Concurso quer estimular a discussão sobre discriminação racial

 

O concurso I Prêmio Construindo a Igualdade Racial foi lançado pela Secretaria Municipal de Participação e Parceria e selecionará artigos científicos de estudantes que enfoquem a construção da igualdade. As inscrições vão até dia 23.
 

A Secretaria Municipal de Participação e Parceria (SMPP) lançou no dia 23 de fevereiro o “I Prêmio Construindo a Igualdade Racial”, que tem como proposta incentivar a discussão sobre o tema e combater a discriminação racial.

Gerido pela Coordenadoria dos Assuntos da População Negra (Cone), o concurso selecionará artigos científicos de estudantes de cursos de graduação e pós-graduação do Município de São Paulo que enfoquem a construção da igualdade e proponham reflexões na área da comunicação, saúde, trabalho, juventude, direitos humanos ou tenham por pano de fundo a prevenção e combate à discriminação, o preconceito e o racismo; a violência racial; ou as experiências e reflexões sobre ações afirmativas.

A coordenadora-geral da Cone, Maria Aparecida de Laia, espera receber centenas de artigos de estudantes de graduação e pós-graduação das universidades do Município de São Paulo. “Daremos chances para os trabalhos que estão na gaveta e também queremos estimular jovens pesquisadores a escrever suas reflexões na perspectiva da igualdade racial”, comenta.

A comissão julgadora selecionará 20 artigos. Os autores devem enviar os trabalhos em duas vias: uma digital, em CD, e outra impressa. Acompanhando o artigo, deve ser enviado um resumo com dez linhas e cinco palavras-chave – seguindo as normas divulgadas no edital, que pode ser conferido no site.

O objetivo do concurso é divulgar a produção sobre a questão racial presente nas universidades para um público mais amplo e estimular estudantes e pesquisadores das universidades que não têm acesso à edição de seus trabalhos científicos nessas temáticas, contribuindo para a ampliação e circulação do conhecimento acerca da questão racial.

O critério de avaliação das monografias será fundamentado na qualidade do texto, quanto ao conteúdo e forma de apresentação, em sua originalidade na abordagem do tema, na contribuição ao conhecimento e em sua adequação teórica e metodológica.

A SMPP estará recebendo as inscrições, que são gratuitas, até o dia 23 de março. Os interessados devem levar seus trabalhos à sede da secretaria, localizada na rua Líbero Badaró, 119 – 6º andar. A premiação dos artigos será no dia 13 de maio.

Os trabalhos vencedores serão publicados no Diário Oficial da Cidade e no site da Coordenadoria e editados em livro, pela Secretaria Municipal de Participação e Parceria.

 

+ sobre o tema

Preto e dinheiro são palavras rivais???

Por Bruno Rico Do Afro21 Precisamos aprender a reconhecer algo histórico,...

“Para branco sempre tem espaço”, diz Vovô do Ilê sobre dívida do bloco afro

Bloco passa por momento complicado, com dívidas que chegam...

para lembrar

Para comunidade quilombola, trabalhar significa ficar longe da família

por Júlia Dias Carneiro Adelvan da Paixão, de 30...

Militantes do Educafro fazem greve de fome em frente ao Palácio do Planalto

Yara Aquino   Brasília - Cinco militantes do Educafro,...

Cúpula dos Povos: afro-religiosos debaterão justiça ambiental

  No mesmo período em que o Rio...
spot_imgspot_img

João Cândido e o silêncio da escola

João Cândido, o Almirante Negro, é um herói brasileiro. Nasceu no dia 24 de junho de 1880, Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul....

Levantamento mostra que menos de 10% dos monumentos no Rio retratam pessoas negras

A escravidão foi abolida há 135 anos, mas seus efeitos ainda podem ser notados em um simples passeio pela cidade. Ajudam a explicar, por...

Racismo ainda marca vida de brasileiros

Uma mãe é questionada por uma criança por ser branca e ter um filho negro. Por conta da cor da pele, um homem foi...
-+=