sexta-feira, novembro 26, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaPatrimônio CulturalBrasileiro surpreende e obtém ouro no salto na Copa do Mundo de...

Brasileiro surpreende e obtém ouro no salto na Copa do Mundo de ginástica

O brasileiro Ângelo Assumpção, 18, foi a surpresa brasileira do sábado (02) no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, e conquistou medalha de ouro no salto em etapa da Copa do Mundo de ginástica artística. Último a apresentar sua série, ele recebeu 15,025 e garantiu o topo do pódio. Diego Hypolito, com 14.837, ficou com o bronze.

Por Fabio Aleixo Do Uol

Assumpção tem sido tratado como um dos principais prospectos da ginástica masculina no Brasil, mas nunca havia obtido uma medalha de ouro na Copa do Mundo. Além disso, ele havia obtido apenas a quarta maior nota na prova eliminatória da etapa da Copa do Mundo.

“É uma emoção muito grande. Não tenho palavras para descrever. Essa medalha significa muito para mim e para o meu técnico”, disse Assumpção após a conquista. “Deu um pouco de aflição porque eu vi que o alemão tinha ido bem. Não quis pensar muito em resultado, e acho que deu certo”, completou.

Hypolito, sexto na prova classificatória, foi o primeiro a saltar na final. Apoiado pela torcida, ele teve 14.775 e 14.900, notas que renderam média de 14.837.

Leia mais sobre Ginastica

O que torna mais relevante a marca do ginasta é que ele disputou a prova final acometido por fortes dores nas costas. Ele chegou a cogitar não participar do aparelho para dar prioridade ao solo.

“Fico feliz pelo caçulinha da seleção”, afirmou Hypolito em alusão a Assumpção. “Eu ainda senti bastante dor na coluna, mas nada que atrapalhasse. Estou muito feliz por ganhar minha 58ª medalha em Copas do Mundo”, adicionou.

O primeiro a superar Hypolito foi o alemão Mathias Fahrig, que somou 14.850 e ficou com a medalha de prata no aparelho.

E se a surpresa no salto masculino foi positiva, no feminino aconteceu o inverso. Rebeca Andrade, que havia obtido a maior nota da eliminatória e chegou à final como favorita, recebeu 14.700 e ficou com a prata. A medalha de ouro foi conquistada pela chinesa Yalan Deng (14.962), e a chilena Francesca Santi ficou com o terceiro posto no pódio (14.162).

A prova ainda teve Letícia Costa como representante do Brasil. Ela acabou o aparelho na quarta posição.

Nas paralelas, Francisco Barreto conseguiu 15.300 e ficou com um bronze. O chinês Xiadong Zhu (15.750) e o alemão Lukas Dauser (15.525) ficaram com os lugares mais altos do pódio no aparelho.

O Brasil ainda tinha uma chance de medalha nas barras assimétricas, mas Rebeca Andrade sofreu uma queda e ficou longe do pódio. O ouro no aparelho ficou com a chinesa Chonsong Shang, que teve 15.025 como nota.

Terminado o primeiro dia da etapa da Copa do Mundo, o Brasil somou quatro medalhas (um ouro, uma prata e dois bronzes). A China, com três ouros e uma prata, é a primeira colocada da disputa.

RELATED ARTICLES