Dilma: Bolsa Atleta é um investimento no Brasil

 

A presidenta Dilma Rousseff comentou nesta segunda-feira, na coluna “Conversa com a Presidenta”, os dados divulgados na semana passada sobre o programa Bolsa Atleta. Dilma disse que o total de 4.243 esportistas que deverão ser beneficiados este ano representa um aumento de mais de 30% em relação a 2011.

— É um estímulo ao desenvolvimento do esporte brasileiro, um investimento no Brasil, no time do Brasil, avaliou. Ao todo, atletas de 53 modalidade olímpicas e paraolímpicas vão receber o auxílio.

Dilma lembrou que, a partir de 2012, o programa passa a apoiar também esportistas brasileiros que já contam com algum tipo de patrocínio. Até o ano passado, quem tinha patrocínio individual não preenchia os requisitos para ser beneficiado pelo Bolsa Atleta.

— Vimos que era preciso mudar a lei para ampliar esse apoio. Porque o patrocínio que eles têm, muitas vezes, é temporário, voltado só para um campeonato ou por um período curto de tempo. Isso gera insegurança para o atleta poder planejar o seu treinamento, sua participação em competições e se dedicar integralmente ao esporte, explicou.

O valor mensal do benefício pode variar de R$ 370 – no caso de atletas das categorias de base ou estudantil – a R$ 3.100 – quantia paga a esportistas olímpicos e paraolímpicos. A previsão do governo é que sejam investidos, este ano, R$ 60 milhões no programa.

A seleção de candidatos, de acordo com a presidente, depende exclusivamente do mérito do atleta, já que são selecionados os três primeiros colocados nas competições oficiais do ano anterior e os esportistas que participaram dos últimos Jogos Olímpicos ou Paraolímpicos. O atleta recebe o dinheiro na própria conta, sem intermediários.

Até o momento, das 161 vagas brasileiras garantidas para os Jogos Olímpicos de Londres, 30 são de bolsistas.

— Os investimentos que estamos fazendo no Bolsa Atleta, na popularização do esporte e na construção de uma estrutura de qualidade para receber a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 são passos importantes para transformar o Brasil em uma potência também no esporte, concluiu Dilma.

 

 

 

Fonte: Correio do Brasil

+ sobre o tema

SP enquadrou 31 mil negros como traficantes em situações similares às de brancos usuários

Para a polícia de São Paulo, a diferença entre um traficante e...

STF retoma julgamento sobre descriminalização do porte de drogas

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta quinta-feira (20)...

STF começa a julgar nesta terça (18) supostos mandantes da morte de Marielle

O Supremo Tribunal Federal (STF) inicia, na tarde desta...

PL antiaborto viola padrões internacionais e ameaça vida, diz perita da ONU

O PL antiaborto viola padrões internacionais de direitos humanos...

para lembrar

Here, There and Everywhere – os dilemas de uma “esquerda pragmática”

E finalmente chega a vez de Hillary. A pré-candidatura...

Luis Nassif: Porque o BBB tem que ser proibido

Intimidade e privacidade são bens indisponíveis. Isto é,...

A riqueza da diversidade na experiência do sagrado

Por: FÁTIMA OLIVEIRA Candomblé é religião e um terreiro é...

Emergência climática é emergência educacional

Emergência climática é emergência educacional. Vivenciamos uma emergência climática sem...

Prefeitura de São José dos Campos retira obra sobre mulheres cientistas das escolas

A prefeitura de São José dos Campos (SP) recolheu a obra Mulheres Sonhadoras, Mulheres Cientistas, composta por dois livros, das escolas e bibliotecas do município. Escritos por...

A direita parlamentar parece ter perdido sua bússola moral

Com o objetivo de adular a extrema direita e constranger o governo, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, facilitou a aprovação de...

Janja defende direito ao aborto legal, diz que projeto é ‘absurdo’ e afirma que Congresso deve garantir acesso ao SUS

A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, afirmou que do projeto de lei (PL) 1904, que quer colocar um teto de 22 semanas no acesso ao...
-+=