Clientes e garçons ficam solidários com ex-ministra durante ataque de mulher fascista

A ex-ministra Eleonora Menicucci, ex-ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres durante o governo Dilma Rousseff (PT), sofreu um ataque fascista de uma mulher, que aos berros tentou destratá-la em um restaurante de São Paulo. Mas o ataque fascista não deu certo, os clientes e os garçons se solidarizaram com Eleonora.

Do Carta Campinas 

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Veja o texto de Eleonora:

“Estava com uma amiga ,também ex presa politica, a Celeste Martins, na sexta feira santa , almoçando na Adega Santiago da Rua Melo Alves, quando vem até minha mesa uma mulher. De celular em punho aponta minha foto ao lado da legítima Presidenta eleita do Brasil Dilma Rousseff no dia de seu afastamento.

Aos berros,pergunta se sou eu mesma a da foto. Eu, categoricamente digo : Sou , com muito orgulho.

Foi quando, ela começa a me agredir com as seguintes frases: você deveria ter vergonha de estar aqui, porque aqui é um lugar de coxinha
Eu, de pronto respondi : eu entro onde quero, foi quando Celeste reagiu e ela reagiu: não é com você que estou falando. As mesas emudeceram.

As duas mesas vizinhas, uma de cada lado prontamente se manifestaram a meu favor. A partir dessa violência instalou- se um clima de solidariedade a mim e em última instância totalmente contrários ao fascismo que ora domina o nosso país. No final, uma das mesas vizinhas tirou uma foto comigo, o que animou os garçons a se solidarizar comigo e tirarem fotos. A solidariedade recebida demonstra que o fascismo não domina o Brasil de hoje como querem os golpistas.

NA LUTA CONTRA O FASCISMO”.

+ sobre o tema

Coalizão de entidades lança campanha por mais negros nos parlamentos

A Coalizão Negra por Direitos, que reúne mais de...

Kenarik Boujikian é nomeada para a Secretaria Nacional de Diálogos Sociais da Presidência

A desembargadora aposentada do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) Kenarik...

Precarização do trabalho rural impacta mais pessoas negras e mulheres

Um relatório da Oxfam Brasil indica que mulheres e pessoas negras...

Em Ceilândia, Anielle Franco anuncia R$ 1,6 milhão para organizações

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, anunciou, nesta...

para lembrar

Obama chega ao Rio e discursa ‘ao povo brasileiro’ neste domingo

Presidente americano foi antes a Brasília e foi recebido...

Post-Manifesto pela Transparência nas Eleições

A lei eleitoral brasileira permite que partidos e candidatos...

Os dessemelhantes por Washington Araújo

Os dessemelhantes guardam alguma similitude entre si: são originários...

“Movimentos em movimento: quem somos e onde estamos?”

A Fundação Carlos Chagas (FCC) e a Faculdade Latino...

OABRJ levará absolvição dos policiais no caso João Pedro ao STF

A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro (OABRJ) levará o caso da absolvição dos policiais na morte do jovem João Pedro...

O grande bazar de direitos

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, declarou nesta semana estar "muito entusiasmado com a iniciativa do STF  de, ao invés de simplesmente decidir pela inconstitucionalidade daquilo que...

Mães de vítimas da violência policial em SP, RJ e BA vão à Comissão Interamericana de Direitos Humanos denunciar o Estado brasileiro

Representantes de movimentos de mães de vítimas da violência do Estado e organizações de direitos humanos como Anistia Internacional, Conectas Direitos Humanos, Instituto Vladimir...
-+=