“Baixinhas e gordas” Passageiro reclama de aparência de aeromoças, e Aerolíneas Argentinas dão melhor resposta do mundo

A Aerolíneas Argentinas recebeu nesta semana um comentário machista e preconceituoso em sua fanpage no Facebook. Além de responder às dúvidas do passageiro, a companhia aérea aproveitou para dar uma excelente resposta.

no Brasil Post por Gabriela Bazzo

O internauta Andrés Pignataro resolveu usar o Facebook para criticar a aparência das comissárias de voo que, segundo sua opinião, “deixavam muito a desejar”. O comentário foi retirado do ar e a companhia afirmou ao Brasil Post que já tomou as medidas necessárias.

o-AEROLINEAS-571

O que chama a minha atenção é o baixo nível de aeromoças que a empresa tem. Antigamente, elas eram altas, esbeltas e impunham respeito, agora são todas baixinhas e gordas, e deixam muito a desejar na aparência do voo. Saudações.

Eis então, a resposta MARAVILHOSA da companhia, que detalhou os pré-requisitos necessários para trabalhar como aeromoça das Aerolíneas Argentinas e finalizou: os preconceitos não saem para voar, os deixamos em terra.

o-AEROLINEAS-570

“Olá Andres, estes são os requisitos para ser tripulante de cabine:
– Ser maior de 18 anos
– Altura: Mulheres 1,63 a 1,75 – Homens 1,70 a 1,85
– Nacionalidade Argentina
– Segundo grau completo
– Licença de Tripulantes de Cabine de Passageiros
– Domínio do idioma inglês
– Saber nadar
Os preconceitos não saem para voar, os deixamos em terra.
Saudações”

+ sobre o tema

para lembrar

spot_imgspot_img

Geledés publica boletins sobre a Primeira Infância nos estados brasileiros

Geledés Instituto da Mulher Negra está realizando as ações da segunda etapa do projeto “Primeira Infância no Centro: garantindo o pleno desenvolvimento infantil, uma...

PL do novo PNE apresenta avanços em equidade e dá primeiro passo em financiamento, mas precisa de melhorias estruturais e traz também retrocessos

O Projeto de Lei (PL) nº 2.614/2024, que prevê um Plano Nacional de Educação (PNE) para o período de 2024-2034, apresenta avanços relacionados à...

Jovens cientistas receberão apoio de mais de R$ 21 milhões para pesquisas   

O Instituto Serrapilheira anunciou, nesta quarta-feira (26), os 33 pesquisadores selecionados em dois editais que vão injetar mais de R$ 21 milhões em ciência no Brasil. Uma...
-+=