Cia. Os Crespos faz nova temporada do espetáculo Cartas à Madame Satã

Até o dia 16 de abril, o Teatro Casa Livre recebe a Cia. Os Cresposcom o espetáculo Cartas à Madame Satã ou Me Desespero Sem Notícias Suas. Dirigido por Lucelia Sergio, o ator Sidney Santiago Kuanza encena o texto de José Fernando de Azevedo sobre o personagem emblemático da vida noturna e marginal carioca na primeira metade do século 20.

Do Girasp

Para a concepção do espetáculo, foram ouvidas cerca de 40 pessoas sobre suas afetividades. A partir desse material, a Cia Os Crespos desvendou o que havia em cada história que precisava ser dito. Assim, Sidney Santiago Kuanza encarna um ator-coro da série de depoimentos, trazendo, em cada fala, uma multidão. Cada cena tornou-se então uma tentativa de correspondência à procura de um endereço, na expectativa de que não haja extravio.

No palco, um quarto e, nesse quarto, um homem negro se corresponde com a figura mítica de Madame Satã. Fragmentos de histórias revelam, através de cartas, trajetórias e casos de amor, numa cidade-país carregada de doenças, que mantém sob cárcere privado um jovem apaixonado. As frações dessas histórias, trajetórias e casos de amor retratados em Cartas à Madame Satã ou Me Desespero Sem Notícias Suas foram condensadas e potencializadas através de cartas endereçadas a uma figura, cujo corpo maltratado de porradas, revela como nossa sociedade ainda enxerga o corpo, o desejo e o amor. E, na tentativa de esboçar a presença de Madame Satã, guardamos dela o gesto de enfrentamento, num esboço de construção de discurso que acima do panfleto se quer humano.

Serviço:

Cartas à Madame Satã ou Me Desespero Sem Notícias Suas
Teatro Casa Livre
Rua Pirineus, 107 (Metrô Marechal)
Até 16 de abril
R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).
De segunda a quinta, às 21h

+ sobre o tema

Grupo Racionais MC’s anuncia lançamento de disco após 12 anos

O grupo de rap Racionais MC's anunciou nesta quarta-feira...

Sara Bonetta Forbes, a princesa africana dada “de presente” para a Rainha Vitória

Nascida por volta de 1843, a futura Lady Sara...

Pesquisador descobre livro de Machado de Assis ignorado por um século e meio e nunca publicado

Wilton Marques, da UFScar, encontrou menções a 'Livro dos...

para lembrar

Aparecida Petrowky chega para se casar: ‘Estou com frio na barriga’

Aparecida Petrowky não se atrasou para o seu casamento...

A esperança: Uma oração diária para toda criança negra

A esperança: Uma oração diária para toda criança negra....

Judiciário autoriza registro de nome africano

Decisão histórica do Tribunal de Justiça do Rio de...
spot_imgspot_img

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...
-+=