Contra assédio, cidade no México introduz táxi cor-de-rosa para mulheres

Fonte: Ultimo Segundo

A cidade mexicana de Puebla, localizada a 130 quilômetros da capital, inaugurou nesta semana uma frota exclusiva de táxi para mulheres como forma de evitar assédios.

 

 

Chamados de “Pink Taxi” (Táxi Rosa), os veículos pintados de cor-de-rosa são dirigidos por mulheres e voltados para uma clientela feminina.

 

Os 35 veículos circularão 24 horas por dia e têm como público-alvo donas de casas, jovens universitárias e mulheres da terceira idade, que podem solicitar o serviço por celular.

 

“Este sistema surge em razão da necessidade de contar com um transporte inovador e seguro para as mulheres. Em outros lugares do mundo vem funcionando com grande sucesso e agora Puebla será pioneira no transporte exclusivo para mulheres na América Latina”, explicou o Secretario de Comunicações e Transporte do Governo de Puebla, Valentín Meneses Rojas.

 

Segundo Sandra Montalvo, diretora do Instituto Municipal da Mulher, há um grande número de queixas de roubos e abusos sexuais não só nos táxis, mas em outros meios de transporte público. “Nossa ideia é, em breve, lançar os ônibus exclusivos.”

 

Especialização


Para impulsionar a iniciativa dos táxis para mulheres, a prefeitura da cidade se uniu à iniciativa privada, regulamentando os carros e oferecendo capacitação a 70 motoristas contratadas.

 

As taxistas licenciadas passaram por exames clínicos, psicológicos, teóricos e de condução.

 

Sandra Montalvo rebate as críticas ao novo sistema, que geralmente apontam que a ação é “sexista”.

 

 

“A ONU e todos os tratados internacionais sobre igualdade de gêneros permitem estas ações discriminatórias que têm por objetivo ajudar a reduzir a brecha entre homens e mulheres que ainda existe. São as chamadas ações afirmativas”.

 

E preventivas. Puebla quer evitar o cenário que vive hoje a capital do país. Na Cidade do México, não são raros os casos de violação em táxis. Somente entre janeiro a agosto deste ano, 25 taxistas haviam sido detidos por abusos. Segundo a Procuradoria do Distrito Federal, a incidência é de seis a oito ataques por mês.

Matéria original

+ sobre o tema

Abolição no Parlamento, 1823/1888 – 65 anos de lutas

“Abolição no Parlamento, 1823/1888 – 65 anos de lutas”...

François Hollande é eleito presidente da República

François Hollande, do Partido Socialista, foi eleito neste domingo...

Denzel Washington diz que nunca gosta dos roteiros que recebe

Denzel Washington disse que nunca gosta dos roteiros de...

para lembrar

PE: Tambores Silenciosos misturam religião, política e cultura

por RICARDO SANTOS A Noite dos Tambores Silenciosos não...

Influência de Angola é vista em vários traços culturais do brasileiro

A influência africana no Brasil aparece em uma série...

Erika Januza: “Questões com meu cabelo já mexeram comigo. Hoje gosto muito de mim como sou”

Por Guilherme Lima Do Revista Quem Erika Januza tem deixado jurados e...

SELO: 2011 Novembro NEGRO – Ano Internacional dos Afrodescendentes

A comemoração do 20 de Novembro como Dia Nacional...
spot_imgspot_img

Gilberto Gil afirma que não se aposentará totalmente dos palcos: “continuo querendo eventualmente cantar”

No fim de junho, saiu a notícia de que Gilberto Gil estava planejando sua aposentadoria dos palcos. Segundo o Estadão, como confirmado pela assessoria do...

Festival literário propõe amor e diversidade como antídotos ao extremismo

O Festival Literário Internacional de Paracatu - Fliparacatu - vai colocar no centro do debate o amor, a literatura e a diversidade como pilares...

O atleta negro brasileiro que enfrentou o nazismo nas Olimpíadas de 1936

A poucos dias da abertura dos Jogos Olímpicos de Paris, em uma Europa cada vez mais temerosa com a agenda política de forças alinhadas...
-+=