quinta-feira, julho 7, 2022
InícioSem categoriaCapa da Trip ousa no debate contra o racismo

Capa da Trip ousa no debate contra o racismo

 

 

Capas da Trip (reprodução/Facebook)

“Ser negro no Brasil é f*da”. Essa é a frase que estampa a capa da edição deste mês da revista Trip. Já a publicação TPM, da mesma editora (Trip), tem a chamada praticamente idêntica, apenas muda o gênero: “Ser negra no Brasil é f*da”. A capa da revista masculina traz a imagem de Anderson Silva e a da publicação feminina conta com Juliana Alves.

Ambas revistas abordam o preconceito sofrido pelos negros nas mais diferentes situações e esferas, sejam elas pessoas ou profissionais. O caso do jogador Tinga, do Cruzeiro, alvo de ofensas racistas no Peru reacendeu a discussão do racismo. Embora o caso tenha acontecido em outro país, aliado a outros episódios também no futebol daqui, o debate voltou à tona no Brasil, que possui uma maioria de pessoas negras.

Um das capas da Trip homenageia a clássica capa da revista norte-americana Esquire de abril de 1968, em que o boxeador Muhammad Ali aparece em pose que remete ao martírio de São Sebastião, o militar que foi flechado por ordem do imperador Diocleciano por proteger cristãos.

Segue a comparação:

 

anderson-450x298

 

 

Fonte: IntegileMcia

Artigos Relacionados
-+=