Bélgica endurece penas contra atos homofóbicos e racistas

O governo belga decidiu, nesta sexta-feira, que vai endurecer as penas máximas contra os atos de violência motivados por discriminação e racismo. A resolução acontece alguns meses após a morte de um homossexual que chocou o país e mobilizou as associações de defesa dos direitos homossexuais na Bélgica.

As novas sanções vao ser debatidas pelo parlamento belga cuja adoção deve acontecer até o final deste ano. As agressões que resultarem em morte devido a razões de orientação sexual ou racismo poderão resultar em prisão perpétua. A atual legislação prevê 20 anos de reclusão. Para agressão física, a pena máxima pode passar de 5 para 30 anos de prisão.

O governo belga cumpre, desta forma, as promessas de endurecer as sanções após a morte de Ihsane Jarfi, de 32 anos, em abril. O belga foi morto por três homens em uma festa. Seu corpo foi abandonado em um campo em uma cidade próxima à Liège e descoberto dois dias após o crime.

O primeiro-ministro socialista belga, Elio Di Rupo, promete ser implacável sobre o assunto. “Queremos uma sociedade livre e tolerante e não podemos admitir que o racismo ou a discriminação sejam a causa de gestos de violência”, declarou.

Ainda na madrugada da última quinta-feira, um homem de 35 anos foi violentamente agredido por dois irmãos em um café da cidade de Alost por ter reconhecido sua homossexualidade.

 

 

Fonte: RFI Português

+ sobre o tema

Protocolo negro

Quem é negro costuma cumprir um protocolo ao colocar...

Cidinha da Silva e as urgências de Cronos em “Tecnologias Ancestrais de Produção de Infinitos”

Em outra oportunidade, dissemos que Cidinha da Silva é, assim...

Fiocruz alerta para aumento da taxa de suicídio entre criança e jovem

A taxa de suicídio entre jovens cresceu 6% por...

para lembrar

Rodada contra Racismo

Neste final de semana, a Confederação Brasileira de Futebol...

Olivier Rousteing: ‘A moda é racista’

Único negro à frente de uma grife de luxo,...

Tribunal de Londres processa zagueiro John Terry por racismo

LONDRES, Reino Unido — O capitão da seleção inglesa...

Procon-SP notifica shopping após mãe denunciar racismo

O Procon-SP notificou ontem o Bourbon Shopping São Paulo...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=