto: Daniel Rocha/Reirada do site: Público

    Racismo em Portugal e o mito colonial

    O racismo em Portugal não se faz sentir através de uma tumultuosa e até romantizada história de luta e reivindicação social. Não se figura através de negras estatísticas de encarceramento penal ou em lutas populares como em Charlottesville, nos EUA. O racismo português possui um toque de subtilidade pós-colonial, feito através de finas luvas, em cafés e casas de classe média, níveis de desistência e alienação nas escolas, condições de infra-estrutura em certos bairros das cidades portuguesas e até pela pura necessidade de quotas e prioridade de entrada em faculdades e cursos. É peculiar este aspecto da discriminação racial portuguesa. O acto de simplesmente referir o racismo institucional em Portugal levanta dúvidas nas mentes do público, desperta pequenas indagações sobre quem é realmente o injustiçado nesta história. No caso dos EUA, o racismo e discriminação são temas presentes e comuns no debate e discurso político e social. Toda uma complexa história ...

    Leia mais
    A busca por achatar a curva de casos de coronavírus na África do Sul tem um motivo: o país tem um sistema de saúde público precário e que não suportaria uma enxurrada de doentes - Foto: Anadolu Agency

    África do Sul enfrenta dilemas da militarização prestes a completar um mês de lockdow

    Apesar da rigidez, a classe empresarial sul-africana não está fazendo passeatas para pressionar pela abertura do país Por Waleiska Fernandes, do Brasil de Fato A busca por achatar a curva de casos de coronavírus na África do Sul tem um motivo: o país tem um sistema de saúde público precário e que não suportaria uma enxurrada de doentes - Foto: Anadolu Agency Na semana passada, enquanto no Brasil havia corrida por ovos de Páscoa nos supermercados, na África do Sul, o artigo nem à venda estava. Isso porque o governo sul-africano determinou que tudo fosse recolhido dos mercados desde a última semana de março, quando foi decretado o estado de fechamento do país (lockdown) para a contenção da propagação do coronavírus. Mas o que os ovos de Páscoa têm a ver com a pandemia? Nada e tudo. O ovo de Páscoa propriamente não, mas especialistas apontam ...

    Leia mais
    O médico Denis Mukwege Imagem: Joel Saget/AFP

    África acordou para gravidade da covid-19, diz Prêmio Nobel da Paz

    O médico congolês Denis Mukwege, Prêmio Nobel da Paz, afirmou nesta terça-feira (21) que, de forma geral, os governos africanos "tomaram consciência da gravidade" da covid-19. Da AFP, na UOL O médico Denis MukwegeImagem: Joel Saget/AFP "Não se reproduziu a situação que se viu com a aids, na qual certos governos africanos estavam em negação. Neste caso, tomaram as medidas apropriadas", disse Mukwege em videoconferência organizada pela Fundação Positive Planet. "Até agora, a África teve muita sorte. Se tivesse sido golpeada com a mesma dureza que China, Europa, ou Estados Unidos, simplesmente teríamos tido um desastre", acrescentou. Com 1.000 mortos entre cerca de 20.000 casos, a África é, junto com a Oceania, um dos continentes menos atingidos pela pandemia. É possível, no entanto, que os números sejam subestimados, diante da falta de testes em massa. Vários governos do continente tomaram rapidamente medidas de confinamento da população, ...

    Leia mais
    Getty Images

    G20 com provisões de moratória da dívida para os países africanos

    Segundo o Financial Times, está a ser estudado um adiamento por seis ou nove meses. No Mercado Getty Images O G20 estará a considerar providenciar aos países menos desenvolvidos uma moratória sobre o pagamento da dívida, como parte de um plano para combater a Covid-19, evitando assim uma crise de dívida, de acordo com o Financial Times. A iniciativa deverá receber a aprovação dos ministros das Finanças dos países representados no G20, que se vão reunir esta semana, de acordo com o mesmo jornal, que cita fontes próximas do assunto. Em causa estará um congelamento dos pagamentos por seis ou nove meses, segundo o Financial Times. Ainda assim, a medida poderá ser mais ambiciosa, sendo prolongada até 2021, em linha com os apelos do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, na semana passada. A pandemia do novo coronavírus levantou preocupações sobre a capacidade de ...

    Leia mais
    Imagem retirada do site

    Morreu Sarah Maldoror, pioneira do cinema africano

    Morreu Sarah Maldoror, que ajudou a fazer renascer o que nunca morreu. Pioneira do cinema africano, militante anticoloniasta, foi autora dos filmes Monangambé e Sambizanga. Foi mulher de Mário Pinto de Andrade. Por Ferreira Fernandes, do Diário de Notícias Sarah Maldoror (Imagem retirada do site Diário de Notícias) O pai era da caribenha ilha de Guadalupe, a mãe do sul de França, e o nome que Sarah se deu adulta homenageava o poeta franco-uruguaio Lautréamont, autor de Os Cantos de Maldoror. A cineasta Sarah Maldoror morreu hoje, 13 de abril, em Paris, vítima do coronavírus, aos 91 anos. Sarah Maldoror foi casada com o poeta e político angolano Mário Pinto de Andrade, fundador e primeiro presidente do MPLA. Em 1956, então dedicada ao teatro, Sarah Maldoror fundou Les Griots, a primeira companhia de atores africanos e caribenhos em Paris. Para lutar contra os exclusivos "papéis de ...

    Leia mais
    O continente africano tem até agora cerca de 55 mil casos confirmados de infecções pelo coronavírus (AP Photo/Patrick Ngugi

    Mais de 100 ONG pedem perdão de dívida para os países africanos

    Mais de cem organizações não-governamentais (ONG) lançaram ontem um apelo para que os pagamentos da dívida dos países pobres, cujas finanças estão assoberbadas pelo combate à covid-19, sejam cancelados, incluindo aos credores privados. No Sapo Notícias Imagem: AP Photo/Patrick Ngugi “As organizações pedem o cancelamento imediato dos pagamentos da dívida aos países em desenvolvimento em resposta à crise económica e de saúde”, disse o economista-chefe da ONG britânica Comité para o Jubileu da Dívida, Tim Jones, à Lusa. O documento, enviado ao Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Mundial e governos do G20, defende várias medidas para cancelar o pagamento da dívida dos países em desenvolvimento e defende “a criação de um processo para trazer o peso da dívida para níveis sustentáveis através do cancelamento geral da dívida nos próximos anos”, acrescentou o diretor do departamento de políticas públicas da ONG britânica. Entre os subscritores do documentos ...

    Leia mais
    FABRICE COFFRINI / AFP via Getty Images

    OMS critica racismo de cientistas que querem que África seja ‘terreno de testes’ para vacina contra coronavírus

    O chefe da OMS condenou nesta segunda-feira os “comentários racistas” de pesquisadores que recentemente se referiram à África como “um campo de testes” para uma potencial vacina contra a COVID-19, denunciando “o legado de uma mentalidade colonial”. Por AFP, na ISTOÉ O diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus (Foto: FABRICE COFFRINI / AFP via Getty Images) “Esses tipos de comentários racistas não contribuem em nada para avançar. Vão contra o espírito de solidariedade. A África não pode e não será um campo de testes para nenhuma vacina”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, ex-chefe de diplomacia Etíope, durante uma conferência de imprensa virtual. “O legado da mentalidade colonial deve acabar”, acrescentou. Embora não tenha especificado a quais cientistas se referia, recentemente uma polêmica eclodiu na França e na África devido a uma conversa entre o diretor de pesquisa do Instituto Francês de Pesquisa Médica (Inserm), Camille Locht, ...

    Leia mais
    blank

    China e países africanos promovem cooperação na luta contra a epidemia

    Recentemente, um pequeno vídeo sobre experiências chinesas na luta contra o COVID-19 foi amplamente transmitido nas redes sociais em Angola. Produzido pelos estudantes angolanos em Xiamen, o vídeo apresentou ao povo angolano as medidas de prevenção da epidemia que eles aprenderam na China. Do Portuguese Reprodução/Twitter O presidente angolano, João Lourenço, elogiou na sua rede social as experiências de prevenção da epidemia e a autodisciplina dos chineses e pediu que o povo angolano siga o exemplo para vencer a doença. O coordenador do Comitê Interdepartamental de Prevenção do COVID-19 de Angola, também ministro da Defesa do país, Pedro Sebastião, disse no dia 1º de abril que a luta bem sucedida contra o COVID-19 na China ganhou tempo precioso e ofereceu experiências úteis para o mundo. O lado angolano agradeceu a China pelo apoio dado ao país e à África, e espera que as duas partes continuem ...

    Leia mais
    Ivory Coast's striker Didier Drogba poses before their International friendly football match against South Korea at Loftus Road Stadium in London, England, on March 3, 2010. AFP PHOTO/GLYN KIRK Foto: GLYN KIRK

    Eto’o e Drogba detonam médicos que sugeriram teste para vacina contra a Covid-19 na África

    Camaronês e marfinense apontam racismo na proposta dos pesquisadores Do O Globo Ivory Coast's striker Didier Drogba poses before their International friendly football match against South Korea at Loftus Road Stadium in London, England, on March 3, 2010. AFP PHOTO/GLYN KIRK Foto: GLYN KIRK Dois dos maiores ídolos do futebol africano, o camaronês Samuel Eto'o e o marfinense Didier Drogba, reagiram com revolta às declarações de dois médicos franceses que sugeriram o teste de vacinas contra o coronavírus na África. Durante um programa de TV, o professor Jean-Paul Mira, do Cochin Hospital, em Paris, sugeriu que o continente fosse usado para os testes porque "não tem máscaras, nem tratamento" para a doença. Outra debatedora, Camille Locht, do Instituto Nacional da Saúde e da Pesquisa Médica, concordou e disse que a ideia está sendo "seriamente considerada". Pouco depois, Eto'o usou uma rede social para compartilhar o vídeo ...

    Leia mais
    (Baz Ratner/Reuters)

    Coronavírus acelera o êxodo urbano na África

    Muitos temem a fome caso não abandonem as cidades Por AGENCE FRANCE PRESSE, do O Tempo (Baz Ratner/Reuters) Há alguns dias, centenas de pessoas caminham, em fila indiana, pela avenida nacional 7 para fugir da capital de Madagascar, Antananarivo, confinada devido ao coronavírus, um êxodo que surpreende inclusive a polícia neste país africano. Um deles é Richard Rakotoarisoa, que caminhava ao lado de muitas pessoas na RN7 com destino ao sul. "Paramos de trabalhar para respeitar a disciplina do confinamento, apesar da necessidade de alimentar nossos filhos", explica o pai de família de 30 anos. Ele partiu durante a madrugada com os dois filhos e uma bicicleta, além de alguns pertences, rumo à cidade de Antsirabe, a mais de 150 quilômetros de distância, onde estão sua mulher e o restante da família. "Não sabemos quando chegaremos, mas nos preparamos para passar noites na estrada e dormir ...

    Leia mais
    David Corio/Redferns/Getty Images

    Manu Dibango:“Meu domínio é a música e minha política é estar engajado musicalmente

    Rendemos uma singela homenagem ao símbolo incontornável da música africana com a publicação de uma entrevista concedida em Abril de 2008, ocasião em que foi convidado pela revista “Africa Today”, em Luanda, para três concertos memoráveis. Por Jomo Fortunato, do Jornal Angola  Manu Dibango (Foto: David Corio/Redferns/Getty Images) Sob a luz do luar que brilha de esperança, rompe o lirismo da sonoridade do saxofone, quebrando o silêncio da noite africana. A África dos ritmos velozes, na cadência das danças infinitas, a África das múltiplas cores, a África da tolerância, a África, berço de todas as artes. Plural, plástico e soba da africanidade musical é assim, Manu Dibango. É o nosso, Marabú, que leva num voo poético, a profundidade da África à compreensão e entendimento da cultura universal para as salas do mundo, onde fez ecoar a pulsação rítmica do batuque africano. Globalizado, irreverente e permeável, a ...

    Leia mais
    Crianças usam álcool em gel em uma igreja evangélica em Ouagadougou, Burkina Faso Foto: FINBARR O'REILLY / Finbarr O'Reilly/The New York Times

    Experiência com epidemias vem ajudando a conter disseminação do coronavírus na África

    Medidas restritivas foram tomadas de maneira preventiva; analistas, no entanto, temem que propagação possa ser rápida em países mais pobres Por Marina Gonçalves, do O Globo Crianças usam álcool em gel em uma igreja evangélica em Ouagadougou, Burkina Faso Foto: FINBARR O'REILLY / Finbarr O'Reilly/The New York Times Quando países europeus, como a Itália ou a Espanha, ainda tomavam medidas leves em relação aos primeiros casos de coronavírus na China, as nações africanas entraram em alerta. As cicatrizes da proliferação do ebola no continente, que entre os anos 2014 e 2016 deixou mais de 11 mil mortos e cerca de 28 mil infectados, ainda estavam abertas. Mas é justamente a experiência em assistência básica que diversos países adquiriram no combate à epidemia uma das explicações para a até agora lenta propagação do coronavírus na região, somada à expectativa de vida mais baixa em média no continente ...

    Leia mais
    blank

    52 nomes africanos femininos e masculinos para o seu bebê

    O continente africano é gigantesco, composto por 54 países e com mais de 900 milhões de pessoas. no Dicionário de Nomes Próprios Devido a isso, é muito diverso culturalmente, possuindo cerca de 2 mil línguas e dividido em 2 regiões principais: África do Norte e África Subsaariana. Se você quer saber mais sobre nomes africanos, simplesmente descobrir o significado do seu nome ou escolher algum deles para o seu bebê, então vem adentrar nesse universo! São 52 ótimas sugestões de nomes femininos e masculinos, muitos de origem africana e outros provenientes da colonização e da aculturação. Nomes africanos femininos 1. Zuri A partir da língua suaíli, presente principalmente na África Oriental, esse nome significa “linda”, “bonita”. Uma personalidade conhecida que o carrega é a repórter Zuri Hall. 2. Amara Mais um nome feminino que possui um lindo simbolismo, ele tem origem na língua Igbo, tradicional da Nigéria, e significa “graça, ...

    Leia mais
    Reuters

    Veterano líder dos direitos civis Joseph E. Lowery morre aos 98 anos

    Pregador carismático, Lowery liderou a Conferência de Liderança Cristã do Sul (CLCS) por duas décadas - restaurando a estabilidade financeira da organização e pressionando as empresas a não negociar com o regime do apartheid da África do Sul - antes de se reformar, em 1997. Lowery, considerado o decano dos veteranos dos direitos civis, viveu para comemorar um marco em novembro de 2008 que poucos dos seus colegas do movimento pensaram alguma vez testemunhar: a eleição de um presidente afro-americano. Numa emocionante comemoração de vitória do presidente eleito Barack Obama em Atlanta, Lowery afirmou: "Os Estados Unidos hoje à noite estão em processo de nascer de novo". Defensor precoce e entusiasta de Obama sobre a então oponente democrata Hillary Clinton, Lowery foi responsável pela bênção na posse de Obama. Em 2009, Obama concedeu a Lowery a Medalha Presidencial da Liberdade, a maior honra civil do país. Noutro momento de destaque, ...

    Leia mais
    Em Anomabo, Gana, um homem faz ajustes no cajado de um jovem turista em Fort William, que, no passado, mantinha africanos escravizados antes de serem forçosamente levados para o outro lado do Atlântico. FOTO DE JANE HAHN

    Como Gana se tornou o destino mais procurado por turistas afro-americanos

    Um novo movimento de visitação está criando vínculos ancestrais na África Ocidental. Por Heather Greenwood Davis, Starlight Williams, do National Geographic Em Anomabo, Gana, um homem faz ajustes no cajado de um jovem turista em Fort William, que, no passado, mantinha africanos escravizados antes de serem forçosamente levados para o outro lado do Atlântico.FOTO DE JANE HAHN NO VERÃO PASSADO em Gana, Tiffany Heard acompanhou seu guia até a cidade natal dele, Kumasi. Lá, em um pátio na segunda maior cidade do país, essa agente de viagens de 34 anos, nascida na Califórnia, EUA, aguardava para conhecer seu novo nome ao som de cantos e músicas entoados pelos moradores locais. A cerimônia foi simples, mas profunda. O nome conecta os africanos ao lugar e à família; a ausência de um nome representa a ausência de uma história. Quando os africanos escravizados eram privados de seus nomes, ...

    Leia mais
    Bissau, capital guineense. Imagem de Ilustração. © AFP - EMILIE IOB

    Covid-19: Dois casos confirmados na Guiné-Bissau

    Os dois infectados são um cidadão indiano, homem de negócio residente em Bissau, e um cidadão da República Democrática do Congo, funcionário das Nações Unidas. Do RFI Bissau, capital guineense. Imagem de Ilustração. © AFP - EMILIE IOB Há ainda um terceiro caso suspeito, um cidadão da Guiné-Bissau, estudante no Senegal regressado ao país recentemente. Os testes laboratoriais sobre a situação do estudante no Senegal estão a decorrer, talvez até sexta-feira os resultados serão conhecidos. O cidadão indiano está na sua residência sob vigilância médica e o congolês está nas instalações das Nações Unidas. Ambos deverão ser transferidos para o hospital Simão Mendes, o mais tardar, até sexta-feira. O centro de isolamento e tratamento de doentes com o Covid-19 no hospital Simão Mendes está a ser ultimado pela engenheira militar. O anúncio feito pelas autoridades em como há dois casos confirmados de infecção com o Covid-19 parece estar, finalmente, a meter medo aos guineenses. ...

    Leia mais
    Foto: Getty Images

    Pandemia de coronavírus já atinge mais de dois terços da África

    Já são 38 países, em um total de 54, que registraram casos de covid-19 e os números devem crescer, sem que haja um controle preciso Por Eugenio Goussinsky, do R7 Foto: Getty Images No último domingo, um cidadão moçambicano foi diagnosticado com Covid-19, fazendo o número de infectados no continente africano subir para 38 entre 54 países. A doença já é uma realidade local, mas tem passado mais desapercebida no noticiário mundial. Em um continente marcado pela colonização, guerras, miséria e governos autoritários, a situação tende a se agravar devido ao precário sistema de saúde em que há a falta de material, unidades de terapia intensiva e médicos. O continente, nos anos 2014 e 2016, foi cenário da proliferação do Ebola, que deixou mais de 11 mil mortos entre 28 mil infectados. O novo coronavírus é bem menos letal, mas já é mais uma entre as ...

    Leia mais
    Nkrumah e partidários em discurso - Getty Images

    63 anos da independência de Gana, a primeira na África Subsaariana

    Organizado pelo político socialista Kwame Nkrumah, o povo ganense lutou pela autonomia até 1957, quando deixou de ser a Costa d'Ouro Por ANDRÉ NOGUEIRA, do Aventuras na História Nkrumah e partidários em discurso - Getty Images No século 19, uma região na costa oeste africana, tomada em parte pelos portugueses, tornou-se alvo do colonialismo britânico. Com pouco tempo de guerra, todos os grupos políticos originários do local seria subjugados, se tronando parte da Costa d’Ouro. Esse espaço, cheio de contradições e singularidades, seria o primeiro país da África Subsaariana a conquistar sua independência: Gana. Diferente de muitos países que traçavam sua emancipação naquele momento, através da guerra, Gana, por mais que com a presença de muitas formas de resistência violentas, buscou sua separação do Reino Unido pela diplomacia, e a figura chave desse momento foi Kwame Nkrumah, que chefiava a Costa d’Ouro e liderava um movimento ...

    Leia mais
    (Foto: Reprodução/ Twitter)

    Coronavírus na África, a terceira onda

    dos 54 países africanos, pelo menos 40 já testaram positivo para o COVID-19; as maiores incidências estão localizadas em Burkina Faso, no Egito e na África do Sul. Por Lelê Teles enviado para o Portal Geledés Reprodução/ Twitter curiosamente, não são os chineses os maiores propagadores do vírus no continente negro; embora haja um grande fluxo de chineses por lá. a maioria dos casos está ligado a pessoas que vieram da Europa. não se sabe como o vírus vai reagir em temperaturas elevadas, sabe-se que ele não é fatal para organismos jovens e sabemos que a África é um continente de população não muito longeva; apenas 5% dos mais de 1 bilhão e 300 milhões de africanos têm mais de 65 anos. para se ter uma ideia, na Itália esse contingente é maior que 23%. no entanto, há milhões de jovens infectados com o vírus da ...

    Leia mais
    Página 1 de 80 1 2 80

    Últimas Postagens

    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist