Campanha polêmica de canetas pedia para mulheres “agirem como damas, mas pensarem como homens”

A filial sul-africana da marca de canetas BIC precisou pedir desculpas publicamente após veicular um anúncio sexista no último domingo (9), segundo reportagem do jornal inglês “The Guardian”.

Para “celebrar” o dia nacional das mulheres, a marca publicou uma peça publicitária com a foto de uma mulher, com roupa formal, e sugeriu que as sul-africanas “agissem como damas, mas pensassem como homens”.

“Pareça uma garota. Aja como uma dama. Pense como um homem. Trabalhe como um chefe”, dizia o slogan propagado pela fabricante.

Pouco após a publicação da imagem no Facebook, a marca recebeu uma enxurrada de críticas. “Por que se espera que eu pareça uma criança? Por que se espera que eu veja o mundo pela ótica masculina? Por que se espera que eu ‘pense como um homem’, mas que não aja como um homem em meus chamados pensamentos masculinos?”, escreveu uma internauta.

A companhia publicou uma nota, ainda no domingo, tentando explicar que a ação visava “empoderar as mulheres”, mas se viu obrigada a emitir um pedido de desculpas.

“Vamos começar dizendo que estamos incrivelmente sentidos de ofender a todos — o que nunca foi nossa intenção, mas entendemos onde erramos. Este post nunca deveria ter sido publicado”, escreveu a BIC.

+ sobre o tema

Caravana da Mulher chega ao Alto Dois Carneiros

A sexta edição da Caravana da Mulher, realizada no...

Mulheres do PT debatem feminismo, políticas e construção partidária

Cerca de 700 delegadas de todo o Brasil reuniram-se...

Na Rio+20, governo brasileiro e ONU Mulheres firmam cooperação Sul-Sul em igualdade de gênero

Serão investidos três milhões de dólares, doados pelo governo...

Salvador registrou 234 casos de abusos em 234 dias do ano

A Bahia lidera o ranking de denúncias de violência...

para lembrar

Homens e mulheres concordam: o preconceito de gênero interfere no salário

De 13 perguntas da pesquisa Mitos & Verdades, feita...

Gênero nos espaços públicos e privados

O estudo "Mulheres brasileiras e gênero nos espaços públicos...

Diálogos Feministas: Análise de conjuntura e desafios para a defesa da democracia

Esta publicação traz uma síntese do debate realizado: uma...

Gisele, eu tenho um cérebro!

Algum tempo atrás eu escrevi um artigo intitulado "E...
spot_imgspot_img

O atraso do atraso

A semana apenas começava, quando a boa-nova vinda do outro lado do Atlântico se espalhou. A França, em votação maiúscula no Parlamento (780 votos em...

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...
-+=