Dilma anuncia R$ 36 milhões para incentivar produção de livros a R$ 10

A presidente Dilma Roussef anunciou na tarde desta quinta-feira (1º), durante a 15ª Bienal do Livro do Rio de Janeiro, o programa de livros populares. O objetivo é incentivar a produção e a comercialização de publicações mais baratas e levar para as livrarias e bancas de jornais exemplares que custem até R$ 10.

Coordenado pela Fundação Biblioteca Nacional, o programa prevê investimentos de R$ 36 milhões do Fundo Nacional de Cultura. Para Dilma, o projeto vai despertar nos brasileiros o interesse pela leitura.

Veja programação completa da Bienal do Livro no Rio

– O livro, seja em papel ou digital, é um bem de todo brasileiro. Além das bibliotecas públicas, os brasileiros têm o direito de ter os seus livros para ler em casa.

Após a cerimônia, Dilma aproveitou para visitar alguns estandes da feira.

O ingresso para a Bienal deste ano custa R$ 12. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia-entrada. Professores e bibliotecários têm acesso gratuito. Mas, para isso, o visitante deve se cadastrar no site do evento e levar um documento de identificação e comprovante de profissão.

Espaços culturais

Os espaços mais visitados em outros anos têm lugar garantido na programação de 2011 do evento. O Café Literário, que comporta 200 pessoas, trará encontros que aproximam autor e leitor em conversas sobre livros, estilos e ideias.

O Mulher e Ponto promoverá bate-papos entre escritoras que retratam em suas obras os mais variados temas de interesses femininos.

O Livro em Cena promete dar vida a personagens marcantes de grandes clássicos da literatura. Os jovens leitores terão espaço garantido nas sessões de Encontro com Autores e na Conexão Jovem. Já as crianças terão a chance de divertir e aprender na Biblioteca Mirim e na Maré de Livros.

A Bienal do Livro do Rio de Janeiro vai até o dia 11 de setembro e acontece no Riocentro, em Jacarepaguá, zona oeste da cidade.

Fonte: R7

+ sobre o tema

Lancellotti, Varella, Suplicy e outros

Minha filha me pergunta qual é o nome do...

Abdias concorre ao Premio Nobel da Paz 2010

Por: PLÍNIO FRAGA Pouco ousado, Lula não foi até o...

Daniel Munduruku: “Índio é invenção total, folclore puro”

Tatiana Mendonça Volta e meia, o paraense Daniel Monteiro Costa,...

para lembrar

Senadores se manifestam em favor de ações de Dilma contra corrupção

Parlamentares de vários partidos se revezaram em discursos na...

Reforma trabalhista é aprovada no plenário da Câmara

Texto que altera pontos fundamentais da CLT é aprovado...

Sobre ir em frente: fragilidades e fortalezas; também traições

Fonte: O Tempo - por: Fátima de Oliveira Chega de...

Pesquisa mostra que brasileiros usam a internet para se informar sobre política

Pesquisa do Instituto Ibope, divulgada nesta quinta-feira, mostra que...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=